Skip to content Skip to footer

Como tratar o diagnóstico de TDAH na escola?

O TDAH na escola significa muito mais que um desafio para os professores, mas um aprendizado que educadores podem ter na função de lecionar.

É importante saber como os professores podem ajudar em casos de alunos que apresentam as características do transtorno. Depois dos pais, ninguém convive mais com as crianças e os adolescentes que a escola. Por conta disso, é imprescindível que haja total atenção aos pequenos estudantes, pois somente assim será possível detectar algum problema que esteja relacionado à aprendizagem ou aos relacionamentos com os colegas de sala.

O papel dos professores com alunos que têm TDAH

Quando o professor acompanha os alunos em seus progressos e dificuldades, fica muito mais fácil avaliar a situação dos estudantes. É bem provável que no caso de um menino ou menina com TDAH, o educador perceba algo que destoe do restante da turma. No entanto, há algumas diferenças entre garotos e garotas com TDAH.
– Meninos: eles costumam ser mais inquietos, além de não prestarem atenção às explicações dadas em sala de aula. Outra característica é que os meninos tendem a agitar mais os colegas pelo aspecto de inquietude.
– Meninas: embora elas sejam uma minoria entre as pessoas com TDAH, devemos salientar alguns traços de comportamento das meninas com esse transtorno. As garotas costumam ser mais quietas e distraídas. Elas não provocam agitação e ficam ‘no seu mundo’ desenhando, mexendo em algo que chame sua atenção ou simplesmente caladas no canto.
Nesses casos, o professor pode comunicar aos pais sobre o comportamento do (a) filho (a) e ajudá-los a procurar por acompanhamento especializado, como um terapeuta, por exemplo. É válido ressaltar que algumas escolas já disponibilizam uma flexibilização pedagógica que forneça parâmetros a fim de dar apoio ao aluno com TDAH, respeitando sempre sua condição.

O que o professor pode fazer caso ele desconfie da condição do aluno?

Caso o educador desconfie, baseado em algumas características, que o aluno tenha possibilidade de ter o TDAH, a primeira providência a ser tomada é avisar aos pais. Depois, os responsáveis pela criança ou adolescente precisam procurar ajuda especializada. O professor, então, deve mudar a apresentação dos conteúdos em sala de aula, de forma que atenda ao aluno com TDAH e a todo o restante da turma.

Como despertar a atenção do aluno com TDAH?

Certamente que não é uma tarefa fácil, mas não é impossível. Você, professor, pode incluí-lo nos exemplos de explicações. Sem que isso cause constrangimento, mas em situações em que a turma esteja inteirada. Outro detalhe é respeitar a vontade do aluno. Se ele não quiser participar, não insista.
Como dito anteriormente, existem escolas que dispõem de atendimento psicopedagógico. Essas instituições podem contar com o acompanhamento de profissionais que auxiliarão o estudante a uma vida acadêmica mais proveitosa, com o auxílio de medicamentos (estimulantes) receitados por outros especialistas.

O professor deve ser sempre o mediador

A importância do professor se dá, inclusive, como mediador entre os alunos. Sendo assim, é sempre bom ressaltar que o educador deve estar atento a todos os estudantes, principalmente com aqueles que não conseguem acompanhar o conteúdo dado em sala, seja por alguma dificuldade pedagógica ou pelo TDAH.
Não se esqueçam que a intervenção adequada para o TDAH envolve uma equipe multidisciplinar.

30 Comments

  • Leandra C. Gomes
    Posted 27/12/2016 at 9:13 pm

    Boa Noite!
    Meu filho tem déficit de atenção e faz uso da Ritalina, mas encontro dificuldade por parte da escola e professores que são bastante tradicionais, dificultando a promoção e aprendizagens mais efetivas.

    • NeuroSaber
      Posted 07/01/2017 at 2:42 pm

      Leandra infelizmente muitas escolas ainda não estão preparadas para trabalhar a inclusão, mas devemos exigir os direitos adquiridos por esses alunos.

      • Glauciane Aparecida Campos de lima
        Posted 04/01/2020 at 9:13 pm

        boa noite mas quais sao esses direitos .

        • Suporte Neurosaber
          Posted 10/01/2020 at 4:52 pm

          Olá Glauciane , tudo bem? Ainda não temos um conteúdo sobre este tema, mas vamos colocar em nossa pauta abordar sobre este assunto também. Obrigada pelo contato!

      • Fabiana
        Posted 24/11/2022 at 12:57 am

        Boa noite.
        Estou em 2022, e nas escolas estaduais, os professores ainda não se adaptaram. E sempre me chamam, olham pro meu filho com raiva, mesmo eu mostrando o laudo do tdah. Estou muito triste, sem saber o que fazer, acho que vou ter que mudar ele de escola e começar e tentar um novo vínculo.

        • Solange
          Posted 28/11/2022 at 1:20 pm

          Olá Fabiana, tudo bem?

