Skip to content Skip to footer

5 Estratégias para uma alfabetização eficaz: recomendações nacionais e internacionais

5 Estratégias para uma alfabetização eficaz: recomendações nacionais e internacionais

A alfabetização é um processo fundamental na formação de todos nós. Por isso, é importante entendermos os diversos tipos de programas de alfabetização.

Essa também é uma das tarefas mais difíceis ao longo da educação básica.

É preciso um olhar direcionado para as singularidades de cada aluno, levando em consideração o tempo de cada criança e as suas dificuldades.

De acordo com dados da ONU, em 2020, mais 101 milhões, ou 9% das crianças nas classes de 1º a 8º ano, “ficaram abaixo dos níveis mínimos de proficiência em leitura”.

Neste artigo, você verá recomendações nacionais e internacionais e as 5 estratégias eficazes para garantir uma alfabetização de qualidade.

A importância da alfabetização: mais que ler e escrever

Para começar, é importante entender que o processo de alfabetização envolve uma série de habilidades, incluindo a identificação de letras, a associação entre letras e sons, e a compreensão de palavras e frases. 

Para que as crianças se alfabetizem, é importante que elas tenham acesso a materiais de leitura e escrita, além de uma abordagem que leve em consideração as suas habilidades individuais.

Portanto, é indiscutível que a capacidade de ler e escrever é um fator importante na vida das crianças.

Dessa forma, elas podem crescer tendo acesso a mais oportunidades sociais, e para que isso ocorra é preciso que tenham uma educação básica consolidada e uma alfabetização eficaz.

Para crianças atípicas, a inclusão está diretamente ligada ao processo de alfabetização. Estimular o aprendizado dessas crianças traz inúmeros benefícios físicos, mentais e sociais. 

A alfabetização pode mudar o mundo?

A alfabetização é uma das principais ferramentas para a inclusão social, e é fundamental para garantir o acesso à informação e ao conhecimento. 

Segundo uma pesquisa da FGV EESP Clear, com o apoio da Fundação Lemann, a qualidade da educação está positivamente associada com maiores taxas de crescimento econômico. Ou seja, investir em educação de qualidade não é um benefício apenas pessoal, mas também é um benefício social.

Desde de sempre, as crianças já possuem contato com situações nas quais o letramento está presente. Sendo exemplos disso, as brincadeiras cantadas, a literatura infantil, os trabalhos com rimas e até mesmo a consciência de palavras.

Além disso, a inclusão é um processo de extrema importância e para que seja feito de forma natural, é preciso que a imersão seja feita na infância.

Fazer com que o ambiente escolar seja um ambiente diverso é uma grande conquista para os professores, para a escola e para as crianças atípicas.

Através da Educação Infantil, muitas portas são abertas às crianças, pois é  o primeiro contato com o ambiente escolar e um marco na vida acadêmica e social delas.

Esse marco deve ser positivo e inspirador aos alunos e familiares, pois é um espaço onde se oferece a oportunidade de se relacionar, se conhecer, de aprender, se desenvolver,  descobrir sua identidade e alcançar objetivos e competências diversas.

Programas de alfabetização: Recomendações nacionais e internacionais

A alfabetização é uma questão mundial, onde cada país e região possui suas particularidades e necessidades específicas. No entanto, existem algumas iniciativas que são consideradas referência em seus respectivos contextos, tais como:

  1. Método fônico de alfabetização, utilizado em países como Reino Unido e Estados Unidos, que enfatiza a associação entre sons e letras para a compreensão da escrita e da leitura.
  1. Programa “Ler e Escrever”, do governo do estado de São Paulo, no Brasil, que tem como objetivo garantir a alfabetização de todas as crianças até o final do 2º ano do ensino fundamental.
  1. Programa “Let’s Read”, da UNESCO, que tem como objetivo promover a leitura e a escrita em língua materna em países de língua não-inglesa, por meio de materiais didáticos e treinamento de professores.
  1. O programa brasileiro Literatura Acessível, do Instituto Include, que tem como objetivo produzir, reproduzir e lançar livros em vários formatos, que incluem leitura simples em braille, libras, audiodescrição e pictogramas.
  1. Proleia, do Instituto NeuroSaber, que tem como objetivo estimular e destravar o processo de alfabetização de crianças típicas ou atípicas, unindo teorias e práticas consagradas por evidências neurocientíficas.

