Skip to content Skip to footer

Comorbidade no autismo e os impactos motores

COMORBIDADES NO AUTISMO E OS IMPACTOS MOTORES

A princípio, existem algumas comorbidades que podem acompanhar o autismo e causar impactos motores. Nesse sentido, saiba mais sobre o tema.

De fato, anos atrás quem estabeleceu os critérios diagnósticos do autismo não considerou as questões motoras como tão importantes.

No entanto, hoje em dia, entende-se que 80% das crianças com autismo apresentam essa dificuldade. Além disso foi comprovado que pode haver atraso tanto na motricidade fina quanto na motricidade ampla.

Mas quais são as Comorbidade no autismo e os impactos motores?

Ou seja, crianças com TEA podem apresentar prejuízos em habilidades motoras grossas, por exemplo, dificuldade de equilíbrio e problemas de locomoção.

Além disso, também podem pode prejudicar as habilidades motoras finas. Por exemplo, dificuldades para segurar objetos, usar talheres ou escrever. 

Antes de mais nada, clique aqui e assista este vídeo.

Do mesmo modo, os prejuízos motores podem interferir nos músculos da boca, impactando na formam de falar. Sendo assim, a criança pode-se ter dificuldade em entender a fala dessas crianças.  

Não apenas isso, mas também uma das principais causas dos prejuízos motores é a fraqueza muscular ou alterações na tonicidade. Alguns pequenos podem apresentar também prejuízos na coordenação, mesmo que os músculos estejam com tonicidade boa.

Portanto, conheça algumas comorbidades que podem estar presentes em indivíduos com TEA. Além disso, aprenda mais sobre como essas condições que se relacionam com o desenvolvimento motor.

Mas o que é o transtorno do desenvolvimento da coordenação (TDC)?

Em suma, o TDC é um transtorno que pode estar associado ao autismo, gerando algumas dificuldades motoras no pequeno.

Portanto, alguns sintomas do TDC são:

  • Coordenação motora pobre;
  • Problemas para memorizar sequências motoras;
  • Queda no desempenho em atividades que precisam de repetição;
  • Alta tensão corporal;
  • Excesso de atividade muscular na execução de tarefas motoras, fazendo com que as suas atividades motoras sejam mais imprecisas.

Dessa maneira, quando existe ligação entre o TEA e o TDC, é possível perceber as dificuldades… Principalmente em atividades que exigem a escrita e a memorização de sequências motoras.

Ou seja, as crianças que apresentam essa comorbidade costumam cometer mais erros em atividades que exijam coordenação motora. Além disso, frequentemente apresentam dificuldade de orientação espacial e problemas de percepção motora.

Aliás, o que é transtorno do déficit de atenção com hiperatividade (TDAH)?

O TDAH afeta o cérebro e tem motivos genéticos. Ou seja, faz com que a pessoa tenha dificuldade de prestar atenção, seja agitada e impulsiva. Além disso, geralmente começa na infância e pode durar a vida toda.

Por certo, entre 30 e 50% dos pacientes com autismo também possuem TDAH.

Pesquisas mostram que as crianças com TDAH têm um cérebro menos maduro, especialmente na parte da frente. Isso pode afetar a atenção, memória e controle dos movimentos.

Por esse motivo, os pequenos costumam apresentar, por exemplo, dificuldade para pensar antes de agir, permanecerem atentos e calmos.

Além disso, essas crianças se mostram muito distraídas e/ou inquietas. Ou seja, elas costumam estar em movimento o tempo todo, podem chacoalhar pernas e mãos, e certamente também podem correr em locais inadequados e não conseguir permanecer em filas ou esperar sua vez.

Comorbidade no autismo e os impactos motores

Antes de mais nada, aprenda mais sobre esse tema no vídeo do Dr. Clay Brites:

Afinal, o que são alterações sensoriais típicas do TEA?

As alterações sensoriais dizem respeito a forma como o cérebro processa e responde aos estímulos sensoriais.

