Skip to content Skip to footer

Como trabalhar o aluno com discalculia?

É comum que as crianças tenham dificuldades com a matemática em algum momento da vida, mas para aquelas com discalculia, trata-se de um distúrbio de aprendizagem.

Os alunos com discalculia têm dificuldades com a matemática que afetam a sua aprendizagem e auto estima, caso o distúrbio não seja abordado no planejamento das aulas. É importante ajudar esses alunos a superar seus desafios e se sentirem confiantes para aprender.

Os alunos com discalculia têm dificuldade para processar informações relacionadas a números, operações, memorização e compreensão de conceitos matemáticos. Dessa forma, é importante que os professores os ajudem a compreender a matemática, tornando a aprendizagem de conceitos abstratos o mais concreta possível. 

Veja como trabalhar o aluno com discalculia, neste artigo.

Estratégias para trabalhar o aluno com discalculia

Fale ou escreva 

Para o aluno com discalculia, com dificuldade em compreender conceitos matemáticos e os números, quando o professor fala em voz alta ou escreve o problema apresentado, facilita que o aluno veja as relações entre os elementos. Essa simples ação o ajuda a organizar informações e visualizar soluções.

Desenhe 

Desenhar também ajuda os alunos com discalculia, mais visuais, a ver as relações e a compreender os conceitos. Os alunos também podem desenhar imagens sobre o conteúdo apresentado que ajudam na compreensão do problema e revelam maneiras de resolvê-lo.

Divida as tarefas em etapas

Os alunos com discalculia podem se sentir sobrecarregados ao serem apresentados a um conceito ou problema complexo, especialmente se for baseado em conhecimentos prévios, que podem não ter retido. Dividir uma tarefa em etapas e trabalhar com uma de cada vez ajuda o aluno a se concentrar, enxergar as conexões e evita a sobrecarga.

Use objetos

Relacionar a matemática com os aspectos práticos da vida diária ajuda os alunos com discalculia a entender os conceitos e a enxergar as relações entre os números. Usar objetos que os alunos podem manipular, como copos de medição e réguas, ajuda a tornar os conceitos matemáticos menos abstratos.

Revise 

Como os alunos com discalculia têm dificuldade para reter informações relacionadas à matemática, fica difícil aprender novas habilidades que se baseiam em anteriores. Aulas de revisão ajudam a manter as informações atualizadas e aplicáveis ​​à próxima tarefa. Criar referências escritas ou desenhadas, como cartões ou diagramas, ajuda nas revisões.

Assim como outros distúrbios, a discalculia afeta a aprendizagem do aluno. Por isso é importante desenvolver estratégias concretas, para facilitar o entendimento do mundo abstrato da matemática, com pistas visuais, verbais e objetos.

Como fornecer suporte ao aluno com discalculia

Aulas de reforço

As crianças com discalculia podem se beneficiar de aulas de reforço para se manterem atualizadas nas aulas de matemática, nos deveres de casa e nas provas. 

Um tutor de matemática, com experiência em trabalhar com alunos com dificuldades de aprendizagem, pode ajudar a criança com discalculia a aprender os conceitos de matemática de uma maneira mais eficaz. Além disso, as aulas de reforço permitem que ela pratique suas habilidades matemáticas sem pressão e no seu tempo.

Ferramentas e tecnologia 

Usar ferramentas como calculadora, lápis (para poder apagar!), papel milimetrado para manter as colunas e os números em linha reta, podem ser muito útil em sala de aula. Existem aplicativos e jogos que permitem que as crianças pratiquem habilidades de matemática de forma divertida e podem ser grandes aliados na aprendizagem.

Adaptações em sala de aula

Para trabalhar o aluno com discalculia é importante que sejam realizadas algumas adaptações em sala de aula, como permitir o uso da calculadora; fornecer tempo extra para realizar atividades e dar suporte para superação dos desafios.

Controle da ansiedade

Crianças com discalculia, muitas vezes, sentem ansiedade quando precisam fazer uma tarefa de matemática, especialmente dever de casa ou prova. Elas podem ficar tão ansiosas a ponto de não conseguirem se concentrar por estarem preocupadas em não se saírem bem.

A ansiedade não é exclusiva de crianças com discalculia, mas é comum entre crianças com dificuldades com a matemática. Para ajudá-las é preciso ensinar-lhes estratégias de controle da ansiedade, já que a medida que elas aprendem a controlá-la, se tornam mais capazes de absorver as informações.

Fortalecimento da autoestima

A criança com discalculia, pode se sentir frustrada ou envergonhada quando solicitada a fazer tarefas que são difíceis para ela. No entanto, esse sentimento também pode surgir nas atividades do dia-a-dia, ao jogar jogos de tabuleiro, ver as horas no relógio, entre outras. 

Dessa forma, é preciso dar um suporte emocional ao aluno além das estratégias para aprendizagem. Conversar com a criança sobre as dificuldades que a discalculia pode causar pode ajudá-la a compreender as causas de suas dificuldades. 

Da mesma forma, é importante elogiar o seu esforço, mais do que os resultados.

Se você gostou deste artigo, compartilhe-o em suas redes e ajude outras pessoas a saber um pouco mais sobre como trabalhar o aluno com discalculia.

Referências:

SILVA, Paulo Adilson da  and  SANTOS, Flávia Heloísa dos. Discalculia do desenvolvimento: avaliação da representação numérica pela ZAREKI-R. Psic.: Teor. e Pesq. [online]. 2011, vol.27, n.2 [cited  2021-03-19], pp.169-177.

AVILA, Ângela Aline Hack Schlindwein. DISCALCULIA E APRENDIZAGEM: UM OLHAR PSICOPEDAGÓGICO. https://periodicos.feevale.br/seer/index.php/revistaconhecimentoonline/article/view/1609

19 Comments

  • Rosa Maria Pereira Teodósio
    Posted 28/03/2021 at 5:29 pm

    Muito obrigada, pelo rico conteúdo oferecido aos neuros alunos, estou muito empolgada com esta gama de conhecimentos específicos para cada área específica no que se refere ás dificuldades das crianças em sala de aula.

  • jurema dos santos
    Posted 01/04/2021 at 6:03 pm

    Boa tarde ,gostaria de mas informação sobre dislexia !!

  • Dulcinéia
    Posted 03/06/2021 at 5:52 am

    Sou seguidora da Neurosaber há alguns anos, desde que descobri gostei muito e sempre indico. A Lu e o Clay são fantásticos. Suas orientações são claras, de linguagem fácil e dentro do que todo profissional busca. Parabéns!!

  • Leyde Oliveira
    Posted 15/08/2021 at 4:51 am

    Obrigado por este prévio auxílio para mães, que estão em busca de análise nas dificuldades encontradas.

  • Marcia Maria
    Posted 21/09/2021 at 11:53 pm

    Muito bom saber que existe um caminho pra ajudar minha filha a superar dificuldades de aprendizagem. As crianças com discalculia precisam de um olhar especial. Obrigada por esses topicos de ajuda.

  • Márcia Maria Rodrigues da Silva
    Posted 28/09/2021 at 8:13 pm

    Boa tarde gostaria de saber se há algum curso para mães com filhos com discalculia? Pois gostaria de ter uma base para ensinar minha filha nas atividades da escola, pois ela ainda não tem um professor especializado para acompanhá-la.

  • Neireide da Silva França
    Posted 28/10/2021 at 1:56 pm

    Bom dia!!!! Sou seguidora da Neurosaber, estou auxiliando professores do ensino fundamental II, como trabalhar gráficos com um aluno sem utilizar muitos cauculos? Ele é do 9° ano.

  • Naiara
    Posted 06/11/2021 at 12:56 pm

    Gostaria de saber se as avaliações devem ser feitas com adaptações ou a criança com discalculia deve realizar a mesma prova que os demais alunos.
    Muito obrigada!

  • Louridalva
    Posted 28/08/2022 at 1:17 pm

    Amoooo pesquisar nesse site muito rico o aprendizado.
    Vocês estão de parabéns! Continue postando mais suportes para nós academicos que buscamos fontes segura para o nosso saber.

    • Solange
      Posted 29/08/2022 at 4:12 pm

      Olá Louridalva, tudo bem?

      Obrigada pelo carinho! Continue sempre acompanhando!

      Sol,
      Equipe NeuroSaber 💙

  • Louridalva
    Posted 28/08/2022 at 1:25 pm

    P0r favor vocês tem como me ajudar com 2(dois) argumentos para intervenção com pais,voltada para a conscientização da medicalizacao exacerbada para com o seu filho?
    Agradeço pelo retorno.
    Observação a criança tem discalculia.

    • Solange
      Posted 29/08/2022 at 4:30 pm

      Olá Louridalva, tudo bem?

      Primeiramente agradecemos pela confiança. Neste caso, orientamos procurar um profissional para analisar se é necessário essa intervenção e qual medicamento deverá ser mais assertivo. O uso de medicamentos jamais deve partir de uma pessoa que não tenha conhecimento acerca do tratamento a ser aplicado ao paciente.
      Converse sempre com um especialista!

      Sol,
      Equipe NeuroSaber 💙

  • Rosangela
    Posted 21/11/2022 at 12:55 pm

    Bom dia!
    Minha filha tem discalculia e faz a prova separada, a escola permitia o uso de calculadora e celular. No dia da prova proibiram o celular. Ela ficou muito nervosa e não conseguiu realizar a prova. A escola pode fazer isso?

    • Solange
      Posted 29/11/2022 at 6:03 pm

      Olá Rosangela, tudo bem?

      Temos uma lei federal que não foi ainda sancionada. Alguns vestibulares, concursos e o próprio ENEM oferece adaptações para alunos com dislexia, mas não é todos os órgãos, por isso precisa ver diretamente com a instituição.

      Sol,
      Equipe NeuroSaber 💙

  • Trackback: Discalculia e a inclusão escolar - Instituto NeuroSaber

Leave a comment

0.0/5

x

Estou aqui para ajudar 🤗

Me chame quando precisar 😊