Skip to content Skip to footer

Como trabalhar com o TDAH em sala de aula

O Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) é algo que precisa, antes de tudo, de um acompanhamento que possa oferecer as soluções necessárias para as pessoas diagnosticadas.

Métodos além do ambiente doméstico

Em se tratando de crianças, é preciso salientar que os pais estabeleçam alguns métodos visando ao seu desenvolvimento pedagógico e social. No ambiente escolar, essa preocupação deve existir também.
Afinal, o aluno com TDAH deve contar com a compreensão do professor e de todo o grupo pedagógico da instituição a fim de oferecer as melhores técnicas de aprendizagem para o pequeno.

O que fazer para otimizar o ensino?

O artigo de hoje é voltado para aqueles profissionais que lidam com a educação. Nada mais desafiador que a função exercida por professores na busca por uma aprendizagem sólida e democrática. Vejam abaixo algumas dicas infalíveis e que podem ser muito úteis para todos vocês.

Conhecendo a condição do aluno

– É importante que o professor saiba o que é TDAH, pois não adianta receber o relatório médico com o diagnóstico e não saber como conduzir a criança no cotidiano. O educador deve ter em mente que o TDAH não é só hiperatividade.
O transtorno é responsável por causar problemas de memória operacional não verbal, atenção seletiva, atenção sustentada e função executiva. O índice de motivação para essa criança cumprir uma tarefa sem recompensa é muito menor em comparação com aqueles que não convivem com TDAH. Vale lembrar que por muitas vezes o relatório contém orientações que podem ser implementadas.

Localização na sala de aula

– A criança com TDAH deve sentar na primeira fileira, pois quando ela se encontra próxima do professor ela tem menos fatores que poderão induzi-la à distração.

Exposição de matéria com dinamismo

– A aula deve ser motivadora e dinâmica, com uma linguagem simples e objetiva, em que o aluno realmente entenda o conteúdo por sua praticidade.
Durante a aula, você deve observar se a criança está com a expressão de domínio do conteúdo. Se o aluno entendeu o que você quis falar. Por isso é importante mudar o tom de voz e repetir o conteúdo, dar ênfase a determinados pontos de sai aula que você acha válido frisar.

Instigue a criança

– Faça perguntas durante a aula, sobretudo no início da aula, dando ao aluno certo desafio; desde que isso tenha alguma recompensa que motivará o pequeno durante a exposição da matéria.

Impulsionando o interesse

– Estimule a criança a pesquisar itens da matéria como complemento. Isso é importante porque induz o aluno a fixar o conteúdo aprendido em sala de aula e a exercer a busca ativa de coisas novas da matéria dada por você.

O detalhe que não pode ser esquecido

É muito importante que desde o início do ano sejam estabelecidas regras que devem ser cumpridas em todo ano letivo. Crianças com TDAH têm dificuldade de ter noção de limite, do que pode e o que não pode. Elas demoram a entender o que deve ser feito e saber dividir as prioridades.

Existe alguma estratégia para ser usada em casa

Em casa, o aluno pode escrever um roteiro com as matérias ensinadas em sala de aula. Nesse caso, as dúvidas são elencadas. Outra possibilidade é a listagem dos passos a serem dados. Já trouxemos isso em um artigo anterior, vejam quais são:

  1. Fazer as tarefas de hoje;
  2. Selecionar dúvidas para levar ao professor;
  3. Verificar maiores dificuldades;
  4. Estudar para as provas mais próximas;
  5. Organizar o material para o dia seguinte; etc.

Neste quesito, a família tem papel fundamental ao ajudar a concretizar este processo e sentar com a criança para fazer suas tarefas, tirando suas dúvidas e motivando a terminá-las. A escola estimulará, assim, o engajamento dos seus educadores no cuidado em preservar o gosto de seu filho pelos estudos.
 
Dr Clay Brites

32 Comments

  • Penha Medeiros
    Posted 01/03/2019 at 10:14 pm

    Que maravilha ,Ar a aprendizagem.
    Gratidão por compartilhar seus conhecimentos.
    Amo de paixão.

    • Magda Rodrigues
      Posted 09/06/2021 at 11:38 pm

      Maravilhosa essas dicas, vou levar para sala de aula e passar para minhas mães

  • Ruth
    Posted 07/03/2019 at 1:22 am

    Existe Atividades pedagógicas para ajudar essas crianças .

    • Tatiane Rodrigues
      Posted 10/10/2021 at 2:30 pm

      Jogo da memória, letroca, eu fui na ilha e levei….

  • Maria Aparecida Jardim Ramos de Lima
    Posted 07/03/2019 at 2:10 pm

    Tenho filho c TDAH e sou professora! Esse tema é muito importante para nós educadores e país!

    • walderice s lima
      Posted 22/09/2019 at 11:22 am

      WALDERICE DOS SANTOS LIMA
      TENHO TDAH E SOU LICENCIATURA EM PEDAGOGIA SÉRIES INICIAIS.

  • Simone
    Posted 07/03/2019 at 2:45 pm

    Sou professora e mãe. Acho interessante saber mais sobre o assunto que, infelizmente, ainda é tratado de forma muito preconceituosa.

  • Walker
    Posted 07/03/2019 at 8:03 pm

    Mto bom…

  • Maria
    Posted 09/03/2019 at 9:45 pm

    olá tenho um filho com 22 anos ,esta com sintomas de depressão e o seu psiquiatra esta desconfiado que ele tem tdah, pelo seu histórico na infância e a dificuldade que esta enfrentando na universidade.

  • Lucília Pipa
    Posted 17/03/2019 at 9:22 pm

    Muito interessante o artigo, obrigada pela sua partilha.

  • Jucimara Messias Fernandes Lima
    Posted 17/10/2019 at 7:42 pm

    Meu filho tem muitas dificuldades nas avaliações ele tem TDAH, a única forma de avaliação do conhecimento que pode ser feito pela escola é através de provas?

    • Suporte Neurosaber
      Posted 18/10/2019 at 1:29 pm

      Olá Jucimara , sim através de prova .

  • Ilan
    Posted 01/11/2019 at 2:28 pm

    Eu tenho TDAH e eu adorei esse artigo. Parece até que você ta falando de mim haha. Mas de verdade, minha escola não faz nada disso e está tudo muito difícil pra mim… Estou no 8° ano e tenho medo de reprovar

    • Suporte Neurosaber
      Posted 04/11/2019 at 8:40 am

      Olá Ilan!
      Agradecemos o carinho e a confiança.
      Continue com a gente!
      Conheça todos os nossos canais:
      http://www.neurosaber.com.br
      http://www.entendendoautismo.com.br
      Canal no Youtube: Neurosaber – Clica no link https://www.youtube.com/channel/UCghJZXv-Cg90zgdeTZCt_-
      FaceBook: NEUROSABER

    • Soraya Ferreira
      Posted 18/05/2023 at 12:54 pm

      Olá, tudo bem! Me chamo Soraya, na minha infância tive muitas dificuldades e reprovações consecutivas. Hoje tenho 50 anos e estou finaliyeu curso de pedagogia. Vejo que na minha infância tivesse sido acompanhada por especialistas tbm teria diagnósticos. Mas para glória de Deus estou hoje aqui ainda com algumas dificuldades mas vitoriosa.
      Vc também é uma pessoa vitoriosa.

  • Maria luciete
    Posted 12/11/2019 at 12:02 pm

    Foi de grande proveitosa a matéria. Como trabalho com crianças numa fairá -etária de 6 a dez anos.Preciso saber como trabalhar com crianças com esse problemas. Muito obrigada adorei

    • Suporte Neurosaber
      Posted 12/11/2019 at 3:36 pm

      Olá Maria,
      Que bom! Ficamos felizes em sempre poder auxiliá-los!

  • Polliany
    Posted 20/02/2021 at 12:31 am

    Olá tenho um filho de 6 anos, diagnóstico de Autismo Asperger, TDHA mais Hiperatividade.
    Gostaria de saber se tem algum lugar que possa ter mais informações para passar para a professora dele saber como direcionar ele dentro da sala de aula?

  • Eliani Florencio da Silva
    Posted 21/02/2021 at 7:09 pm

    O meu filho está com 11 anos e tem TDAH, inicou o 6ºano com muita difiuldade mas ele se esforça bastante, é muito inteligente também. Obrigado pelas informações.

  • Karina Ribeiro de Campos Biondo.
    Posted 25/06/2021 at 6:38 pm

    Informações muito relevantes e importantes de serem discutidas, pois nem sempre conseguimos atender aos anseios e expectativas desta clientela que tem aumentado muito no âmbito escolar.

  • Karina Ribeiro de Campos Biondo.
    Posted 25/06/2021 at 6:39 pm

    Informações muito relevantes e importantes de serem discutidas, pois nem sempre conseguimos atender aos anseios e expectativas desta clientela que tem aumentado muito no âmbito escolar. Com essas informações é possível desenvolver um trabalho mais direcionado.

  • geoclecia
    Posted 09/10/2021 at 3:50 pm

    É muito bom nos aprofundarmos sempre mais, nesse assunto.

  • [email protected]
    Posted 28/10/2021 at 6:26 pm

    Assuntos como TDAH sempre nos deixam inquietas, pensativas e reflexivas, aos nos encontrarmos com sites assim, cheios de assuntos pertinentes e esclarecedores acabamos acalmando o coração e a mente, afinal estamos no caminho certo.

    • Maradja
      Posted 29/10/2021 at 11:56 am

      Que bom! Ficamos felizes em sempre poder auxiliá-los!
      Obrigada pelo carinho! Continue sempre acompanhando!
      Para nós é um prazer poder contribuir para auxiliar você nessa questão!:)

  • Ionara
    Posted 30/10/2021 at 4:55 pm

    Oi vc deve expressar seu sentimentos a coordenação e pedir ajuda enquanto a isso.

    • Webster
      Posted 01/11/2021 at 7:05 pm

      Olá, Ionara.

      Agradecemos a sua participação.
      Continue sempre acompanhando! 💙

      Webster,
      Equipe NeuroSaber.

  • Regina Allegrini
    Posted 04/10/2022 at 8:58 pm

    Srs, boa tarde meu neto tenho 8 anos e tem TDHA, gostaria de saber onde encontrar uma escola.especializada aqui em Santos e que esteja incluida no programa estuda Brasil, não temos condições de pagar uma escola.cara.

    • Solange
      Posted 05/10/2022 at 1:40 pm

      Olá Regina, tudo bem?

      Agradecemos a confiança e o carinho pelo nosso trabalho. Como não temos parcerias, neste momento não temos indicações do serviço solicitado. Desejamos que dê tudo certo em sua jornada.

      Sol,
      Equipe NeuroSaber 💙

  • Sueli simone ferreira
    Posted 08/12/2022 at 3:05 am

    Descobri hj meu fillo 9 anos esta com dtha estou desesperada .pois achava que era so umas fases que ia crescer e mellorar o comportamento

    • Solange
      Posted 08/12/2022 at 1:38 pm

      Olá Sueli, tudo bem?

      Compreendo a sua situação e entendo que não seja fácil, a informação técnica e de qualidade seguida do diagnóstico de um profissional responsável é a melhor forma de lidar com esse tipo de situação. Temos conteúdos disponíveis em nosso site e canal do Youtube acerca da temática, vale a pena conferir: https://youtube.com/neurosabervideos

      Sol,
      Equipe NeuroSaber 💙

  • Maria Lucia Alves de Lima
    Posted 01/07/2023 at 2:40 pm

    Excelentes dicas nesse artigo

Leave a comment

0.0/5

x

Estou aqui para ajudar 🤗

Me chame quando precisar 😊