A princípio, os estímulos sensoriais podem ser vários, como cheiros, sabores, texturas, sons, luzes, cores, e tudo o que o corpo é capaz de sentir. Do mesmo modo, existem os estímulos sensoriais que se relacionam com o movimento do corpo, como andar, correr, pular, subir escadas, balançar objetos, entre outros.

Portanto aprende mais no vídeo do Dr. Clay Brites sobre: Por que existe o distúrbio sensorial no autismo?

Portanto, conheça algumas formas de manifestação das alterações sensoriais que se relacionam com os efeitos motores:

– Somatossensorial: por exemplo, diz respeito à forma como o corpo recebe informações do meio externo e interno. Alterações, por exemplo, a perda da sensibilidade ao calor, ao frio e às dores físicas. Além disso, da atração por coisas ásperas ou repulsa a coisas que toquem a pele.

  • Vestibular: relaciona-se aos movimentos de balanço e ao equilíbrio.
  • Cinestésica: Está associada ao reconhecimento da localização, posição e orientação do corpo no espaço.
Então entenda quais são as síndrome genéticas:

Certamente, cerca de 20% dos casos de TEA são por conta de uma relação entre o autismo e síndromes genéticas.

Então, conheça as principais síndromes genéticas que causam efeitos motores:

Entenda a síndrome do X Frágil

Antes de mais nada, trata-se de uma condição genética e hereditária. Assim sendo, faz com que as crianças apresentem atrasos no desenvolvimento motor e/ou da linguagem. Em resumo, estima-se que cerca de um terço das pessoas com Síndrome do X Frágil também tenham características do TEA.

Conheça a síndrome de Angelman

A Síndrome de Angelman afeta principalmente o sistema nervoso. Ou seja, os indivíduos com essa síndrome possuem atrasos no desenvolvimento, deficiência intelectual, comprometimento da fala entre outros problemas.

Entenda como funciona a síndrome de Rett

A condição rara afeta mais as meninas e faz com que o desenvolvimento do cérebro seja comprometido. Isso pode causar problemas de movimento, comunicação e amizade, além de outros sinais.

Mas o que é CDKL5?

Com toda a certeza, é uma síndrome bastante rara, causada por uma mutação no gene CDKL5. Portanto, os indivíduos afetados apresentam características clínicas semelhantes à síndrome de Rett.

Então, você sabe o que isso significa? Phelan McDermid?

Em resumo é um transtorno do neurodesenvolvimento no qual as pessoas afetadas podem manifestar características do autismo (em torno de 80%).

Além disso, que tal aprender mais assistindo esse vídeo?

Em resumo, o Dr.Clay Brites vai falar sobre transtorno do desenvolvimento da coordenação e suas comorbidades.

Gostou do conteúdo sobre TEA? Acesse o nosso curso PROTEA – Programa Especializado em Transtorno do Espectro Autista, e saiba como descobrir, entender e estimular a pessoa com Autismo, seja ela criança ou adulta.

Além disso, você também pode conferir as referências.

REFERÊNCIAS

MEIRELES, Cecilia Figueiredo; ARAÚJO, Maria Valdeleda Uchoa Moraes. DESENVOLVIMENTO PSICOMOTOR DE CRIANÇAS COM TRANSTORNO DO ESPECTRO AUTISTA: UMA REVISÃO DE LITERATURA. In: Anais da Mostra de Pesquisa em Ciência e Tecnologia 2017. Anais…Fortaleza (CE) DeVry Brasil – Damásio – Ibmec, 2019. Disponível em: https://www.even3.com.br/anais/mpct2017/47444-desenvolvimento-psicomotor-de-criancas-com-transtorno-do-espectro-autista–uma-revisao-de-literatra/. Acesso em: 10 jan. 2023

2 Comments

  • Girlene Lopes de Oliveira Lourenço
    Posted 18/02/2023 at 11:10 pm

    Gostaria muito de fazer um curso abordando essas temáticas.

Leave a comment

0.0/5