Skip to content Skip to footer

6 dicas para ensinar crianças com autismo a ler

O ensino da leitura no autismo é um desafio para pais e professores. Conheça as técnicas e métodos que facilitam o processo de alfabetização das crianças com TEA.

As crianças com autismo enfrentam muitos desafios na alfabetização, principalmente quando os métodos utilizados não consideram suas necessidades. Quando são estimuladas a aprender a ler da maneira correta, sentem-se motivadas e se envolvem no processo de aprendizagem.

Não há como dizer que toda criança com autismo vai aprender do mesmo jeito, mas as pesquisas científicas explicam como o cérebro delas funciona e como podem aprender melhor. Algumas são mais visuais, outras respondem mais e estímulos auditivos ou táteis.

Dessa forma, o mais importante no ensino da leitura no autismo é conhecer as características da criança. Confira nossas dicas para ensinar a leitura no autismo.

Dicas para ensinar a leitura no autismo

Não existe uma fórmula pronta para alfabetizar as crianças com autismo e essa tarefa é sempre um desafio para pais e professores. As dificuldades nesse processo podem estar relacionadas ao desconhecimento de metodologias que facilitam o ensino da leitura no autismo.

Pensando nisso, preparamos 6 dicas para te inspirar. Confira!

Trabalhe a consciência fonológica

Em primeiro lugar, comece trabalhando a consciência fonológica da criança com autismo através de rimas e aliterações. Por exemplo, selecione palavras que terminam com sons parecidos e use em versos, brincadeiras e músicas.

A música é um ótimo meio de despertar o interesse das crianças para a alfabetização, tenha ela TEA — Transtorno do Espectro Autista — ou não. Assim, essas atividades envolvem todo o grupo, o que é muito bom para a integração social da criança com autismo, além de facilitar o ensino das palavras.

Use o interesse da criança

As crianças com autismo costumam demonstrar um grande interesse por determinado tema. Fazer brincadeiras e atividades com esses temas, despertam a curiosidade e a motivação para a aprendizagem.

Por exemplo, se a criança ama carros de corrida, comece a inserir esse elemento nas atividades. Busque livros com o tema, desenhos, histórias, filmes. Use a sua criatividade para preparar atividades que despertam o interesse da criança.

Utilize materiais gráficos

Use estratégias de aproximação com materiais gráficos. É importante reconhecer se a criança com autismo é mais visual, pois nesse caso, funciona muito bem. Aqui também você pode incluir as preferências da criança nas atividades.

Se ela gosta de dinossauros, ofereça desenhos e historinhas com o tema no momento da leitura e da escrita. Você pode criar cartazes com a criança ou usar projetores com imagens que despertem a sua atenção. 

Considere as características da criança 

Como mencionamos na introdução deste artigo, esse é um passo fundamental para escolher as melhores estratégias de ensino da leitura no autismo. Muitas crianças com TEA têm dificuldade para escrever devido a alterações na coordenação motora fina e hipotonia. 

Se ela não usa letra cursiva, por exemplo, pode usar a letra bastão. Se ela não consegue escrever nada, pode se usar um tablet, celular ou cartões com as letras e palavras. O importante é entender que essas características não impedem que ela prossiga no processo de alfabetização.

Atente-se à apresentação dos materiais 

Apresente materiais simples para as crianças, sem muitos detalhes, pois isso ajuda que ela não se perca. Esse aspecto está relacionado com o estilo de processamento cognitivo da criança com autismo, que pode ficar presa nos detalhes.

Por isso, quanto menos detalhes as folhas de atividades estiverem, mais você irá ajudar a criança com autismo a focar a sua atenção no que está sendo pedido. Dessa forma, reduz o risco dela se perder em um detalhe e, consequentemente, o foco na atividade.

Evite usar os pontilhados

Por mais que usar pontilhados nas atividades para ensinar as letras (as crianças vão ligando os pontos e preenchendo a letra) seja uma estratégia de alfabetização, não costuma funcionar com as crianças com autismo.

Mais uma vez, corre-se o risco dela ficar prestando atenção só em alguns detalhes, em um ponto específico e paralisar diante a atividade. O melhor é apresentar as letras cheias para ela preencher, no lugar dos pontilhados. 

A eficácia do método fônico na alfabetização de crianças com autismo

Algumas crianças com autismo começam a ler muito cedo, mas isso não significa que ela está compreendendo o que lê. A dificuldade de compreender a leitura é comum nas crianças com TEA. Uma forma de ajudar nesse processo para que ela não aprenda as palavras apenas pela memorização é utilizar o método fônico.

A metodologia fônica usa o som das palavras e não só o nome da letra. Mostre para as crianças que cada letra tem um som. Por exemplo, a letra F tem o som de ffff, e a letra A tem o som aaaa. 

A criança vai perceber que quando ela junta com F com A, vira “fa”. A criança com autismo costuma ter uma interpretação bastante literal do que é dito, por isso o método fônico é o mais indicado para a alfabetização.

Gostou das nossas dicas para o ensino da leitura no autismo? Compartilhe este artigo em suas redes sociais e ajude outros pais e professores.

 

Referências:

GRENZEL, FABIANA BOFF. Aprendizagem e a possibilidade de alfabetização de crianças autistas. Revista do Seminário de Educação de Cruz Alta – RS, [S.l.], v. 5, n. 1, p. 360-361, oct. 2017. ISSN 2595-1386. 

