Skip to content Skip to footer

Como melhorar o transtorno de conduta infantil?

O transtorno de conduta (TC) não se trata de uma simples desobediência casual. A situação, infelizmente, é bem mais séria do que um momento de pirraça ou birra. O artigo de hoje vai detalhar como melhorar não só a vida das crianças que convivem com o TC, mas também de seus familiares; além de explicar um pouco mais sobre o transtorno.

O que fazer para diminuir os efeitos do Transtorno de Conduta?

As intervenções realizadas junto à família e à escola, por exemplo, costumam ser bastante recomendados, principalmente a psicoterapia familiar ou individual; orientação de pais, etc.). Contudo, essas não são as únicas maneiras de se oferecer o tratamento ao Transtorno de Conduta.
Os casos são bastante variados e cada paciente pode se manifestar de uma maneira diferente. Portanto, o tratamento com psicofármacos é indicado para crianças que convivam tanto com o TC quanto com outras comorbidades, como o TDAH (veja mais abaixo).
Outra opção é a hospitalização, mas este caso é voltado para situações mais extremas, além de ser empregado em casos de jovens e adultos com TC, sobretudo aqueles que colocam a própria vida em risco.

Como podemos definir o Transtorno de Conduta?

O Transtorno de Conduta é uma das alterações mentais ou comportamentais mais frequentes na infância. Parte considerável dos pacientes abaixo dos 10 anos de idade, que procura atendimento psiquiátrico, é diagnosticada com TC.
Para se ter uma ideia, somente no Canadá, o número de pessoas entre 4 e 16 anos atingidas pelo TC chega a 5,5% da população geral; as taxas entre os gêneros variam da seguinte forma: 1,8% em meninas (com idades entre 4 e 11 anos) e 10,4% em meninos (com idades entre 12 e 16 anos).

Quais são as características?

Deve-se considerar um elemento-chave, cuja incidência abre possibilidades para outras atitudes que caracterizam o Transtorno de Conduta: o comportamento antissocial. Portanto, existe uma série de fatores que servem de características para a ocorrência do TC.
Segundo os critérios diagnósticos do DSM-IV para este transtorno, pode-se elencar aproximadamente 15 tópicos incluídos no aspecto antissocial comportamental, entre eles: insubordinação em casa, na escola e em qualquer outro ambiente; furto de objetos de valor, etc.

Existe alguma ligação com o TDAH?

Sim. O Transtorno de Conduta, quando iniciado antes dos 10 anos de idade, tem grandes chances de ser acompanhado do Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH). Sendo o TDAH a comorbidade mais comum entre crianças com TC (43% dos casos), os pacientes do sexo masculino correspondem por uma parcela maior das pessoas diagnosticadas com ambos os distúrbios.

Existem fatores associados ao Transtorno de Conduta? Quais são eles?

Sim, de acordo com estudos, o Transtorno de Conduta na infância está ligado a fatores (constitucionais e ambientais) determinantes para sua incidência. Vejam a seguir:
– Ser do sexo masculino;
– Receber cuidados materno e paterno inadequados;
– Viver em um local com discórdias familiares;
– Ser criado por pais agressivos e violentos;
– Ser filho de mãe com problema mental;
– Violência doméstica e abusos (principalmente quando a criança presencia ou é vitimada pela ação);
– Fatores genéticos e neurofisiológicos;
– Outros.

Importante saber

Alguns acontecimentos da vida podem contribuir com a persistência do comportamento antissocial na adolescência e na fase adulta. Vale salientar que o ambiente escolar, dependendo de suas características, pode estimular ou desestimular o comportamento antissocial da criança. Isso significa que o apoio e a aproximação da vida pessoal e escolar de seu filho deve ser observado com total atenção. Em caso de dúvida, procure um especialista.
Dr Clay Brites
 

22 Comments

  • Margarete
    Posted 13/08/2018 at 11:39 pm

    Poderiam me indicar um especialista em TDAH , em Minas Gerais, para tratamento de adolescente/ adulto ?

    • Adriana Matias
      Posted 14/08/2018 at 8:13 am

      Olá Margarete
      olhe na opção aba de profissionais onde tem os indicados pela neurosaber .

    • Renata Fernandes
      Posted 16/04/2019 at 12:03 pm

      Gostaria de uma indicação de especialista em transtorno de conduta. tenho um filho de 14 anos. Sou de São Caetano do Sul – SP.
      Obrigada.

      • NeuroSaber Responde
        Posted 17/04/2019 at 10:09 am

        Renata, procure um neurologista.

  • LUIZA
    Posted 29/08/2018 at 2:04 pm

    queria saber se meu filho so tem tdah ou se ele tem autismo também, queria um profissional em Teresina PI

    • Adriana Matias
      Posted 30/08/2018 at 7:45 am

      Olá Luiza ,
      não tem nenhum profissional para te indicar no momento , mas para fazer o diagnóstico procure um profissional especializado em TDAH ou neurologista .
      Att
      Equipe Neurosaber

  • Ana paula ribeiro
    Posted 31/03/2019 at 12:46 pm

    Tenho um aluno, que possui todas os quisitos que apresenta o TC. tentamos até o momento, fazer com que a família tenha esse olhar diferenciado, e procure um especialista no caso, mas esta senso em vão. A familia alega que ele j A FOI diagnosticado com TDAH, mas não apresentou nenhum laudo na escola, alegando que seu filho não seja tratado de maneira diferenciada. Mas, esta cada dia mais dificil conte-lo, pois ele agride todos os coleguinha, com tamanha violência…. O que fazer?????? help!!!
    ]

    • NeuroSaber Responde
      Posted 17/04/2019 at 10:20 am

      Ana, a família tem que buscar sim uma avaliação com o Neurologista, esse é o primeiro passo.

  • Júlia
    Posted 19/07/2019 at 10:11 pm

    Oi,boa noite. Estou escrevendo um livro sobre uma criança que vem realizando assassinatos. O transtorno de conduta é perfeito pra meu livro, gostaria de saber de que forma e em quanto tempo pode ser tratado, se há como acabar de vez e se ele pode diminuir com o tempo

  • Armando Vicente Memwana
    Posted 31/08/2019 at 8:58 am

    Gostei das dicas do artigo. Gostaria de saber também sobre os TC, nos alunos e suas consequências no ensino ou no rendimento acadêmico. Obrigado

  • Emanuelle martins da silva
    Posted 30/10/2019 at 6:51 pm

    Boa noite!
    Tenho uma filhas com todos esses diagnóstico ela tem 9 anos ,o último problema q ela teve foi pegar 650 reais da moças q fica com ela ,levando para escola ,até que a professora notou e levou a diretora ,mas ela continuou mentindo sobre o dinheiro ,me indique uma ajuda por favor.
    Obrigado Emanuelle

  • Maria
    Posted 30/03/2020 at 8:39 pm

    Olá doutor minha filha tem 5 anos e na escola tem umas coleguinha que a chamaram pra brincar de namorado minha filha vivi com isso na cabeça se ela tiver oportunidade ela chama outra criança pra brincar também e até beija na boca. Minha filha está muito pertubada com isso pois brigo muito com ela pq isso não pode acontecer. Não sei mas o que fazer estou quase louca

    • Suporte Neurosaber
      Posted 31/03/2020 at 7:52 am

      Olá Maria, importante buscar um especialista para lhe dar melhores informações e orientação para uma intervenção.De qualquer forma , temos conteúdos no youtube.com/neurosabervideos e também em nossoblog que podem te ajudar em muitas questões.

  • Deborah Lobato
    Posted 06/09/2020 at 12:16 am

    Boa noite!
    Estou tentando ajudar um menino de dez anos, extremamente inteligente e cheio de energia.
    Porém a família alega que ele é pervertido, já tentou abusar da irmã e do cachorro, e a família.ja o enviou 3 vezes para um abrigo.
    Acontece que a mãe dele é viciada, ele nem sabe quem é o.pai dele, e você largado no mais completo abandono. Eu fico muito triste, porque quando o trago para minha casa, vejo uma criança doce e muiiito inteligente. Gostaria de saber se existe algum lugar no Rio de Janeiro que pudesse avalua-lo gratuitamente, pois não tenho condições de pagar. A avó diz que ele é psicopata, mas o que eu vejo é uma família destroçada sem.condicoes de cuidar de uma criança.

    • NeuroSaber
      Posted 11/09/2020 at 9:06 pm

      Olá Deborah, no sistema único de saúde (SUS) tem as consultas e avaliações que são encaminhadas pelo pediatra do posto de saúde(UBS) mais próximo a residência da criança.

  • John
    Posted 12/03/2022 at 12:20 pm

    Ser filho de pai ou mãe com problema mental* vamos corrigir.

    • Webster
      Posted 14/03/2022 at 1:43 pm

      Olá, John!

      Estamos em constantes aprendizados por aqui, agradecemos pelo feedback!

      Webster – Equipe NeuroSaber 💙

  • Laryssa
    Posted 28/09/2022 at 7:53 pm

    Gostei muito do artigo, minha filha tem TC e infelizmente foi desenvolvido por presenciar muitas brigas no meio familiar, ela fica extremamente nervosa e tem vários aspectos moderado do TC, graças a Deus tratando junto ao neurologista e psicóloga. E tô sempre buscando entender mais isso, pra mim foi um choque.

    • Solange
      Posted 29/09/2022 at 1:07 pm

      Olá Laryssa, tudo bem?

      Compreendo a sua situação e entendo que não seja fácil, a informação técnica e de qualidade seguida do diagnóstico de um profissional responsável é a melhor forma de lidar com esse tipo de situação. Temos conteúdos disponíveis em nosso site e canal do Youtube acerca da temática, vale a pena conferir: https://youtube.com/neurosabervideos

      Sol,
      Equipe NeuroSaber 💙

Leave a comment

0.0/5