Skip to content Skip to footer

Desenvolvimento do cérebro: 5 atividades de ação e reação

As atividades de ação e reação são responsáveis por moldar a arquitetura cerebral, formando novas conexões neurais e auxiliando o desenvolvimento do cérebro. Esses jogos formam novas conexões no cérebro da criança à medida que ela faz gestos e caretas e o adulto reage aos seus movimentos. 

Importância dos jogos de ação e reação para o desenvolvimento do cérebro

O desenvolvimento do cérebro, a partir dos jogos de ação e reação, começam logo cedo no bebê. Conforme ele vai fazendo gestos, sons e movimentos, e o adulto reage de maneira focada, formam-se bases da arquitetura cerebral. Essas bases são fundamentais para o desenvolvimento futuro.

Os jogos de ação e reação ajudam a criar conexões entre as diversas áreas do cérebro.

Quando os pais e responsáveis fornecem um ambiente focado na criança, promovendo a ação e reação, contribuem com um ambiente rico em estímulos e desenvolvimento do cérebro.

Uma arquitetura saudável do cérebro depende de uma base construída por estímulos apropriados e adultos atenciosos.

Realizando as atividades de ação e reação

Nas atividades de ação e reação, a criança começa apresentando interesse em algo e o adulto responde de maneira interessada, dando importância e ouvidos à ela. 

Existem 5 passos para praticar a ação e reação com as crianças e ajudar o desenvolvimento do cérebro. Veja quais são:

1. Compartilhar o foco

Quando a criança está interessada em algo, o adulto é capaz de perceber. Ela pode apontar para o objeto, pegá-lo e emitir um som para demonstrar o interesse. 

Ao perceber a ação, você estimula a criança de acordo com o seu interesse. Dessa forma, você irá aprender mais sobre as habilidades, interesses e necessidades dela. Além disso, essa atividade estimula a curiosidade e atenção. 

2. Apoiar e incentivar para melhorar o desenvolvimento do cérebro

Nesse momento, busque responder as ações da criança com palavras de incentivo. Apoie dizendo: “isso mesmo!” e “muito bom!”, por exemplo. Responda a ação de acordo com a necessidade da brincadeira. 

Expressões faciais e movimentos corporais também são fundamentais para incentivar a criança.

Brincar, ajudar e conversar com ela, entrando na brincadeira e percebendo seu foco de atenção, faz com que a criança se sinta acolhida, ouvida e valorizada. A importância desses momentos está diretamente ligada à curiosidade da criança. 

3. Nomeie

Ao nomear o que a criança está vendo ou fazendo, criamos importantes conexões de linguagem no seu cérebro. Essa conexão acontece antes mesmo que o bebê saiba falar. Por isso esta atividade é tão importante para o desenvolvimento infantil.

O adulto pode nomear desde objetos a até mesmo ações e sentimentos que envolvem a criança. Dar nome às ações e objetos que rodeiam a criança fornece a ela um vocabulário amplo. 

4. Revezar e esperar

Essa ação ensina a criança sobre autocontrole e a conviverem com os outros. Cada vez que você fizer uma ação, dê um tempo para que a criança responda à ela. 

Aprender a esperar é fundamental para o desenvolvimento infantil, uma vez que, ao esperar, damos tempo para que ela desenvolva ideias e pense em suas ações. Esperar as ajuda a entenderem suas vontades. 

5. Ensinar sobre os finais e começos ajuda no desenvolvimento do cérebro

É possível saber quando as crianças estão cansadas de uma determinada atividade, visto que elas sinalizam isso. Por isso, é necessário se atentar e entender quais são esses sinais. 

Elas podem soltar o brinquedo, apontar para o outro lado ou simplesmente sair andando. 

Mais uma vez, compartilhar o foco mostra-se importante nessa atividade. Ao fazer isto, você consegue compreender quando ela está pronta para finalizar e começar uma atividade. 

Com isso, incentivamos a criança a tomar iniciativa, apoiando no momento em que estão prontas para explorar o mundo ao seu redor. 

Essas atividades, de ação e reação, são fundamentais para o desenvolvimento do cérebro da criança. Construindo bases para o aprendizado e comportamento ao longo de toda a vida. 

Busque desenvolver essas atividades ao longo do dia a dia das crianças.

Referência: 

SERVE and Return. Center on the Developing Child – Harvard University.

Leave a comment

0.0/5