GRENZEL, Fabiana Boff. A Alfabetização de crianças Autistas. Disponível em: https://www.atenaeditora.com.br/post-artigo/20607

23 Comments

  • cristina santiago de oliveira
    Posted 07/04/2021 at 2:35 pm

    show, equipe maravilhosa!

  • Maaria valdici conceicao dos passos
    Posted 27/04/2021 at 8:14 pm

    O artigo é muito interessante,pois me ajudou muito no meu ambito profissional. Boa tarde .

  • Carla Giane Angonese
    Posted 14/07/2021 at 9:18 am

    Maravilhoso! Dicas simples e práticas que irão me ajudar muito.
    Sou professora dos terceiros anos neste ano de 2021 e tenho, no mínimo duas crianças com autismo, não diagnosticadas. Devido ao ensino híbrido, agora que estamos fazendo os primeiros contatos.
    Vou investir nas dicas.
    Grata,
    Carla.

    • Zeneide Adriana Nascimento de Sá
      Posted 13/04/2022 at 1:35 am

      Achei mto bom, pra ajudar meu filho em ksa, e fiquei mto feliz em ver professores, q buscam como lidar, como ensinar seus alunos com TEA eu fico mto feliz mesmo,. Que lindo 😍

  • Márcia
    Posted 31/10/2021 at 10:22 pm

    Ótimas dicas, adorei!
    Obrigada por compartilhar.

    • Webster
      Posted 01/11/2021 at 5:44 pm

      Olá, Márcia.

      Agradecemos a confiança em nosso trabalho.

      Para nós é um prazer poder contribuir para auxiliar você nessa questão! 😊
      Continue nos acompanhando!

      Webster,
      Equipe NeuroSaber.

  • Taís Gaspar
    Posted 08/02/2022 at 4:14 pm

    Muito grata.

    • Solange
      Posted 09/02/2022 at 11:27 pm

      Olá Taís, tudo bem?

      Ficamos felizes em sempre poder auxiliá-los!

      Solange,
      Equipe NeuroSaber 💙

      • Gessy Aparecida cândida
        Posted 12/06/2023 at 11:33 am

        Bom dia!
        Minha aluna é autista, gosta muito de desenhar e colorir, estou precisando de desenhos que ajuda para alfabetizar-lá. Ela esta no quarto ano.
        Obrigada.

  • Sandra
    Posted 16/02/2022 at 1:47 pm

    OLA GOSTEI MUITO DA INFORMAÇÃO POIS ESTE ANO ESTOU COM ESSE DESAFIO DE ALFABETIZAR UM ALUNO AUTISTA!

    • Solange
      Posted 16/02/2022 at 4:07 pm

      Olá Sandra, tudo bem?

      Para nós é um prazer poder contribuir para auxiliar você nessa questão!:)

      Sol,
      Equipe NeuroSaber 💙

    • Claudia
      Posted 19/05/2022 at 5:01 pm

      Também, porém é um pouco complicado

  • [email protected]
    Posted 16/02/2022 at 9:36 pm

    Gostei de mais parabéns pelo texto.

    • Solange
      Posted 16/02/2022 at 11:56 pm

      Olá, tudo bem?

      Obrigada pelo carinho! Continue sempre acompanhando!

      Sol,
      Equipe NeuroSaber 💙

  • Vilma Gonçalves
    Posted 20/02/2022 at 11:59 pm

    Foi muito importante para mim. Ajudou muito.

  • Magaly Bezerra
    Posted 12/05/2022 at 2:35 am

    Tenho uma neta autista q tem 13 años, e estuda desdos 4 anos, mais ñ sabe fazer uma pintura correta, ñ conhe cores, é ñ escreveu nada!

    • Solange
      Posted 12/05/2022 at 1:04 pm

      Olá Magaly, tudo bem?

      Primeiramente agradecemos pela confiança! Nesses casos orientamos buscar um especialista pessoalmente para lhe dar melhores informações e orientação assertivas sobre o caso. De qualquer forma, temos conteúdos no youtube.com/neurosabervideos e Artigos em nosso Blog: http://www.neurosaber.com.br/artigos que podem te ajudar em muitas questões.

      Sol,
      Equipe NeuroSaber 💙

    • Claudia
      Posted 19/05/2022 at 5:11 pm

      Também, porém é um pouco complicado. Não foi trabalhado bem a coordenação motora dela, porque peguei um aluno agora início do ano, ou seja 4 meses também não fazia nada, hoje está com a pintura linda e fazendo letrinha A e E

  • Marai José Neves Ferrarini
    Posted 31/07/2022 at 1:13 am

    Salvou minha vida, já vou utilizar as dicas.
    Muito obrigada!

    • Solange
      Posted 01/08/2022 at 7:15 pm

      Olá Marai, tudo bem?

      Que bom! Ficamos felizes em sempre poder auxiliá-los!

      Sol,
      Equipe NeuroSaber 💙

  • Anna Sousa
    Posted 03/02/2023 at 1:44 pm

    Dicas maravilhosas! parabéns a pagina!!!

    • Solange
      Posted 03/02/2023 at 3:41 pm

      Olá Anna, tudo bem?

      Legal, né? Fica ligada nos nossos posts e stories pra ver muito conteúdo útil e didático! 😉

      Sol,
      Equipe NeuroSaber 💙

Leave a comment

0.0/5

x

Estou aqui para ajudar 🤗

Me chame quando precisar 😊