Voltar

10 ESTRATÉGIAS PARA ENSINAR O SOM DAS LETRAS PARA AS CRIANÇAS

Ensinar o som das letras ajuda a criança a desenvolver consciência fonológica. 

A etapa da Educação infantil atravessa várias fases do desenvolvimento da linguagem, até alcançar a fase da alfabetização, geralmente para crianças entre cinco e seis anos de idade. E porque não utilizar atividades que possam despertar e estimular  o interesse delas, antes mesmo de conhecerem as letras? 

Um dos principais desafios do professor para a alfabetização é a aquisição de conhecimentos de base – as chamadas habilidades precursoras. Uma das mais importantes, é a consciência fonológica.

A consciência fonológica é a capacidade de manipulação dos sons da fala. Ela pode ser adquirida através de atividades lúdicas e prazerosas para crianças a partir dos três anos, até a alfabetização completa.

Agregar atividades lúdicas e de estimulação de consciência fonológica a partir de jogos, brincadeiras e atividades criativas que deem prazer à criança e que  podem ser indicadas como estímulo durante a fase inicial do aprendizado, na fase de pré-escola, é de extrema importância. 

Outra importante habilidade é a correspondência grafofonêmica, que é a identificação das letras, seus sons e a relação entre elas. As letras são as formas escritas da linguagem, enquanto os sons das letras (os fonemas) não se escreve, se pronuncia. A criança que passou pelo período de três a cinco anos ouvindo o som das formas gráficas do alfabeto, serão mais maduras e terão um desenvolvimento mais rápida  no  aprendizado.  

Algumas estratégias podem  ser utilizadas como mecanismo estimulante do aprendizado infantil, associando-se formas gráficas do alfabeto (letras) aos sons (fonemas). Essa técnica leva a criança a compreender precocemente a relação da escrita com os sons, tanto isolados (letras) quanto agrupados (sílaba, palavra). 

Apenas falar o nome das coisas, sejam representações gráficas, figuras, não possibilita uma completa aprendizagem. Você pode estimular a criança de várias formas:

  1. Reserve uma parede para a criança iniciar a parte gráfica do alfabeto, de preferência, pelas vogais, que têm som igual ao nome da letra;
  1. Use a letra impressa, sempre começando pelas vogais, ajude a criança a fazer a letra com massinha e tatear sobre ela. Emita o som correspondente. Na sequência, pode exibir um desenho que comece com o som (fonema) exercitado e trabalhe nele. O conjunto de ações vai auxiliar o trabalho multisensorial infantil.
  1. Escreva no chão e faça a criança percorrer o desenho da letra, andando sobre ela e fazendo o som respectivo;
  1. Trabalhe com rima, formação de sílabas (pedaços que formam as palavras), com atenção voltada às primeiras e últimas sílabas e formação de novas palavras.
  1. Faça uso de jogo da memória com as letras maiúscula e minúscula, (ótimo para estimular a coordenação motora e memorização).
  1. Escreva letras em pedaços de papel e coloque-os em um saco de papel. Deixe que seus filhos enfiem a mão na bolsa e tirem as cartas. Peça-lhes que digam os sons que correspondem às letras.
  1. Pegue uma carta e esconda-a em sua mão. Deixe seus filhos adivinhar em qual mão está a letra. Em seguida, mostre a letra e peça aos seus filhos que digam o nome da letra e façam o som (por exemplo, a letra m combina com o som /m/ como em macaco).
  1. Aponte as palavras que começam com a mesma letra dos nomes de seus filhos (por exemplo, João e jarro ). Fale sobre como os sons iniciais das palavras são semelhantes.
  1. Use livros de alfabeto e jogos de adivinhação para dar aos seus filhos a prática de combinar letras e sons. Um bom exemplo é o jogo “Estou pensando em algo que começa com /t/”.
  1.  Pegue caixas de ovos e coloque uma letra de papel em cada espaço até que todas as letras do alfabeto estejam em ordem. Diga os sons das letras e peça aos seus filhos que escolham as letras que correspondem a esses sons.

Se você gostou dessas dicas e tem interesse em saber mais sobre esse assunto, acesse a NeuroPalestra de Consciência Fonológica

Referências

Lamprecht, R. R. 2004. Antes de mais nada. In: Lamprecht, R. R. (org.). Aquisição fonológica do português, p.17-32. Porto Alegre: Artmed, 2004.

Instrução de leitura inicial: ideias práticas para pais. (1996). Agência de Educação do Texas. 

Você também pode se interessar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *