Skip to content Skip to footer

Como diferenciar déficit de atenção de problemas de memória?

Vocês já conversaram com alguma pessoa que tentou associar o déficit de atenção com os problemas de memória? Se a resposta for sim, saibam que quem procurou achar um elo entre as duas situações não estava tão perdido no meio do caminho. Há fundamento. Embora ambos possam significar problemas distintos, eles têm, sim, uma relação em comum.
O que chama a atenção para esse elo entre o déficit de atenção e os problemas de memória está na parte física de onde eles são originados. Mas isso é possível? Sim, pois tanto um quanto outro são resultados de uma disfunção na área do córtex cerebral, conhecida como Lobo Pré-frontal.
No caso de um funcionamento comprometido, é inegável que a pessoa comece a enfrentar dificuldades em memória, concentração, impulsividade, entre outros.
A ligação entre o déficit de atenção e os problemas de memória também é feita porque uma das consequências do primeiro caso pode ser o comprometimento da memorização, por exemplo.
Contudo, é importante saber que existe a possibilidade de cada um acontecer de maneira independente do outro. Portanto, o problema de memória pode ocorrer sem a existência do déficit de atenção ou vice-versa. É válido ressaltar, portanto, a diferença que existe entre eles, para que todos fiquem bem informados.

O que é o déficit de atenção?

O transtorno de déficit de atenção com hiperatividade (TDAH) é um transtorno de base orgânica. Ele se caracteriza por comportamentos notáveis a partir da infância, a saber: distração, hiperatividade, desorganização e esquecimento. O TDAH ocorre mais na população masculina.

Outro dado interessante e imprescindível é o fato de o déficit de atenção poder ser dividido em três graus:

– Leve: nesse caso, os sintomas são bem amenos, embora suficientes para serem diagnosticados. A vida da pessoa não sofre tantos reveses, mesmo que alguns aspectos fiquem levemente prejudicados: acadêmico, profissional ou funcionamento social;
– Moderada: o déficit de atenção moderado é aquele em que o paciente pode manifestar os sintomas variantes entre o leve e o grave;
– Grave: aqui, o indivíduo apresenta muitos sintomas necessários para o diagnóstico da síndrome. O impacto do TDAH em sua vida pode ser notado em situações prejudiciais à vida da pessoa.

O que é problema de memória?

O problema de memória, por sua vez, tem causas diversas e pode estar relacionado a vários fatores. Ele também é reversível ou irreversível.
Aspectos como ansiedade, depressão, uso de medicamentos controlados, falta de sono, infecções e doenças neurológicas (Alzheimer) estão na lista dos possíveis motivos que levam uma pessoa a ter a memória prejudicada.
Na maioria dos casos, tais problemas encontram tratamentos para amenizar os efeitos causados na vida dos pacientes. Diferente do Mal de Alzheimer, que não tem cura e tende a degradar a condição de vida da pessoa.
Auxílio profissional
É importante que a qualquer sinal de déficit de atenção (possível detecção na infância) e de problema de memória (em qualquer idade – sobretudo a partir dos 30 anos), a melhor solução é procurar ajuda médica.

Veja neste vídeo alguns tipos de TDAH

48 Comments

  • Alcione
    Posted 17/10/2017 at 9:30 pm

    Muito bom!!!!

  • Márcia Felício dos Santos
    Posted 17/10/2017 at 11:38 pm

    Como marcamos consulta com o Dr é a Dra.

    • NeuroSaber Responde
      Posted 01/11/2017 at 10:16 am

      Ola Marcia,
      Entre em contato com o consultório através dos fones:43-99162-7093 Londrina-Pr ou 43-99113637 Arapongas-Pr.
      >>>>>>>>Consultório Dr. Clay>>>> Londrina-Pr (43)99162-7093
      Arapongas-pr (43)3055-2324/(43)999113637
      Santo Antonio da Platina (43)3534-7404

  • Dam iana januaria da Silva cortez
    Posted 20/10/2017 at 12:43 am

    Muito bom o conhecimentor do neurosaber com nova sabedo ria com o ser humano

  • camila rodrigues carvalho
    Posted 21/10/2017 at 11:10 am

    eu estou enriquecendo meu conhecimento e aplicando no dia dia com meus alunos e no consultorio pois sou psicopedagoga clincia

  • Dênise Ferreira Ghigiarelli
    Posted 22/10/2017 at 9:57 am

    Bom dia. Sou Neuropsicóloga. Estou fazendo avaliação em um garoto de 13 anos. Tem dificuldade de aprendizagem e muita dificuldade com memória, interpretação e compreensão. Porém, todos os itens de atenção estão preservados. Não apresenta hiperatividade. E os itens de memória muito baixos. Estou meio perdida nesta avaliação….

  • iblia
    Posted 22/10/2017 at 7:35 pm

    Bom

  • José Fontaine Costa Ramos de
    Posted 22/10/2017 at 8:54 pm

    Estou gostando imensamente das informações disponíveis e que tiram dúvidas tão frequentes.

  • CRISTIANE VENZKE NOGUEIRA
    Posted 22/10/2017 at 9:26 pm

    adoro vocês, gostaria tanto de fazer um curso presencial, deve ser ótimo

    • NeuroSaber Responde
      Posted 01/11/2017 at 10:08 am

      Ola Cristiane, ainda não temos cursos presenciais. Quem sabe né???

  • GILVANI BENSONE
    Posted 26/10/2017 at 3:47 pm

    tenho muita dificuldade com estudo. tenho que decorar antes e fazer a prova logo em seguida pois nao consigo guardar na memoria por muito tempo. fico com uma vaga lembrança daquilo que estudei muitos detalhes escapam e mesmo me esforçando nao consigo puchar na memoria oque estudei.
    esqueço quas tudo que vou fazer vou tomar banho e esqueço a toalha por exemplo, e isso vem acontecendo com mais frequencia.
    gostaria de saber se consigo algum diagnostico para esse comportamento e possivel tratamento?

    • NeuroSaber Responde
      Posted 01/11/2017 at 9:43 am

      Ola Gilvani, o neurologista pode te orientar.

  • Jackeline Teixeira
    Posted 29/11/2017 at 5:32 pm

    Tenho uma filha de 7 anos diagnosticada com TDAH, ela tem muito problema com atenção, começou a ler esse ano (ainda ler pouco), mas uma criança muito educada e comportada, as professoras falam q ela é um amor de criança, mas o defict de atenção q ela tem é grande. O que posso fazer pra ajuda-lá? ela ja faz acompanhamento com fono e psicopedagoga.

  • Andrea
    Posted 02/12/2017 at 6:19 pm

    Boa noite, preciso de ajuda com o meu filho sou de Sao Paulo e o meu filho tem todos os sitomas de TDAH qual especialidade mesico que agendo uma consulta para uma avaliacao, pelo sua explicacao ele combina com todos os sitomas do TDAH combinado.

    • NeuroSaber Responde
      Posted 08/12/2017 at 8:37 am

      Neurologista

  • Luiza
    Posted 05/05/2018 at 11:32 pm

    Olá! Ótimo vídeo! O TDAH pode evoluir para um quadro de TAG e Depressão?? Me falaram que o hiperativo não deprime. A hiperatividade não pode se manifestar mais no pensamento acelerado do que agitação motora? O pensamento acelerado não pode dar hipersonia?
    Pergunto isso pois sou uma adulta ainda esperando um diagnóstico correto. Fui diagnosticada com TAG, e tenho um pensamento super acelerado, me entedio e preciso de novos estímulos o tempo todo e não consigo manter a atenção. Minha memória é péssima, sou super desligada. Parar e me concentrar para fazer algo é um parto. Fico tendo que levantar, e não consigo focar na atividade.
    Qual o melhor profissional para diagnosticar em adultos? Pq uns me falaram de Bipolaridade, outros de TDA ou TDAH(que eu acho que se encaixa), Só TAG. Depressão. e assim vai sem uma melhora significativa
    Obrigada!

    • NeuroSaber Responde
      Posted 09/05/2018 at 12:03 pm

      O neurologista, ele poderá fazer os encaminhamentos necessários.

  • LÍVIA MARIA DA SILVA
    Posted 06/05/2018 at 12:27 pm

    Boa tarde, sou pedagoga e psicopedagoga. Quando criança era chamada de quietinha, mas na verdade eu não entendia o que a professora fala era como se eu ouvisse mas não escultava porque se ela perguntasse assim que terminasse de falar eu já não lembrava o que ela tinha dito e o pior é que eu ja tenho 30 anos e continua da mesma forma. Tenho um esquecimento horrível, não sei organizar o tempo, começo a fazer as coisas e não termino já vou fazer outra coisa. agora estou estudando para concurso, mas não estou progredindo não sou constante e não fixo o que estudo, sou desorganizada, distraída e não consigo me concentrar. O que eu faço? Eu só fiquei sabendo que eu sou assim quando comecei a psicopedagogia porque a professora passou a aula toda falando de mim. Sera que mesmo adulta ainda consigo tratamento?

    • NeuroSaber Responde
      Posted 09/05/2018 at 11:51 am

      Sim, procure um neurologista, ele poderá fazer as intervenções corretas.

    • Mirian
      Posted 05/04/2023 at 4:55 am

      Olá! Me chamo Mirian e estou em uma situação bem parecida, podemos conversar e trocar experiências.
      [email protected]

  • Camila
    Posted 31/07/2019 at 10:16 pm

    Tenho problemas de memoria desde a infância e isso sempre me prejudicou muito .
    Hoje adulta com 32 anos ainda tenho graves problemas de memória ,isso é terrível pois não tenho acesso a médicos particulares e a rede publica não funciona.
    Meu sonho de vida é ter uma memória comum.
    Achei o site de vcs e gostei muito.

  • Irene IMACULADA DO NASCIMENTO
    Posted 30/08/2019 at 7:14 pm

    Olá eu sou a irene mãe da Isabelly a minha tinha hoje na escola teve um momento de esquecimento ela não lembrava de mim nen da avó nem do pai demorou um pouco para ela voltar em si ela e um pouco nervosa será que tem a ver com nervosismo eu fiquei muito preocupada obrigada..

    • Suporte Neurosaber
      Posted 30/08/2019 at 7:20 pm

      Olá Irene , tudo bem ? Sem avaliação não podemos dar uma orientação
      precisa sobre caso .
      É importante buscar um especialista para lhe dar melhores informações e orientação para uma
      intervenção.De qualquer forma , temos conteúdos no youtube.com/neurosabervideos e também em nosso
      blog que podem te ajudar em muitas questões.

  • ROBSON PACINI DE RESENDE
    Posted 07/11/2019 at 8:04 pm

    Olá! Meu irmão tem problemas acentuados de memória. Ele se esquece muito fácil do que fez ou das tarefas mais simples do cotidiano, como por exemplo, um compromisso. Gostaria de saber qual é o profissional que trata desse tipo de patologia.
    Desde já, agradeço

    • Suporte Neurosaber
      Posted 08/11/2019 at 9:09 am

      Olá Robson ,
      procure um Neurologista caso for necessário irá encaminhar para outro profissional .

  • Gabriele Destefani Veronez
    Posted 07/11/2020 at 3:56 pm

    Eu acho que tenho problema de memória isso me deixa muito triste eu esqueço muito das coisas, a falta de atenção é a pior tenho, ansiedade, muita insônia, sofro demais, preciso de ajuda!

    • NeuroSaber
      Posted 12/11/2020 at 10:49 am

      Olá Gabriele,
      Primeiramente obrigada pela confiança!
      Nesses casos orientamos buscar um especialista pessoalmente para lhe dar melhores informações e orientação assertivas sobre o caso.
      De qualquer forma,temos conteúdos no youtube.com/neurosabervideos e Artigos em nosso Blog: http://www.neurosaber.com.br/artigos que podem te ajudar em muitas questões.
      Atenciosamente,
      Equipe NeuroSaber

  • Yarlla Gabriella Alves de Oliveira
    Posted 15/01/2021 at 11:47 pm

    Meu filho tem 6 anos e 7 meses tem dificuldade na fala trocas as letras omite sons tem dificuldade de lembrar nomes de pessoas letras números é inquieto as vezes bravo tudo tem que ser do seu jeito mas as vezes encurva-se e chora, emburra facilmente ,faz lindos desenhos, adora montar pecinhas, aprende fácil jogar no tablet, joga dama e consegue ganhar , será que ele tem algum problema de memória?

    • NeuroSaber
      Posted 15/02/2021 at 9:51 pm

      Olá Yarlla
      Primeiramente obrigada pela confiança!
      Nesses casos orientamos buscar um especialista pessoalmente para lhe dar melhores informações e orientação assertivas sobre o caso.
      De qualquer forma,temos conteúdos no youtube.com/neurosabervideos e Artigos em nosso Blog: http://www.neurosaber.com.br/artigos que podem te ajudar em muitas questões.
      Atenciosamente,
      Equipe NeuroSaber

  • Mario
    Posted 20/04/2021 at 2:31 pm

    Ola meu filho esta esquecendo de algumas coisas e ele esta um pouco diferente fica bravo com pequenas coisas ele fico fazendo lição de manhã até 0:54 e acordou 8:00 tenho medo de ser outra coisa por que não podiamos ir no hospital

  • Lino Ferreira
    Posted 04/09/2021 at 10:11 pm

    Olá! meu filho, não consegue em muitos casos lembra-se de algo que aprendeu em pouco tempo, esqueci-se com muita facilidade, não sei se é um déficit de atenção ou problema de memória, gostaria saber que especialista devo procurar para uma avaliação.

    • Rose
      Posted 23/05/2023 at 4:38 pm

      Boa tarde, me chama Rose tenho 42 anos e sempre tive dificuldade em aprender. Hoje a situação está mais difícil ainda, minha memória parece que apagou certas situações que aconteceu na minha memória parece que apagou certas partes da minha vida. Tenho muito dificuldade de lembrar das coisas. Tenho depressão diagnósticada a mais de 10 anos e trato. Estudar parece impossível pra mim. Me sinto muito frustada. Por favor me ajude.

      • Jhulli
        Posted 26/05/2023 at 1:36 am

        1.Consulte um profissional de saúde: É fundamental conversar com um médico, psicólogo ou psiquiatra sobre suas dificuldades de aprendizado e a perda de memória. Eles podem avaliar sua condição e fornecer orientações e tratamentos adequados.

        2.Explore diferentes métodos de aprendizagem: Cada pessoa tem uma maneira única de aprender. Experimente diferentes abordagens para encontrar aquela que funcione melhor para você. Isso pode incluir técnicas visuais, auditivas, práticas ou outras estratégias que facilitem sua compreensão e retenção de informações.

        3.Divida o estudo em partes menores: Em vez de tentar absorver uma grande quantidade de informações de uma só vez, divida o conteúdo em partes menores e mais gerenciáveis. Isso pode tornar o processo de aprendizagem menos avassalador e ajudar na retenção de informações.

        4.Estabeleça uma rotina de estudo: Ter uma rotina regular de estudos pode ser útil para criar um hábito de aprendizado. Defina um horário específico todos os dias para se dedicar ao estudo e tente cumprir esse compromisso com você mesma.

        5.Utilize técnicas de memorização: Existem várias técnicas de memorização que podem ajudar a melhorar sua retenção de informações, como criar associações, usar acrônimos ou mnemônicos, fazer resumos e revisões frequentes.

        6.Mantenha-se motivada e cuide do seu bem-estar: A depressão pode afetar a motivação e o interesse pelos estudos. Procure cuidar do seu bem-estar emocional, praticando atividades que lhe tragam prazer e buscando apoio social. Isso pode contribuir para melhorar seu estado de espírito e tornar o estudo mais acessível.

        7.Peça ajuda e suporte: Não hesite em pedir ajuda a familiares, amigos ou profissionais de educação. Eles podem oferecer suporte emocional, orientação ou até mesmo sugestões práticas para facilitar o seu processo de aprendizagem.

        Lembre-se de que cada jornada de aprendizado é única e leva tempo. Seja gentil consigo mesma e celebre cada pequena conquista ao longo do caminho. Desejo-lhe o melhor na sua jornada de aprendizado e superação das dificuldades.

        Jhulli, Equipe NeuroSaber 💙

  • Rita de Cássia
    Posted 25/01/2022 at 3:13 am

    Olá sou uma pessoa que teve diagnóstico de lislexia na infância porém aprendi muito cedo a ler faço interpretação de textos otimamente e elaboro trabalhos impecáveis ou seja não afetou minha capacidade acadêmica hoje curso pedagogia, porém tenho falhas de memória recente por éxemplo subi na cozinha meu marido acabou de pedir um copo de água eu desço faço oq fui fazer mas esqueço do copo , nem sempre lembro o que me pedem e outras coisas que julgo importante preciso anotar p não esquecer escrever mesmo. O que será que pode ser? tda??

    • Webster
      Posted 25/01/2022 at 2:13 pm

      Olá, Rita

      Primeiramente, agradecemos pela confiança em nosso trabalho! Sem avaliação não podemos dar uma orientação precisa sobre o caso. É importante buscar um especialista para lhe dar melhores informações e orientação para uma intervenção. De qualquer forma, temos conteúdos no youtube.com/neurosabervideos e também em nosso blog que podem te ajudar em muitas questões.

      Webster,
      Equipe NeuroSaber 💙

  • priscila albuquerque
    Posted 23/08/2022 at 4:23 pm

    Ola.tenho uma filha de 15 anos,ela n aceita as coisas q falamos e q pedimos,tipo n aceita n como resposta,fica nervosa,com raiva,grita e chova quando falamos algo q ela n goste ou q peça pra fzr algo.
    Tem ansiedade,n realiza nenhum tipo de tarefa,temos q gritar com ela q só assim pra fzr e mesmo assim ela faz com raiva,se joga na cama ou sofá com raiva,bate a porta quando sai e joga chinelo longe,esqueci e perdi as coisas com facilidade,ta com muita dificuldade de memória,tipo ela saiu da escola e foi pro ponto de ônibus ai q percebeu q estava sem a mochila pq colocou a mão pra trás,ai teve q voltar lá pra buscar,não lembra dos trabalhos de escola na própria aula com a professora,ela ja frequenta médicos desde os 4/5 anos e nunca dão um diagnóstico correto,teve uma neuropediatria q fomos e disse q ela tinha hiperatividade mas n nos deu um lado comprovando,hj ela já tem 15 anos e nd!

    • Solange
      Posted 23/08/2022 at 5:21 pm

      Olá Priscila, tudo bem?

      Agradecemos a sua confiança em compartilhar isso com a gente e pedir ajuda.

      Estou encaminhando para você os horários de atendimento e o número do Dr. Clay Brites, ele é um profissional especializado e atencioso que poderá te ajudar.

      Desejamos que tudo dê certo na sua jornada, qualquer outra dúvida estamos aqui:

      Contato de agendamento do Dr.Clay Brites
      Londrina: 43 9 9113-3637 (Whatsapp)
      São Paulo: Whatsapp: 11 9 3078-0888 Telefone: 11 2985-2010 (Rua Pedroso Alvarenga, 1208 – Itaim Bibi, São Paulo – SP)
      Horário de atendimento: das 8h – 17h30

      Sol,
      Equipe NeuroSaber 💙

  • Joelma
    Posted 15/04/2023 at 7:51 pm

    Gostaria d saber em relação a perda de memória recentes talvez tenha passado despercebido materiadespercebido na matéria Tá muito difícil conviver com isso Sei q preciso de um especialista Em Vitória -ES posso encontrar algum suporte?

    • Solange
      Posted 17/04/2023 at 7:00 pm

      Olá Joelma, tudo bem?

      Sinto muito em saber da sua dificuldade com a perda de memória recente. É importante buscar ajuda profissional se você estiver preocupado com sua memória e acredita que ela possa estar afetando sua vida diária.

      Em Vitória – ES, você pode encontrar vários profissionais de saúde que podem ajudá-lo a avaliar sua condição e a encontrar o melhor tratamento para sua situação. Sugiro que você consulte um médico clínico geral ou um neurologista, pois eles têm experiência em diagnosticar e tratar problemas de memória.

      Você também pode procurar por clínicas especializadas em distúrbios de memória ou psicólogos especializados em neuropsicologia, pois eles também podem ser uma boa opção para ajudar a avaliar e tratar a perda de memória.

      Espero que você encontre o suporte de que precisa e melhore sua qualidade de vida. Lembre-se de que a busca por ajuda é um passo importante para cuidar da sua saúde.

      Sol,
      Equipe NeuroSaber 💙

  • Fernanda Marçal
    Posted 16/05/2023 at 6:54 pm

    Tenho um filho de 8 anos, diagnosticado com autismo moderado. Ele não retêm as informações que são apreendidas, com isso não está alfabetizado. Está realizando as terapias e não toma medicamento.

    • Jhulli
      Posted 29/05/2023 at 3:54 pm

      Olá Fernanda, tudo bem?

      Entendo que você esteja preocupado com o desenvolvimento e o aprendizado do seu filho. É encorajador saber que seu filho está recebendo terapias para ajudar no seu desenvolvimento.

      Cada criança é única, e é fundamental ter paciência, compreensão e apoio durante o processo de aprendizado. Continue buscando informações e orientações dos profissionais de saúde que acompanham seu filho, pois eles podem oferecer estratégias específicas e personalizadas para atender às necessidades do seu filho com autismo.

      Jhulli, Equipe NeuroSaber 💙

  • Aolizete Grutzmann
    Posted 22/06/2023 at 12:26 am

    Boa noite tenho um filho de 14 anos, ele não consegue se concentrar em matemática. Será q devo procurar um neuro…

    • Jhulli
      Posted 04/07/2023 at 1:45 pm

      Olá, tudo bem? Antes de procurar um neurologista, pode ser útil explorar outras opções. É importante lembrar que existem diversas razões pelas quais uma pessoa pode ter dificuldade em se concentrar, e nem todas estão necessariamente relacionadas a problemas neurológicos. Alguns pontos que você pode considerar incluem:

      Falar com os professores: Converse com os professores de matemática de seu filho para obter uma perspectiva mais detalhada sobre seu desempenho e comportamento na sala de aula. Eles podem ter observações e sugestões valiosas.

      Apoio educacional: Verifique se a escola oferece recursos adicionais, como aulas de reforço, tutoria ou programas de apoio para ajudar os alunos com dificuldades em matemática. Essas opções podem proporcionar um ambiente de aprendizado mais personalizado e ajudar a identificar as áreas específicas em que seu filho está tendo dificuldades.

      Avaliação psicopedagógica: Considere procurar um profissional especializado em psicopedagogia para realizar uma avaliação mais abrangente das habilidades cognitivas, emocionais e educacionais de seu filho. Essa avaliação pode ajudar a identificar possíveis dificuldades de aprendizagem ou necessidades específicas que podem estar afetando seu desempenho em matemática.

      Estabelecer uma rotina de estudo: Ajude seu filho a criar uma rotina de estudo consistente, com horários definidos para a prática da matemática. Ambientes tranquilos, livres de distrações, podem ajudar a melhorar o foco e a concentração.

      Caso você tenha tentado essas opções e ainda esteja preocupado, é aconselhável consultar um médico especialista, como um neurologista, que poderá avaliar a situação mais a fundo. O neurologista poderá realizar uma avaliação neurológica e fornecer orientações específicas, se necessário.

      Espero que encontre a ajuda que precisa!

      Jhulli, Equipe NeuroSaber 💙 

  • Graziella Cristina
    Posted 29/06/2023 at 9:58 am

    Doutor a muito anos eu venho sofrendo com problemas na memória não lembro das coisas do passado.guardo as coisas e não lembro aonde coloquei no serviço já coloquei agua pra passar cafe e sai pro meu intervalo deixando ligado guardo dinheiro documentos e depôis não sei aonde guardei nunca descobrimos que eu tenho agora tenho dois filhos com suspeita de tdah e fico pensando será que é isso que eu tenho meu filho vai ser encaminhado pro psiquiatra

  • Carla
    Posted 30/06/2023 at 5:36 am

    Olá, meu filho tem 6 anos , moramos em Ribeirão Preto SP. É uma criança que lê , escreve e realiza contas matemáticas com facilidade , além de ter habilidades para desenhos acima da média, frequentando aulas de desenhos para adultos , por exemplo . Não tem distúrbio de aprendizado . Tem uma memória ótima , lembra de fatos acontecidos e situações . O problema é que se distrai com atividades cotidianas…. por exemplo, peço para ele buscar o chinelo no quarto ele vai e volta sem o chinelo ,peço para apagar a luz do quarto ele traz um casaco . Não é uma criança hiperativa , percebo q é ansioso e estabanado , derruba muito as coisas. Não sei que especialidade buscar para melhorar esta falta de atenção nos comandos cotidianos . Obrigada

    • Jhulli
      Posted 30/06/2023 at 5:51 pm

      Olá, tudo bem? É maravilhoso ver o quão talentoso e habilidoso seu filho é!

      Uma opção é consultar um pediatra ou médico de família, que poderá avaliar o comportamento do seu filho e encaminhá-lo a um especialista, se necessário. Um profissional de saúde pode realizar uma avaliação mais completa e, se necessário, encaminhar para um psicólogo, psicopedagogo ou neurologista infantil, dependendo dos sintomas apresentados.

      Um psicopedagogo pode ajudar a investigar se há alguma dificuldade específica relacionada à atenção e fornecer estratégias de intervenção educacional. Um psicólogo, por sua vez, pode auxiliar no desenvolvimento de técnicas de regulação emocional e controle da ansiedade, que podem contribuir para melhorar a atenção.

      É importante buscar orientação profissional para obter uma avaliação adequada e um plano de intervenção individualizado para atender às necessidades específicas do seu filho.

      Jhulli, Equipe NeuroSaber 💙

Leave a comment

0.0/5

x

Estou aqui para ajudar 🤗

Me chame quando precisar 😊