Skip to content Skip to footer

Como lidar com a 'birra' infantil na escola?

Descubra como lidar com a birra infantil na escola com conversas e desenvolvendo habilidades sócio-emocionais nas crianças.
A birra infantil na escola não pode ser tratada como indisciplina ou capricho da criança. Ainda que seja um comportamento desafiador para os educadores, é preciso entender que se trata de um recurso usado pelas crianças quando não conseguem expressar o que sentem.
Acolher a criança que faz birra é a primeira coisa a se fazer, para que ela se se sinta segura. A criança pequena está experimento emoções, como o medo, e ainda não sabe bem o que são. Da mesma forma, é uma idade em que testam os limites dos pais e professores e estão aprendendo a lidar com a frustração.
Ainda que seja um comportamento mais comum em casa, com a família, ela acontece na escola também. Por isso, os professores precisam ajudá-la a desenvolver habilidades emocionais para descobrir que existem outras formas de pedir o que quer e expressar o que sente.

A birra infantil na escola

O choro é uma forma que a criança tem de se expressar o que não consegue definir. Uma maneira de comunicação e o professor precisa buscar entender o que ela quer dizer. O que acontece é que a birra é vista como indisciplina ou levada para o lado pessoal, como se fosse algo contra a pessoa. Não é, pois a criança ainda está aprendendo a lidar com seus sentimentos, medos e inseguranças.
Por isso, o mais importante é tentar acalmar a criança, que passa por um momento doloroso. Acolher, com um olhar atento, buscando compreender o que está por trás daquele choro é a melhor estratégia para lidar com a birra infantil na escola.

Como lidar com a birra infantil na escola

Mantenha a calma

Sim, sabemos que é difícil, que o choro da criança pode nos tirar do sério. No entanto, o professor deve buscar manter a calma e não pensar que a birra é algo pessoal, direcionada à sua pessoa. 
As crianças imitam os adultos e se espelham neles, por isso quanto mais calma a professora estiver, mais fácil será acalmar a criança. Da mesma forma, a irritação vai fazer com que a criança chore ainda mais.
Para acolher a criança, abaixe para falar com ela, olhe em seus olhos e converse calmamente, de um jeito que ela possa entender. A empatia é fundamental para lidar com a birra infantil na escola.

Facilite a adaptação na escola

A adaptação na escola é sempre uma fase difícil para todos, criança, família e professores. No entanto, existem formas de suavizar esse processo, para que não seja tão doloroso. A parceria com a família, nesse momento, é fundamental.
Fazer uma transição gradual, respeitando o tempo da criança é essencial para uma adaptação mais tranquila. Os professores devem mostrar para a criança que ali ela pode se sentir segura, assim como aquele ambiente pode ser prazeroso. Dessa forma, ela cria vínculo com os professores e, gradualmente, deixa de chorar para ir à escola.

Entenda o motivo da birra

Todo choro tem uma causa, basta um olhar atento para tentar entender qual. Avalie, num primeiro momento, se a criança está com algum mal-estar físico. Se não for o caso, converse com ela para que possa entender que existem outras formas de se comunicar.
As crianças de 2 a 4,5 anos, passam por uma fase de desenvolvimento onde é comum a birra. Elas sentem medo, inseguranças que ainda não conseguem identificar muito bem. É sempre bom entender que a birra faz parte e se preparar para as que possam acontecer nessa fase.

Olhe com atenção para a criança

O acolhimento da criança que está fazendo birra, passa por um olhar atencioso. Isso quer dizer que o professor, ao acompanhá-la dia a dia, pode perceber se se trata de uma fase, com constante choro. Nesse caso, uma conversa com a família é fundamental para entender o que pode estar acontecendo.
Conhecer as necessidades da criança, seus interesses, ajuda na hora de lidar com a birra. O olhar atencioso leva a esse conhecimento profundo do aluno, ajuda a traçar as melhores estratégias e desenvolver as habilidades comunicativas mais eficazes para cada criança, que é única.

Valorize o que ela está sentindo

A pior coisa a fazer quando uma criança está chorando é dizer que não é nada, ou é besteira. Reconheça a dor da criança, caso contrário ela continuará chorando e pedindo sua atenção. Ajude a criança a nomear o seu sentimento, pois assim ela aprende a lidar com suas emoções.
Converse com ela e peça para explicar o que está acontecendo. Ao perceber que ela não consegue nomear, ajude-a com perguntas, se é medo, tristeza, dor… Uma ótima dica é usar historinhas com imagens sobre sentimentos, para que ela se identifique com os personagens e possa compreender melhor o que está sentindo.