Indo além dos programas de alfabetização: 5 estratégias eficazes

Para que uma criança seja alfabetizada com sucesso, é importante que os programas de alfabetização sejam eficazes e que ela seja exposta a uma variedade de práticas, tais como:

  1. Alfabetização Fonológica: Essa estratégia se concentra na associação entre sons e letras, e é considerada a base para a compreensão da escrita. A ideia é ensinar as crianças a reconhecer os sons que correspondem a cada letra, facilitando a leitura e a escrita.
  1. Leitura Compartilhada: Essa estratégia consiste em ler textos em voz alta para as crianças e discutir o conteúdo com elas. Dessa forma, as crianças aprendem a compreender e interpretar textos, além de serem incentivadas a ler por conta própria.
  1. Escrita Criativa: Essa estratégia incentiva as crianças a escreverem suas próprias histórias e textos, estimulando a criatividade e o interesse pela escrita. A ideia é que as crianças sintam prazer em escrever e vejam a escrita como algo divertido e prazeroso.
  1. Aprendizado Contextualizado: Essa estratégia consiste em ensinar a leitura e a escrita a partir de situações concretas do dia a dia das crianças, como a leitura de rótulos, placas e cartazes. Dessa forma, a alfabetização se torna mais significativa e relevante para as crianças.
  1. Avaliação Contínua: Essa estratégia consiste em avaliar o progresso das crianças de forma constante, identificando as dificuldades e adaptando as estratégias de ensino de acordo com as necessidades individuais. A ideia é garantir que todas as crianças tenham oportunidades iguais de aprendizado e desenvolvimento.

Essas são apenas algumas das estratégias recomendadas por especialistas em alfabetização.

O importante é que as escolas e os educadores estejam sempre em busca de novas formas de ensinar e de adaptar as estratégias às necessidades dos alunos, garantindo uma alfabetização eficaz e de qualidade.

Em suma, os programas de alfabetização eficazes podem melhorar as habilidades de leitura e escrita das crianças e fornecer-lhes uma base sólida para o sucesso futuro. 

Portanto, todos os passos no letramento devem ser adaptados às necessidades individuais de cada uma e ao mesmo tempo serem prioridades de investimento da escola e dos órgãos públicos.

Além disso, é preciso que os professores recebam o suporte e os recursos necessários para implementá-los com sucesso, pois o sucesso de um programa depende não apenas de suas estratégias, mas também do engajamento da comunidade, dos recursos disponíveis e da qualidade do ensino oferecido.

Gostou do conteúdo e quer mais dicas para implementar na sala de aula? Aqui está:

4 Comments

  • Trackback: A preparação dos educadores e a sua formação continuada para uma alfabetização simplificada - Instituto NeuroSaber
    • Angela Aparecida Miranda
      Posted 26/07/2023 at 5:11 pm

      Aquelas que ignoram o desenvolvimento em sua totalidade do sujeito, nos desenvolvemos enquanto seres históricos sociais e, também através do desenvolvimento do nosso cérebro que permite conexões e transformações essenciais ao longo da nossa vida. Por isso, a aprendizagem deve ser fundamentada no estudo científico de todo o processo que envolve a aprendizagem nos diferentes períodos da nossa existência. Sendo o da infância, que é o da educação infantil, o primordial para que os educadores compreendam e tenham estratégias assertivas e competentes para contribuir para o pleno crescimento da criança em sua linguagem, seu movimentos e emoções.

  • Trackback: Atividades de alfabetização e letramento: quais as vantagens? - Instituto NeuroSaber
  • Valdete Batista da silva
    Posted 25/07/2023 at 11:58 pm

    É muito gratificante saber que a gente ensinou vinte e cinco crianças a ler até no final do ano. Alfabetizar uma criança é uma realização pessoal. É uma alegria imensa a saber que uma criança sabe ler e que houve nossa participação .

Leave a comment

0.0/5