Skip to content Skip to footer

Autismo ou atraso na linguagem?

Durante o crescimento, as crianças atingem certos marcos de desenvolvimento, como dar o primeiro passo, sorrir ou acenar, assim como aprender a falar. No primeiro ano de vida pode falar palavras simples, como “não” ou apontar para um objeto que deseja. Aos 2 anos pode dizer cerca de 50 palavras e falar frases curtas. Aos 3, o seu vocabulário se expande.

Esses marcos de desenvolvimento nos ajudam a entender onde a criança está em seu desenvolvimento. No entanto, cada criança se desenvolve em seu próprio ritmo e essas diretrizes são apenas uma base. 

Ainda assim, não atingir esses marcos, pode significar atrasos na linguagem. Os atrasos na fala são sinais característicos do autismo, mas isso não significa que uma criança tenha TEA. Existem diferenças entre as dificuldades de comunicação e sociais causadas pelo transtorno e distúrbios da fala e da linguagem. Saiba mais, neste artigo.

Atrasos na linguagem

As crianças com atrasos na linguagem podem atingir os marcos do desenvolvimento em um ritmo mais lento. A fala é a verbalização, articulação e manipulação dos sons que são usados ​​para formar palavras. Atrasos na fala podem ocorrer naturalmente durante o desenvolvimento. 

Isso significa que a criança pode alcançar os marcos da fala, mas de forma mais lenta em comparação com seus pares. Além disso, um distúrbio motor da fala também pode impedir a capacidade da criança de coordenar a mandíbula, a língua e os lábios para produzir sons precisos.

Atraso na fala no autismo

As crianças passam por estágios semelhantes durante seu desenvolvimento, como balbuciar e usar a linguagem não verbal para comunicar, o que as ajuda a estabelecer conexões sociais.

À medida que crescem, começam a aprender sons, a usá-los para formar palavras e passam a combinar palavras em frases, adquirindo habilidades linguísticas complexas.

As crianças com autismo enfrentam dificuldades na comunicação social que causam desafios na interação social. Geralmente, se sentem mais motivadas por seus interesses do que pelas pessoas ao seu redor e raramente imitam as ações dos outros, o que é um marco de desenvolvimento. 

Possíveis causas do atraso na linguagem

Os atrasos na linguagem são comuns e podem ter diferentes causas. Podem significar que a criança ainda não alcançou seus marcos, mas também podem dar uma pista sobre o seu desenvolvimento físico e cognitivo. As causas mais comuns são:

Distúrbios de fala e linguagem

Se uma criança compreende e se comunica de forma não verbal, mas não é capaz de falar muitas palavras, pode ter atraso na linguagem. Assim como, quando consegue produzir algumas palavras, mas não é capaz de colocá-las em ordem para formar uma frase compreensível.

O nascimento prematuro é uma das causas do atraso na fala. A apraxia da fala na infância é um distúrbio físico que dificulta a formação de sons na ordem certa para formar palavras, mas não afeta a compreensão da linguagem ou a comunicação não verbal.

Perda auditiva

Não ouvir bem ou ouvir a fala distorcida pode causar dificuldade na formação de palavras. A perda auditiva, pode fazer com que a criança não reconheça um objeto ou uma pessoa quando nomeados por alguém. 

A perda auditiva pode ser difícil de perceber e o atraso na linguagem pode ser um sinal.

Sinais de atraso na linguagem

Transtorno do Espectro do Autismo

Dificuldade de fala e linguagem são comuns no autismo.

Deficiências intelectuais e neurológicas

A deficiência intelectual e outros distúrbios neurológicos podem afetar a fala. Além disso, os distúrbios neurológicos podem afetar os músculos necessários para a fala.

Sinais de atraso na linguagem não são causados ​​pelo autismo

Quando uma criança não atinge os marcos da fala, isso pode indicar um atraso na linguagem. No entanto, cada criança se desenvolve em seu próprio ritmo e isso não significa necessariamente que haja um problema sério.

Geralmente, uma criança de 3 anos pode chamar a si mesma e aos outros pelo nome, usar substantivos e adjetivos, construir sentenças de três a quatro palavras, fazer perguntas, contar uma história e formar plurais.

Se, nesta idade, a criança não usa pelo menos 200 palavras, é difícil de ser compreendida por outras pessoas ou não pede as coisas pelos nomes, isso pode significar que ela tem um atraso na linguagem.

Fonoaudiologia para atraso na linguagem 

Atraso na linguagem é um distúrbio de comunicação que uma criança experimenta quando não atinge os marcos de desenvolvimento para sua idade. Após a avaliação com um fonoaudiólogo, o tratamento individualizado visa melhorar os pontos fortes ao mesmo tempo em que se define um plano de crescimento. 

Alguns dos objetivos da fonoaudiologia para atrasos na linguagem são:

  • Aprender como a ordem das palavras podem mudar o significado de uma frase.
  • Expandir o vocabulário.
  • Identificar sinônimos e funções.
  • Aprender o significado das palavras e desenvolver o uso da linguagem.
  • Fazer comparações e associações para esse fim.
  • Identificar detalhes relevantes, ideias principais, personagens, etc. na literatura.
  • Explorar o conceito de causa e efeito.
  • Aprender e aumentar o uso de pronomes, possessivos, plurais, negativos, perguntas, bem como marcadores de tempo.

Se restou alguma dúvida sobre autismo e atraso na linguagem, deixe nos comentários.

Referências:

SILVA, Rubem Abrão da; LOPES-HERRERA, Simone Aparecida  and  DE VITTO, Luciana Paula Maximino. Distúrbio de linguagem como parte de um transtorno global do desenvolvimento: descrição de um processo terapêutico fonoaudiológico. Rev. soc. bras. fonoaudiol. [online]. 2007, vol.12, n.4 [cited  2021-05-10], pp.322-328.

DELFRATE, Christiane de Bastos. Ana Paula de Oliveira Santana. Giselle de Athaíde Massi. A AQUISIÇÃO DE LINGUAGEM NA CRIANÇA COM AUTISMO: UM ESTUDO DE CASO.

3 Comments

  • SONIA APARECIDA TEIXEIRA DA SILVA FREITAS
    Posted 15/05/2021 at 5:24 pm

    Fiquei esperando algo mais… meu neto é não verbal, mas aprende e canta canções inteiras e tem uma boa comunicação alternativa…

  • Elizete
    Posted 03/02/2023 at 12:43 am

    Minha sobrinha tem 4 anos, tem dificuldade em verbalizar palavras, não consegue formar uma única frase. A fala é totalmente incompreensível

    • Solange
      Posted 03/02/2023 at 3:40 pm

      Olá Elizete, tudo bem?

      Compreendo a sua situação e entendo que não seja fácil, a informação técnica e de qualidade seguida do diagnóstico de um profissional responsável é a melhor forma de lidar com esse tipo de situação. Temos conteúdos disponíveis em nosso site e canal do Youtube acerca da temática, vale a pena conferir: https://youtube.com/neurosabervideos

      Sol,
      Equipe NeuroSaber 💙

Leave a comment

0.0/5

x

Estou aqui para ajudar 🤗

Me chame quando precisar 😊