Skip to content Skip to footer

Bipolaridade Infantil: conheça os sinais e tratamentos

Por acaso vocês já ouviram falar sobre bipolaridade infantil? O tema não é inédito e tem um grande respaldo da comunidade científica. De qualquer maneira, pais e profissionais ainda podem encontrar dificuldades para conceber o quanto isso afeta as crianças e até mesmo quais são os sinais que evidenciam essa condição, reconhecida pela ciência como Transtorno Bipolar.

O que é o Transtorno Bipolar?

Ele é considerado por especialistas da área da saúde como um distúrbio psiquiátrico complexo, no qual a alternância de humor costuma ser a característica mais marcante. A pessoa pode apresentar momentos de depressão e irritabilidade ou de grande euforia.
No entanto, dentro desses dois polos existem outros sinais perceptíveis no dia a dia dos indivíduos, pois esses traços são marcantes. A bipolaridade infantil não fica atrás e apresenta traços que precisam de atenção dos adultos que estão por perto.

Quais são os sinais da bipolaridade infantil?

• Momentos de humor e excitação bastante elevados: felicidade ou irritação excessiva;
• Comportamentos que podem colocar a criança em situações perigosas: pular de lugares altos, por exemplo.
• O pequeno tenta mostrar superioridade em suas ações; assuntos de conversa com uma conotação de grandiosidade: só ele tem superpoderes, ninguém pode com ele, todos têm de fazer o que ele mandar, etc.
• A criança não sente tanto sono;
• A fala do pequeno é muito rápida; além disso, ele muda rapidamente de um assunto para outro sem encerrar o que havia começado;
• É possível notar o envolvimento em vários projetos escolares e em outras atividades no geral, mostrando grande disposição;
• Humor deprimido ou irritável em parte considerável do dia;
• Grande diminuição do interesse ou prazer em todas ou em quase todas as atividades;
• Perda ou ganho de peso de maneira significativa;
• Fadiga ou perda de energia;
• Agressões a terceiros ou a si mesmo. Em casos extremos, a criança pode tentar o suicídio;
• Recusa a ir à escola;
• Dificuldade para organizar a informação;
• Baixo controle dos impulsos;
• A criança pode manifestar prejuízo na memória episódica;
• Dificuldades em adquirir autonomia social;
• O pequeno presenta altos e baixos de aproveitamento acadêmico, que decai de forma inesperada e demora a ser recuperado devido às oscilações do humor presentes em seu cotidiano.

Quais são os tratamentos mais indicados?

Na verdade, existe uma série de tratamentos para diminuir os efeitos da bipolaridade infantil. Há intervenções que podem ser feitas na escola com uma equipe formada por psicopedagogos; outros tratamentos contam com o auxílio de psicólogos, analistas comportamentais, psiquiatras e demais especialistas da área.
O uso de medicamento deve ser acompanhado com cautela. Somente os profissionais devem receitar os fármacos que têm a função de auxiliar a criança junto com as intervenções. Por isso o contato com especialistas é imprescindível.
Um paciente com bipolaridade infantil pode também encontrar meios eficazes de amenizar a ocorrência dos sintomas por meio da psicoterapia. Estudos revelam que intervenções proporcionam o desenvolvimento de habilidades que, sem nenhuma intervenção, não possibilitam os pequenos e os jovens a uma vida com mais bem-estar. A psicoterapia favorece essa habilidade.

51 Comments

  • Samia Helen Paixão Rosado da Silva
    Posted 03/08/2018 at 3:04 pm

    Muito interessante esse assunto, acho que meu filho se encaixa nesses sintomas..

    • Nildete Santos Miranda
      Posted 15/02/2021 at 10:55 am

      Bom dia! Estou passando por isso de 3 meses para ka, filha de mãe esquizofrênica….
      Agressiva
      Bipolar
      Muda de comportamento todo instante, não está obedecendo regras.
      Do ela pode tudo….. E qdo estou falando com um adulto, não respeita….4 anos tem.

      • Camila Pinheiro Gomes
        Posted 14/04/2021 at 7:17 pm

        Meu filho está do mesmo jeito ele tem tem 4 anos

        • Samanta Calefi
          Posted 01/08/2021 at 10:12 pm

          Olá!!!!
          Estou passando por isso com o meu filho. Achávamos que era TDAH, mas tem aí uma linha tênue… ele não aceita qualquer comando. Eu não consigo fazer nada quando ele está comigo. Não posso conversar com ninguém. Ele faz escândalo. Tem ataques de raiva.
          Vários episódios de bater nos amigos da escola. Esta tudo bem difícil por aqui. Se tiver alguma mãe querendo trocar ideias ou até mesmo nos confortados, estou aqui.

