Voltar

A transformação digital e os seus impactos na educação infantil

A transformação digital pela qual passamos em todos os âmbitos das nossas vidas causa impactos também na educação. Veja como a educação infantil é afetada pelas novas tecnologias, neste artigo.

As crianças de hoje em dia já nasceram com a internet e fácil acesso à informação. Isso impacta o ensino, pois essa geração digital precisa de uma nova forma de aprendizagem. É mais importante ajudá-las a saber o que fazer com tanta informação, do que despejar conhecimentos, os quais elas, muitas vezes, têm acesso.

A tecnologia traz muitos benefícios para a educação, otimizando processos, gerando economias e organização, além de possibilidades novas de interação com os alunos. Ainda que seja um desafio compreender como as escolas devem se adaptar a era digital é preciso falar sobre isso para acompanhar essa transformação.

Transformação digital

A nossa sociedade está se organizando de uma forma diferente devido à transformação digital e as escolas precisam repensar seus processos.

Mudar processos na educação não é tarefa simples, mas as novas tecnologias estão transformando a lógica de ensino. Toda a estrutura precisa ser repensada a partir dessa realidade, e não só incluir as tecnologias no dia a dia em sala de aula.

Usar apetrechos tecnológicos com os alunos como tablets, por exemplo, mas continuar ensinando da mesma forma, não causa tanto impacto na estrutura. A transformação digital é mais que isso, é usar a tecnologia e oferecer um ensino mais individualizado, pautado nas necessidades reais das crianças de hoje.

A transformação digital é um processo que impacta as diversas áreas da escola, incluindo a administrativa e a pedagógica. Usar a tecnologia com inteligência para otimizar os processo e deixá-los mais eficazes, melhora a gestão e a comunicação com as famílias, além do processo de ensino aprendizagem. 

Os impactos da transformação digital na educação infantil

Com a transformação digital, um novo conceito de educação surge, a escola 3.0. Nesse cenário, as tecnologias adotadas têm como objetivo contribuir para o aprendizado das crianças, usando recursos digitais para acompanhar a realidade atual.

Não se trata de substituir pessoas por máquinas, mas de capacitá-las para poder usufruir das novas tecnologias para melhorar o ensino. As escolas não podem parar no tempo e ignorar que estamos passando pela transformação digital, pois assim correm o risco de se tornarem obsoletas. 

É muito importante encarar essa realidade e capacitar os professores para o uso das novas tecnologias, assim como ensinar os alunos a usá-las da melhor forma. Com acesso a tantas informações, é muito importante que possamos ajudar as crianças a selecioná-las, a filtrá-las, para reter aquelas que são relevantes para o seu desenvolvimento.

Dessa forma, o professor tem um importante papel de agente dessa transformação digital. A tecnologia traz muitos benefícios para as escolas, além de tornar os processos mais eficientes, se torna mais atrativa para as crianças e suas famílias que, acredite, estão atentos a isso na hora de escolher a melhor escola para seus filhos.

Como introduzir a transformação digital nas escolas

Falando assim, parece um processo fácil se adequar a transformação digital, mas não é. Não existe uma maneira única de fazer isso, mas sem dúvida, o primeiro passo é capacitar os professores e funcionários.

A transformação digital começa na educação infantil, mas se estende por toda a escola, até fazer parte de sua cultura. Em relação à parte pedagógica, existem alguns pontos que são essenciais para promover a transformação digital. 

Embora muitos professores resistem a inserir seus alunos pequenos no mundo das telas, é mais interessante pensar em como fazer isso como uma estratégia pedagógica. Na educação infantil, as crianças podem ter aulas sobre conceitos básicos de computação. 

Algumas escolas chegam a ensinar robótica para seus alunos, considerando que essa geração cada vez mais irá se relacionar com máquinas. Na educação infantil, isso pode ser feito de forma lúdica, sem aprofundar na parte teórica, mas sim no desenvolvimento do raciocínio lógico e abstrato a partir de experiências práticas.

Além disso, é importante incentivar o uso dessas tecnologias para realizar tarefas, como criar vídeos, áudios e fotografias. Na educação infantil, elas podem ser introduzidas nas atividades de forma lúdica, considerando as tecnologias como um recurso a mais para a aprendizagem.

O mais importante é que cada escola avalie sua realidade e suas necessidades para planejar o processo de transformação digital. A mudança é inevitável, ainda que possa ser feita com calma, de acordo com as prioridades. O fato é que a educação infantil não pode ser deixada de fora dessa transformação.

Se você é professor e tem mais dicas de como usar as novas tecnologias em sala de aula, deixe nos comentários e contribua com a discussão!

Referências:

SILVA, Artur João. Carla Caneschi de Sousa. TRANSFORMAÇÃO DIGITAL EM AMBIENTE EDUCACIONAL.

Viana, Joana; Coelho, Conceição. A Percorrer o caminho da transformação (digital) na escola… o professor como agente de mudança!. Artigo – Intersaberes, Curitiba, 2019.

Você também pode se interessar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *