Skip to content Skip to footer

Como é o processo de alfabetização de uma criança com dislexia?

O termo dislexia é uma tradução do termo grego que significa “dificuldade com as palavras”. A dislexia é uma alteração nos neurotransmissores cerebrais que leva a dificuldades de leitura. O desenvolvimento da criança com dislexia é normal, mas as habilidades linguísticas associadas a leitura e escrita são afetadas. 

Na alfabetização é que podemos ver a dislexia emergir, em forma de dificuldades nos processamentos da linguagem. A criança começa a apresentar dificuldade em reconhecer, reproduzir, identificar e organizar os sons das letras.

A causa da dislexia é neurobiológica e genética, ou seja, a criança nasce com ela. Sua inteligência não é afetada, mas encontra dificuldades no processo de leitura, como diferenciar fonemas de sílabas e identificar palavras. O processo de alfabetização se torna um desafio, já que a leitura é um grande esforço para a criança com dislexia.

Como identificar a dislexia

Embora a dislexia seja uma condição herdada geneticamente, muito provavelmente só se manifesta no período em que a criança começa a aprender a ler. Toda criança encontra problemas e dificuldades no processo de alfabetização, que vai superando à medida que  aprende.

No entanto, algumas crianças permanecem demonstrando sinais de dificuldade na leitura, com um grau de atraso significativo e sem motivo aparente. Essas crianças podem ser encaminhadas para uma avaliação para detectar se há ou não a presença da dislexia.

Alguns sinais podem ajudar pais e professores a identificar a dislexia. Por exemplo, se a criança faz muita confusão entre sílabas e letras — como ‘d’ e ‘b’; ‘h’ e ‘n’, ‘d’ e ‘t’. Embora seja um erro comum entre as crianças em processo alfabetização, as com dislexia confundem letras semelhantes com muita frequência.

Da mesma forma, podem apresentar dispersão, desatenção e até mesmo aversão à escola devido as suas dificuldades. Além disso, as crianças com dislexia costumam ter atrasos no desenvolvimento da fala, dificuldades com rimas e cópias em sala de aula.

Como se dá o processo de alfabetização na dislexia

A dislexia é uma dificuldade específica de aprendizagem, uma condição de origem neurobiológica. Por isso, é um quadro disfuncional e não é causado por problemas sociais ou má alfabetização. 

A criança com dislexia tem dificuldades para ler palavras e também na ortografia. O transtorno de neurodesenvolvimento atinge a linguagem, então é preciso entender as melhores propostas de alfabetização para as crianças com dislexia.

Proposta de alfabetização para dislexia

A proposta de alfabetização tem que estar muito bem estruturada e trabalhar principalmente o som e a associação dos símbolos sonoros: as letras dos sons, instrução de sílaba, a morfologia das palavras.

A alfabetização estruturada deve ser sistemática e cumulativa, ou seja, com começo, meio e fim. A criança deve partir do simples para o complexo, do concreto para o abstrato e, gradualmente, aumentar a dificuldade. 

A instrução explícita é muito importante para o processo de alfabetização das crianças com dislexia. Assim como o ensino de diagnóstico, ou seja, a leitura dos sinais que as crianças apresentam, suas facilidades e dificuldades.

O olhar individualizado para o sujeito é fundamental no processo de alfabetização na dislexia, que se dá, basicamente, pela alfabetização multissensorial; repetição sistemática e frequentes revisões e aprendizagem baseada no acerto.

Dicas para trabalhar com crianças com dislexia

Como estimular e trabalhar as habilidades cognitivas de crianças com dislexia?

  • Atividades de percepção auditiva: ritmo, música.
  • Atividade com rimas: a rima trabalha o som e a forma como ele é produzido e processado. Músicas, poesias e jogos trabalham a rima, uma das habilidades mais importantes no processamento da estimulação da consciência fonológica. 
  • Atividade com palmas: trabalhar batendo palmas para criança imitar, alternando o ritmo, do mais leve ao mais forte, desenvolve a percepção auditiva além de outras habilidades que trabalham a consciência fonológica.

O que é consciência fonológica? É a forma como manipulamos o som, que se dá pela percepção da existência de palavras longas e curtas, que começam a mesma letra ou que são parecidas, que rimam, etc. 