          Lamentamos que isso ainda aconteça em 2022. 😥

          Importante que as escolas que estejam preparada para acolher todas as crianças.

          Desejamos que tudo dê certo na sua jornada, qualquer outra dúvida estamos aqui.

          Sol,
          Equipe NeuroSaber 💙

  • Maria do Carmo Albuquerque Rolim
    Posted 27/12/2016 at 10:44 pm

    Informações fantásticas????

  • Dionize Alves do Nascimento
    Posted 23/04/2017 at 4:21 pm

    Feliz ideia, a de esclarecimento do TDAH e outros.
    Só falta a saúde mental dos professores.

  • SIMONE
    Posted 24/04/2017 at 2:21 pm

    Muito legal da parte de vocês darem esse tipo de ajuda,descobri esse início de semestre que minha filha de 7 anos tem TDAH.
    Como posso ajudar lá em casa?

  • Vanessa
    Posted 29/05/2017 at 4:48 pm

    Meu filho tem 6 anos fez usso do respiridona e depois o médico trocou para o neuleptil com ritalina mas tenho muito medo dele fica dependente de remédio isso pode acontecer?

  • Daniela Ferraz Filippo
    Posted 20/06/2017 at 7:05 pm

    Boa noite!! Tenho 2 filhos com TDAH e um deles está no segundo ano do ensino fundamental .. e o que me aflige é a visão que a escola tem das crianças com TDAH !! A escola o trata como se ele fosse incapaz de aprender…até tentam seguir as recomendações sobre inclusão , mas desprezam a inteligência e criatividade que ele possui !!!!Focam no problema e não enxergam que ele precisa desenvolver sua capacidade que fica estagnada … oferecem conteúdo resumido da apostila deles e não enxergam que ele pode ir muito além daquilo que está sendo oferecido!! Me entistece isso !!!

  • Adina Cristina
    Posted 08/07/2017 at 11:53 pm

    Qual médico dessa área devo procurar para meu filho de 6 anos, que está me preocupando.

    • NeuroSaber
      Posted 27/09/2017 at 1:07 pm

      Neurologista, ele poderá orientar caso necessite de outros profissionais.

  • Valcer micres Belarmino
    Posted 25/07/2017 at 10:44 pm

    Tive vários problemas com a Escola, que no entanto disse que minha filha deveria frequentar uma escola especial ,
    para esse caso a” Escola normal”, não era indicada para ela. Sofri muito com isso pois não aceitei está atitude pois sei sobre a inclusão, onde estavam excluindo a minha filha, até mudei de escola, onde fiz a melhor escolha.

    • NeuroSaber
      Posted 27/09/2017 at 12:50 pm

      Parabéns pela decisão!

  • Maria da Penha
    Posted 03/08/2017 at 2:09 am

    Conheço um aluno no 4º ano do E. F. com laudo de TDAH e Dislexia. não consegue ficar na sala de aula, Não demonstra interesse no ensino aprendizagem. fica andando , ou gritando ou cantando ou batendo na carteira. Quer sair da sala de aula toda hora. as vezes sai sem permissão da sala e não quer voltar. não quer aprender a ler nem escrever. Quando a professora tenta ensina-lo ele se recusa e diz não sei ler e nem tenta. ele agride os colegas. Percebe-se que nem todos os dias toma o medicamento, O que fazer para que esse aluno tenha progresso no ensino aprendizagem?

  • Solange Schell
    Posted 03/08/2017 at 11:43 pm

    Meu filho tem TDAH ,e todo dia tenho reclamações dele na escola (pública),estava fazendo uso de Ritalina e optamos por parar o uso só que parece que não foi uma boa escolha e piorou ,chega todo dia em ksa com as tarefas incompletas,e cobro dele por que ? Ele fala p mim não sei como te explicar mãe.
    Estou sem saber o que fazer .

    • NeuroSaber
      Posted 27/09/2017 at 12:04 pm

      Você pode procurar um neuropediatra que ele poderá indicar o retorno do medicamento ou mesmo outros profissionais como fonoaudióloga, psicologo, psicopedagogo, que poderão te ajudar.

  • Rosileia Soares
    Posted 27/08/2017 at 12:11 am

    Gostaria de saber sobre o curso para diagnóstico, atividades, como fazer relatório escolar, dentre outras informações sobre TDAH.

  • Glauciane Aparecida Campos de lima
    Posted 04/01/2020 at 9:10 pm

    boa noite.
    meu filho tem tdha mais a escola não me da nenhum suporte pago um psicopedagoga do meu bolso muito caro ele toma ritalina gostaria de saber quais são os direitos do meu filho na escola .

    • Suporte Neurosaber
      Posted 10/01/2020 at 4:55 pm

      Olá Glauciane , tudo bem? Ainda não temos um conteúdo sobre este tema, mas vamos colocar em nossa pauta abordar sobre este assunto também. Obrigada pelo contato!

Leave a comment

0.0/5