          • Tarusa Pagani Azeredo
            Posted 03/11/2021 at 5:11 pm

            OI Samanta! Descreveu minha filha, só que aqui achavamos que era TOD. Levamos a psiquiatra e ela diagnosticou a bipolaridade, estamos em tratamento a 4 meses, mas sem grandes progressos

          • Webster
            Posted 03/11/2021 at 5:40 pm

            Olá, Tarusa.

            Agradecemos a sua interação em nosso blog.
            Obrigada pelo carinho! Continue sempre acompanhando! 💙

            Webster,
            Equipe NeuroSaber.

          • Luciana
            Posted 25/02/2022 at 11:49 am

            Oi,estou passando exatamente por isso,ja fizeram ate bo do meu filho d e9 anos na escola,ja nao sei o que fazer,esta sendo tratado com concerta,trileptal,aristab ,mais parece nao esta da do certo

          • silvana
            Posted 12/04/2022 at 2:10 pm

            Oi, me identifiquei..estou apavorada
            [email protected]

          • Eliana
            Posted 26/09/2022 at 10:58 am

            Oi estou passando por isso. Socorro!

          • CYBELLE FRAGA
            Posted 10/12/2022 at 3:31 am

            Busque ajuda de um médico psiquiatra infantil. Seu filho pode ter o Transtorno Opositor Desafiador.

          • Joyce
            Posted 15/12/2022 at 3:31 am

            Realmente Samanta, o diagnóstico é muito complicado. Mas fico feliz que tenha dado certo, espero que você e seu filho estejam conseguindo se desenvolver! Adoraria trocar sobre tratamentos e procedimentos…. manejos. braços

          • Taynah
            Posted 27/12/2022 at 12:49 am

            Olá gostaria de falar mais sobre isso, também passo pelo o mesmo.

  • Alciene Lino Ferreira Dias
    Posted 03/08/2018 at 3:45 pm

    gostei destas informações sou professora de educação infantil e gostaria de receber informações no meu email.

    • Isabela
      Posted 20/02/2020 at 1:20 pm

      A bipolaridade infantil pode ser diagnosticado a partir de quantos anos?

      • Kesia Pereira Miranda Lustosa
        Posted 17/01/2022 at 3:27 am

        Qual uma criança e bipolar

    • Priscila Portal
      Posted 01/08/2022 at 11:15 am

      Minha filha vai fazer 4 anos esse mês. Ela tem uma mudança de humor, que eu fico perplexa. Cheguei a pensar que era TDAH, mas estou desconfiando que bipolaridade. Ela não aceita alguns comandos, faz escândalos, pq quer aquilo, esse comportamento chega durar 1 hora e 30, então do nada ela muda, muda o assunto como se nada tivesse acontecido, já cheguei a perguntar sobre o que aconteceu, mas é como se não tivesse acontecido. Acontece com mais alguém???
      Estou levando ela há 2 semanas na psicóloga, mas ainda não tive conversando com a profissional. Espero que essa semana consiga ter a conversa com ela. Isso tem tirado minha paz. Alguém que passe por isso, já procurou ajuda, como foi?

      • Fabiana
        Posted 26/08/2022 at 12:35 am

        Como foi a resposta da psicóloga?

      • Aline
        Posted 14/09/2022 at 3:03 am

        Minha Sobrinha está passando por algo parecido. Ela tem 3 anos, meus pais relatam, ela morde muito e com força de tirar o pedaço, a coitada da minha irmã que ficou com uma deficiência mental por causa da bipolaridade, tinha tendência suicida, mãe da menina e o pai é depressivo. Essa minha sobrinha tem muitos acessos de raiva, de querer machucar, bater, ela pede braço, querendo colo, pegue mordida, coitado dos meus pais que criam a menina, estam muito frequente esses comportamentos.

  • Daniela
    Posted 09/08/2018 at 9:03 am

    Este tema é muito importante. Gostaria de receber mais materiais sobre.
    Obrigada

  • Francisco de Asis Do Rêgo Monteiro Rocha
    Posted 05/01/2019 at 6:03 pm

    Achei interessante o comentário. Sugiro, no entanto, que as observações sobre o tema, abrangessem mais o campo científico e farmacológico. Muito grato.

    • Adriana Matias
      Posted 09/01/2019 at 11:48 am

      Olá Francisco , agradecemos o contato enviado como sugestão ao setor responsável .

  • Janaina Souza
    Posted 14/01/2019 at 1:14 pm

    Minha filha tem 5 anos e foi diagnosticada com bipolaridade é bem complicado lidar com ela é um ensinamento todos os dias,gostaria de aprender mais sobre esse assunto.

