Skip to content Skip to footer

3 ABORDAGENS PARA PROMOVER A INCLUSÃO NA SALA DE AULA

3 abordagens para promover a inclusão na sala de aula

3 abordagens para promover a inclusão na sala de aula – A inclusão na sala de aula é um dos fatores para promover educação de qualidade e o desenvolvimento social dos estudantes.

O QUE É INCLUSÃO?

Inclusão pode ser definida assim: é quando todos, independentemente de suas características, crenças, habilidades, deficiências ou necessidades de saúde, são igualmente respeitados e apreciados.

Por isso é tão importante que os professores promovam estratégias de inclusão. A fim de garantir que a sala de aula seja boa para todos os alunos.

Portanto, em um mundo de diversidades, é indispensável que os mais variados tipos de representação sejam incluídos e respeitados.

BENEFÍCIOS DA INCLUSÃO NA SALA DE AULA

Sendo assim, normalmente estar na sala de aula pode ser algo frustrante e desestimulante. Principalmente para crianças que apresentam algum tipo de necessidade especial.

Pois, muitas vezes, elas não conseguem acompanhar o mesmo ritmo do restante da turma. Por outro lado, com a inclusão de estratégias de inclusão na escola, é possível diminuir as desvantagens. Ou seja, tornar o ambiente estimulante e prazeroso para os alunos.

Além disso, os benefícios do ato de incluir são para todas as crianças, não apenas para as atípicas.  

3 abordagens para promover a inclusão na sala de aula

Principais benefícios da inclusão:

Antes de mais nada. Exemplos para seguir: o processo de inclusão é muito benéfico para alunos que possuem algum tipo de necessidade especial. Porque no convívio com outras crianças eles reproduzem o que observam. Sendo assim, o pequeno aprende comportamentos sociais a partir da convivência com os demais.

Desenvolvimento Social e Emocional: é na escola onde as crianças desenvolvem diversas habilidades sociais e emocionais. Já que esse local também deve ser um ambiente de interação social. Dessa forma, é fundamental a promoção de um ambiente inclusivo. De modo que ele seja o mais proveitoso possível para o desenvolvimento social e emocional do aluno.

Respeitando as diferenças: além de estabelecer um lugar inclusivo para as crianças com necessidades especiais… A inclusão também é extremamente positiva para todos os outros alunos.

Pois quando as crianças típicas incluem seus colegas começam a enxergar as pessoas por quem elas são. Ou seja, não por uma característica. Sendo assim, a inclusão é essencial para o aprendizado de importantes valores, como o respeito e a empatia.

3 abordagens para promover a inclusão na sala de aula

Conhecer o perfil dos seus alunos

Primeiramente, para oferecer um ambiente inclusivo, o professor deve compreender o perfil e as características dos estudantes. Pois cada um possui limitações e habilidades que devem ser entendidas e trabalhadas.

Conhecer o perfil do aluno, facilita elaborar estratégias e atividades mais eficientes, com o objetivo de sempre contemplar a turma como um todo.

Fazer uso dos recursos disponíveis

Fazer uso de diferentes artifícios é essencial para promover um processo de ensino-aprendizagem completo e estimulante.

Nesse contexto, as ferramentas tecnológicas são de grande valia para facilitar a implementação de uma sala de aula inclusiva.

Por isso, a tecnologia pode ser usada, através de vários instrumentos, para despertar os sentidos de alunos com deficiência. Ou seja, de forma eficaz para o desenvolvimento de suas capacidades.

Nem sempre os recursos estão disponíveis, porém, quando possível, é importante que o professor faça uso de objetos concretos em suas aulas. Pois, com a ativação dos sentidos, os resultados acadêmicos desses alunos são potencializados.

Vale destacar também que é recomendável não se prender a apenas um recurso. Pois quanto maior for a variedade, melhor será o aprendizado para os estudantes.

Promover um ambiente respeitoso e cooperativo

O respeito deve ser a prioridade de todo o corpo docente quando falamos de inclusão. Diante disso, o professor deve ser exemplo para seus alunos. Ou seja, promovendo o respeito e as boas relações em sala de aula.

As estratégias de cooperação devem ser pensadas com o professor. Por exemplo, estimular os estudantes a cooperarem. Também a ajudarem uns aos outros por meio de dinâmicas em equipe e atividades que mostrem a importância da união.

O principal é fazer eles entenderem que todos temos pontos fortes e fracos e que devemos nos ajudar. Porque assim fica mais fácil superar as nossas limitações.

CONCLUSÃO

A inclusão é a chave do sucesso para a formação de alunos e cidadãos. Nesse sentido, ter um ambiente integrativo em sala de aula é necessário para possibilitar o avanço acadêmico e social. É visível que a construção de uma sala de aula acolhedora, estimulante e funcional, é fundamental nesse processo.

REFERÊNCIAS

FARIA, P. M. F. DE; CAMARGO, D. DE. As Emoções do Professor Frente ao Processo de Inclusão Escolar: uma Revisão Sistemática. Revista Brasileira de Educação Especial, v. 24, n. 2, p. 217–228, abr. 2018. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbee/a/R3g5pR59J34RWyL9yDZ5qsc/abstract/?lang=pt. Acesso em: 12 set. 2022.

TANNÚS-VALADÃO, G.; MENDES, E. G. Inclusão escolar e o planejamento educacional individualizado: estudo comparativo sobre práticas de planejamento em diferentes países. Revista Brasileira de Educação, v. 23, n. 0, 25 out. 2018. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbedu/a/mJJDHWr3xyVzztRdVjdhJSg/abstract/?lang=pt. Acesso em: 12 set. 2022.

How To Promote Inclusion In The Classroom. James Stanfield, 2020. Disponível em: https://stanfield.com/11-strategies-promote-inclusion-in-the-classroom/. Acesso em: 12 set. 2022.

Leave a comment

0.0/5