Fique atenta aos gatilhos

Procure observar em que momento acontecem as birras e se há alguma relação com a dinâmica da aula. Localizar os gatilhos da criança ajuda a prevenir que novas birras aconteçam, evitando situações que a potencializam.
Agora que você já sabe como lidar com a birra infantil na escola, compartilhe esse artigo e ajude outros profissionais!
 
Referências:
ZANETTI, Sandra Aparecida Serra  e  GOMES, Isabel Cristina. Relação entre funções parentais e o comportamento de crianças pré-escolares. Bol. psicol [online]. 2014, vol.64, n.140 [citado  2020-05-22], pp. 1-20 .

10 Comments

  • Janaína Cristina Gonçalves
    Posted 26/05/2020 at 8:30 pm

    Muito bom o artigo, as pessoas acham que tudo é manha a criança sempre nos dá pista de que algo está errado.

  • Adriana Maria
    Posted 15/06/2020 at 4:18 pm

    Muito bom o artigo. Obrigada por compartilha tão rica informação. Muitas das vezes alguns profissionais da área da educação acha que é pirraça dessa criança. o que me chamou muito é a acolhida a impatia.

    • Suporte Neurosaber
      Posted 16/06/2020 at 7:54 am

      Olá Adriana, Que bom! Ficamos felizes em sempre poder auxiliá-los!

  • Elis Regina de Fatima Rodrigues dos Santos
    Posted 26/10/2021 at 3:28 am

    Minha filha tem cinco anos bom ela está na creche ainda na verdade desde que matrículei ela foi bem pouco por causa da pandemia e mesmo assim ela já chora desde o início, no começo ela chorava só até chegar na escola daí depois começou a chorar dentro da sala até alguém ir buscar. Daí ficou um bom tempo sem ir daí agora voltou mais tá muito difícil ela começa chorar desde a hora que acorda daí quando chego lá ela grita faz um escândalo e fica chorando muito , não sei oque fazer lá a professora tem muita paciência e todos tentam agradar de qualquer jeito

    • Nilda gomes
      Posted 22/02/2022 at 12:27 pm

      Meu filho tem 3 anos começou estudar agora
      Ele não chora mais fais muita birra dentro da sala, ele nunca ficou tanto tempo longe de mim ele fica saindo prá fora da sala ele não tem convívio com outras crianças só com adultos ta difícil se adaptar com tanta criança pra ele é td novo e estranho não sei oq fazer

      • Webster
        Posted 22/02/2022 at 2:04 pm

        Olá, Nilda

        Esse comportamento pode ser por muitos motivos diferentes. Temos muitos conteúdos que podem te ajudar a entender melhor isso.
        Acesse youtube.com/neurosabervideos e também em nosso blog que podem te ajudar.

        Webster – Equipe NeuroSaber 💙

    • Ivania rossi
      Posted 17/03/2022 at 10:16 am

      Olá, minha filha de 2 anos e 3 meses começou a acordar de madrugada chorando e pedindo para levantar ou ir para sala, mas mesmo fazendo o que ela pede, chorando grita parece que força o choro, tentamos de todas as formas acalma lá, mas nada adianta, parece que quanto mas tentamos acalmar mas ela grita. E durante o dia se é contrariada tbm faz a mesma coisa. Ela começou a creche, será que tem haver com a adaptação?

      • Solange
        Posted 17/03/2022 at 11:15 am

        Olá Ivania, tudo bem?

        Primeiramente agradecemos pela confiança! Nesses casos orientamos buscar um especialista pessoalmente para lhe dar melhores informações e orientação assertivas sobre o caso. De qualquer forma, temos conteúdos no youtube.com/neurosabervideos e Artigos em nosso Blog: http://www.neurosaber.com.br/artigos que podem te ajudar em muitas questões.

        Sol,
        Equipe NeuroSaber 💙

  • Suely da Silva Rodrigues
    Posted 12/05/2022 at 9:23 am

    Oi, meu filho tem 3 anos , no começo ele chorava quando eu o deixava na escola, mas logo ele se acalmava, e depois de adaptou e já entrava sozinho, não chorava mais, sendo q agora faz 2 dias q ele não quer ficar , chora muito, aí quando me vê se acalma. Estou achando q ele perdeu o interesse pela escola por ter poucos amigos , eram 5 agora só são 3.

    • Solange
      Posted 12/05/2022 at 1:57 pm

      Olá Suely, tudo bem?

      Na idade dele está descobrindo sentimentos como medo, inseguranças que ainda não consegue identificar e lidar com eles muito bem, por isso é importante manter acalma, acolher, valorizar o que ele está sentindo e as outras dicas passadas no post, em nosso blog temos outros artigos que podem te ajudar a passar de uma maneira mais tranquila por cada fase do seu filho, vale a pena conferir.

      Sol,
      Equipe NeuroSaber 💙

Leave a comment

0.0/5