    • NeuroSaber Responde
      Posted 15/01/2019 at 10:04 am

      Ola Janaina, continue nos acompanhando, temos sempre novidades em nossas paginas.

    • Poliana
      Posted 11/09/2020 at 6:57 am

      Sua filha muda muito de humor? Tem irritabilidade muito fácil? Como ela se comporta.

      Eu descobri a bipolaridade recentemente, e acredito que sempre apresentei todos os sintomas desde criança.

    • Fabia
      Posted 19/04/2022 at 5:59 pm

      Gostaria de conversar com vc.

  • Josineide Monteiro de Lima Costa
    Posted 14/03/2019 at 5:42 am

    O material é bastante esclarecedor, pois me ajudou a compreender as atitudes agressivas e as vezes dócil de um aluno com 6 anos. Quando contrariado fica violento até com os adultos.

  • Beliza
    Posted 27/06/2019 at 6:05 pm

    É possível uma criança de apenas quatro anos desenvolver os primeiros sintomas?!

    • Instituto Neurosaber
      Posted 03/07/2019 at 10:15 pm

      Olá Beliza, é possível sim!

  • karinne vieira
    Posted 04/05/2020 at 11:20 am

    bom dia. tenho uma sobrinha afilhada de 1 ano e 8 meses que tem demonstrado muita birra, se irrita com muita facilidade e algumas vezes chega a bater em si mesma, a mãe está com medo que seja algum transtorno psicológico.

    • Suporte Neurosaber
      Posted 04/05/2020 at 7:18 pm

      Olá Karine, É importante buscar um especialista para lhe dar melhores informações e orientação para uma intervenção.De qualquer forma , temos conteúdos no youtube.com/neurosabervideos e também em nosso blog que podem te ajudar em muitas questões.

      • Clenir
        Posted 16/12/2021 at 11:57 pm

        Quero saber aprender lhe dar com meu filho ele e autista e bipolar muito agressivo,raivoso.

        • Webster
          Posted 17/12/2021 at 11:12 am

          Olá, Clenir!

          Sem avaliação não podemos dar uma orientação precisa sobre o caso. É importante buscar um especialista para lhe dar melhores informações e orientação para uma intervenção.
          De qualquer forma, temos conteúdos no youtube.com/neurosabervideos e também em nosso blog que podem te ajudar em muitas questões.

          Agradecemos pela confiança em nosso trabalho.

          Webster,
          Equipe NeuroSaber 💙

  • Gabriela
    Posted 22/05/2020 at 8:28 am

    Olá tem referências? Gostaria de pesquisar mais técnico sobre o assunto para um trabalho acadêmico.

    • Suporte Neurosaber
      Posted 25/05/2020 at 9:38 am

      Olá Gabriela , não tem as referências do conteúdo, mas vamos colocar em nossa pauta para disponibilizar nos próximos artigos postado.Obrigada pelo contato!

  • leandro
    Posted 08/06/2020 at 1:02 pm

    se alguém com bipolaridade infantil recebesse o tratamento adequado quando criança, sua fase adulta não teria desenvolvimento significativo da doença ou a doença ainda seria desencadeada de forma mais agressiva?

  • FABIANO LUCAS DE SENA
    Posted 06/10/2020 at 1:22 pm

    E qual seria a grande diferença em tab e tdah? Eu sou bipolar e meu filho foi diagnosticado com tdah, fiz psicopedagogia para saber mais sobre o assunto, acho que ele tem bipolaridade infantil. São muito parecidos com os sintomas que tenho.

  • Ronicleide Moreira da silva
    Posted 18/03/2021 at 3:20 am

    Olá tenho um filho de dez anos foi diagnosticado por um psiquiatra por um transtorno e hiperatividade sofro muito e quando falo com ele está ficando agressivo não me ouve me responde sempre mal,é ele é um menino dono de um coração muito humano cheio de amor ele é muito amoroso mas muda de humor em segundos me ajude .obrigado

  • Lily
    Posted 28/03/2021 at 8:45 pm

    Ola boa noite minha filha tem 10 anos e de a 3 meses para cá a sua atitude mudou drasticamente e eu tou chegando ao limite será que que ela se encaixa no perfil de bipolar:
    Mudança constante de humor
    Bate em mim e na irmã sem motivo
    Se lhe chamo a atenção começa a gritar e a pedir ajuda que a quero matar
    Constante faz asneiras e sabe que está a fazer algo errado
    Contrariar ela tá fora de questão
    Todas as manhãs é uma guerra para ir para a escola
    Sem falar as vezes que fala em suicidio e que ninguém gosta dela
    O dia dia dela e dividido em partes que está bem e de repente parece que o mundo vai acabar e lá vem mais um episódio de raiva
    Estou ficando desesperada

