Skip to content Skip to footer

Bullying Escolar: Identificação, Prevenção e Intervenção

Bullying Escolar: Identificação, Prevenção e Intervenção

O bullying escolar é um problema sério que merece preocupação, por isso, como pais e professores, é nossa missão compreendê-lo, detectá-lo e abordá-lo de forma eficaz.

Hoje, 20 de outubro, comemoramos o Dia Mundial Anti-Bullying. Esta data é um lembrete de que o bullying não é um problema local, mas que afeta crianças em todo o mundo.

Neste artigo vamos trazer informações valiosas sobre o bullying nas escolas, ao mesmo tempo que estimulamos sua curiosidade e damos dicas práticas para lidar com o assunto.

Desvendando o Bullying Escolar

O bullying nas escolas é complexo e para compreender melhor o assunto é necessário fazer algumas perguntas fundamentais:

  • Qual é a diferença entre piadas comuns e bullying? – O bullying é caracterizado pela repetição e intencionalidade e é mais do que uma simples brincadeira que envolve uma intenção clara de causar danos à vítima. Portanto, reconhecer essa linha tênue é crucial para uma intervenção imediata.
  • Como o bullying afeta vítimas e perpetradores? – O bullying tem efeitos profundos tanto na vítima como no agressor, uma vez que a vítima pode sofrer graves danos emocionais e físicos, enquanto o agressor pode desenvolver problemas comportamentais e emocionais.

Sinais que podem identificar o bullying

Identificar o bullying é fundamental e para te ajudar, aqui estão alguns sinais que uma criança pode estar sofrendo bullying incluem:

  • Mudanças comportamentais: isolamento, depressão, agressividade ou retraimento.
  • Queda repentina no desempenho escolar: o que está por trás dessa mudança?
  • Ferimentos inexplicáveis: como explicar arranhões ou contusões não justificadas?
  • Medo e preocupação: por que a criança teme ir à escola ou estar perto de colegas específicos?

Prevenção e Intervenção

Como todos sabemos, a prevenção é fundamental e é importante que pais e professores considerem e criem um ambiente seguro, promovam uma cultura de respeito e encorajem a comunicação aberta com os seus filhos.

Portanto, caso seja detectado bullying, a intervenção é crucial. Em outras palavras, o diálogo aberto, o apoio emocional e a compreensão das consequências do bullying são ações necessárias.

O bullying nas escolas não é um problema que possamos ignorar e as estatísticas revelam a sua prevalência e o seu profundo impacto na vida das crianças.

Hoje, no “Dia Mundial de Combate ao Bullying”, é importante lembrarmos que a sensibilização e a ação são cruciais todos os dias, e é por isso que devemos trabalhar para tornar as nossas escolas mais seguras para as nossas crianças.

Gostou do nosso conteúdo? Cadastre-se na nossa newsletter, no final da página, para saber mais. 


Referências:

IBGE: 40% dos alunos já sofreram ‘bullying’ e 24% dizem ….  (2023). Disponível em: <https://valor.globo.com/brasil/noticia/2022/07/13/ibge-40-pontos-percentuais-dos-alunos-j-sofreram-bullying-e-24-dizem-que-vida-no-vale-a-pena.ghtml> Retirado em outubro de  2023.

Burger, C., Strohmeier, D. & Kollerová, L. Os professores podem fazer a diferença no bullying: efeitos das intervenções dos professores na adoção pelos alunos dos papéis de agressor, vítima, agressor-vítima ou defensor ao longo do tempo. J Juventude Adolescência 51 , 2312–2327 (2022). https://doi.org/10.1007/s10964-022-01674-6. Acesso em: Outubro 2023

Bullying: how to spot the signs in children and teenagers. (2022, November 25). Raising Children Network. https://raisingchildren.net.au/school-age/behaviour/bullying/bullying-signs. Acesso em: Outubro de 2023.

Leave a comment