  • Atividades de percepção visual: jogo dos sete erros, lince, figura e fundo — todas essas atividades estimulam a percepção visual.

É importante trabalhar tanto a parte visual quanto a parte auditiva, porque juntas auxiliam o processo de identificação e sequenciação na leitura e escrita. Afinal, a letra é um símbolo visual de um som e essas atividades ajudam no processo de alfabetização das crianças com dislexia.

Restou alguma dúvida? Deixe nos comentários. 

Referências:

https://psicologado.com.br/atuacao/psicologia-escolar/o-processo-de-alfabetizacao-da-crianca-com-dislexia-e-as-praticas-pedagogicas

14 Comments

  • Christiane
    Posted 21/02/2021 at 8:18 pm

    Obrigada por compartilhar conosco suas experiências e conselhos
    Sou psicopedagoga, faço alguns atendimentos e trabalho em um período como professora. Identifiquei que tenho uma Aluna com dislexia, a família não aceita nenhuma intervenção diz que é preguiça, por isso a criança não aprende a ler. Se possível me indiquem livros, vídeos, algo que eu consiga fazer em sala de aula para alfabetizar esta criança.

    • NeuroSaber
      Posted 22/02/2021 at 9:14 pm

      Olá Christiane,
      Acesse nossos canais, temos muitas informações importantes lá que podem ter respostas para suas dúvidas. Vale a pena conferir!!!
      YouTube: https://youtube.com/neurosabervideos
      Facebook: NeuroSaber
      Instagram: @neurosaberoficial
      Artigos em nosso Blog: http://www.neurosaber.com.br/artigos
      Conheça também nossos Programas, cursos e NeuroPalestras: https://lp.neurosaber.com.br/neurosaber-cursos/
      Atenciosamente,
      Equipe NeuroSaber

    • Talita
      Posted 04/11/2021 at 1:12 am

      Tem um filme muito bom que se chama “ Como estrelas na Terra”, é um filme indiano que fala sobre a dislexia.
      Tem na Netflix

      • Maradja
        Posted 04/11/2021 at 11:17 am

        Ótima dica, obrigada por compartilhar! 😉
        Você pode comentar com dicas sempre que quiser. 💙

    • Viviane Dias de Luca Gomes
      Posted 21/04/2022 at 3:54 pm

      Por mais profissionais como você, que se importam com o outro…. Que pena que a família seja a resistência… Meu filho foi diagnosticado com dislexia, faço o tratamento com o neurologista, tem laudos, mas esse ano estou encontrando resistência da escola em como trabalhar com ele .

      • Erica Chagas
        Posted 09/11/2022 at 12:22 pm

        Bom dia. Também encontro dificuldade e resistência na escola da minha filha, é triste ver que aqueles que estudaram para ensinar, não dar o total apoio a nossas crianças.

      • Nara
        Posted 23/12/2022 at 12:28 am

        vivi isso também!

  • elzilane
    Posted 17/03/2021 at 2:54 pm

    gostei foi de fundamental importância para o meu aprendizado…

  • Luzia Lobão Castelhano Nascimento
    Posted 27/03/2021 at 12:42 pm

    Tema sucinto mas muito bem explicado e de fácil entendimento. Tema do meu TCC, esse artigo me ajudou bastante.

  • Irenilda. Lobo
    Posted 01/08/2021 at 11:05 pm

    Boa noite,meu filho tem 10 anos e somente agora consegui,através de um exame com um neuropediatra o laudo para comprovar para a escola a sua dislexia. Ele já está no 5 ano do fundamental mais ainda tem muita dificuldade na leitura e mais ainda na escrita .O que posso fazer em casa para poder melhor ajuda- ló .

    • Erica Chagas
      Posted 09/11/2022 at 12:24 pm

      Vou passar minha menina no neuropediatra também, porque a escola também parece que não enxerga a dificuldade que ela tem 😞

  • Ednailsa De Lima Silva Bandeira
    Posted 27/12/2022 at 10:24 pm

    Eu tenho 54 anos e não terminei os estudos por ter dificuldades pra ler e escrever. Costaria muito poder terminar os estudos.

Leave a comment

0.0/5