    • NeuroSaber
      Posted 30/03/2021 at 10:55 am

      Olá Lily
      Sem avaliação não podemos dar uma orientação precisa sobre caso.
      Esse comportamento pode ser por muitos motivos diferentes. Temos muitos conteúdos que podem te ajudar a entender melhor isso. Acesse youtube.com/neurosabervideos
      Orientamos que procure um especialista pessoalmente para lhe dar melhores informações e orientação assertiva sobre caso da sua filha.
      Atenciosamente,
      Equipe NeuroSaber

  • Mônica Amaral
    Posted 22/04/2021 at 9:28 am

    Tenho um filho de 11 anos,ele é muito cruel ,com o irmão mais novo!!!!
    Raramente ele faz algo bom p irmão,muda de comportamento,se isola ,não come e do nada acorda bem vai p rua é feliz!!!
    Exausta

  • Aline
    Posted 02/08/2021 at 1:28 am

    Desde meus 5 anos já tinha momentos depressivos diferente das criança que conhecia. Já era um sintoma da bipolaridade. Hoje tenho 37 e há mais de 10 anos tenho o diagnóstico para transtorno bipolar.

  • Leo
    Posted 28/04/2022 at 12:53 am

    Nossa eu tô sofrendo com minha sobrinha, tem dia que tá um anjo, tem dia que ela está bem agressiva, e inventa mentiras isso com 5 anos, minha mulher fica brava pq eu devo concorda mesmo sendo mentira, mais eu acho errado. Eu a trato tão bem como se fosse uma filha, eu quem leva e busca na escola até na maior parte das vezes, fico triste acabo sendo a vítima

    • Solange
      Posted 28/04/2022 at 1:06 pm

      Olá Leo, tudo bem?

      Primeiramente agradecemos pela confiança! Nesses casos orientamos buscar um especialista pessoalmente para lhe dar melhores informações e orientação assertivas sobre o caso. De qualquer forma, temos conteúdos no youtube.com/neurosabervideos e Artigos em nosso Blog: http://www.neurosaber.com.br/artigos que podem te ajudar em muitas questões.

      Sol,
      Equipe NeuroSaber 💙

  • Kelly
    Posted 25/08/2022 at 9:59 pm

    Boa noite minha filha tem 11 anos e desde de pequena ela tem um comportamento agressivo com as pessoas, já outras vezes é um doce de menina, muda de assunto né um minuto, se contraria ela ela explode com qualquer um e difícil de fazer amizades,
    Fala em morrer qd e contrariada
    E agressiva com palavras, já levei ela a lguns psicólogos mas ninguém me sinaliza o que pode ser
    Hoje ela está fazendo terapia, a terapeuta falou da bipolaridade que pode ser
    Gostaria de saber se alguém aqui está passando por isso tbm

    • Solange
      Posted 26/08/2022 at 1:19 pm

      Olá Kelly, tudo bem?

      O diagnóstico e acompanhamento requerem avaliação interdisciplinar com o envolvimento de especialistas nas áreas de neuropsicologia e neuropediatria.

      Sol,
      Equipe NeuroSaber 💙

  • Bruna Marra
    Posted 26/10/2022 at 7:25 pm

    Olá
    Meu enteado de 6 anos tem um comportamento muito próximo dos comentários e do artigo.
    Ainda não conseguimos psicoterapia pois a fila aqui na cidade está com mais de 200 pessoas a frente dele.
    Por ler outros artigos de TDAH, parecia com ele. Porém deduzo que seja bipolaridade e hiperatividade. Ele é agressivo, não aceita o “não”, faz de tudo para chamar atenção, dispersa rápido, altera o humor muito rápido, sono altera com frequência etc
    Caso alguém mantém controle com ajuda de psicoterapia, por favor indique ações iniciais que podem nos ajudar. Já fizemos e continuamos tentando de tudo.

    • Solange
      Posted 27/10/2022 at 12:42 pm

      Olá Bruna, tudo bem?

      Agradecemos a sua confiança em compartilhar isso com a gente e pedir ajuda. Estou encaminhando para você os horários de atendimento e o número do Dr. Clay Brites, ele é um profissional especializado e atencioso que poderá te ajudar.

      Contato de agendamento do Dr.Clay Brites
      Londrina: 43 9 9113-3637 (Whatsapp)
      São Paulo: Whatsapp: 11 9 3078-0888 Telefone: 11 2985-2010 (Rua Pedroso Alvarenga, 1208 – Itaim Bibi, São Paulo – SP)
      Horário de atendimento: das 8h – 17h30
      E também faz tele atendimento.

      Sol,
      Equipe NeuroSaber 💙

Leave a comment

0.0/5