Skip to content Skip to footer

Disposição da sala de aula para ajudar alunos com TDAH

É sabido que existem estratégias suficientes para auxiliar crianças com o TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade), sobretudo no ambiente escolar, onde há uma necessidade considerável para a concentração ao conteúdo dado.
Entre os métodos utilizados, há que se destacar a disposição da sala de aula como forma de atrair a atenção do estudante. A tarefa, a princípio, pode parecer complicada, pois será preciso modificar alguns aspectos da turma a fim de que a iniciativa dê certo. No entanto, quando colocada em prática, é notório o fato de que tal mudança vem bem a calhar.
A sala de aula é um ambiente completamente propício para adaptações, principalmente por haver a presença de um educador que saberá como lidar com os desafios surgidos ao longo do caminho.

Estratégia que faz total diferença

Para saber como essa disposição é eficaz na vida dos alunos com TDAH, veja abaixo alguns tópicos que ajudarão a elucidar essa técnica:
– A mudança ocorrida dentro da sala de aula é responsável por organizar uma nova maneira de os alunos aprenderem; e da criança com TDAH captar o conteúdo dado pelo professor, uma vez que ele estará distante do que tira sua concentração: janelas, portas, colegas mais próximos.
– Importante lembrar que os itens citados acima exercem responsabilidade pela distração ocorrida em sala de aula. Exemplo: a criança, quando está próximo à janela, pode ficar concentrada em coisas que não dizem respeito ao conteúdo exposto em sala de aula. Nesse caso, qualquer item pode chamar sua atenção para o ambiente externo: um bicho, uma pessoa, um objeto, etc.
– Um colega pode tirar a atenção da criança. Isso não significa que o aluno com TDAH deva ficar isolado; muito pelo contrário, a distribuição das carteiras será normal, como em várias escolas. Porém, sempre há aquele coleguinha com quem ele tem proximidade e é nesse quesito que devemos focar. Para que a criança não fique distraída, é aconselhável alternar seu lugar dentro de sala.
– Se o estudante puxar assunto de forma insistente com o colega ao lado, mesmo que não seja próximo, a iniciativa será focar no aluno. Dessa forma, peça sempre para que ele seja o ajudante de turma. Assim, a criança terá uma ocupação a mais e poderá ficar focado nas atividades.

Disposição da sala de aula e outros atrativos para o estudante

Além da disposição da sala, existem outros fatores que podem ajudar na busca pela concentração do aluno com TDAH. A aula pode contar com equipamentos eletrônicos, de finalidade pedagógica, para tornar a explicação de uma matéria/atividade mais lúdica.
Por falar em exercícios lúdicos, eis uma alternativa para tornar o ambiente escolar mais atrativo. Quando a criança está em um local que ofereça essas opções, há a possibilidade de o aluno obter uma fruição maior dos conteúdos.
Determinação
É sabido que o processo não se pauta em algo pronto, ou seja, é um trabalho conquistado aos poucos. No entanto, é importante que os educadores estejam empenhados em dar suporte a esses alunos em busca da concentração e dos ótimos resultados.

10 Comments

  • Zitania Freire
    Posted 11/07/2017 at 6:52 pm

    Mt bom , venho fazendo isso com minha turma , agora sei q estava no caminho certo

    • NeuroSaber
      Posted 27/09/2017 at 1:06 pm

      Obrigada pelo carinho, continue nos acompanhando!

  • Luzivalda de Souza Lima Falcão
    Posted 15/07/2017 at 1:33 pm

    Documentários bons bastantes esclarecedores,mais gostaria que vocês se possível repassasse além de conceituar as dificuldades e transtornos de aprendizagem as intervencoes em sala o que é como deve ser trabalhado essa criança?

  • Damaris
    Posted 16/07/2017 at 7:13 am

    Bom dia a todos.
    Realmente estás estratégias são importantes para que educadores possam realizar um bom trabalho. Gostaria no entanto se possível de estratégias para o público adolescente, a questão essas estratégias podem ser utilizada? Com eles?

  • Marli Souza
    Posted 23/10/2017 at 8:57 pm

    Muito bom poder ler estas informações e ver que o que faço não é errado. Que bom que estou no caminho certo. Gostaria de mais informações sobre esses tais exercícios lúdicos que você citou.

  • EDINALVA
    Posted 18/08/2019 at 6:56 pm

    Boa noite! Gostaria de saber quem escreveu este artigo e o ano, pois vou citá-lo na minha monografia?
    obrigada!
    Edinalva

    • Suporte Neurosaber
      Posted 19/08/2019 at 4:27 pm

      Olá Edinalva , faça a citação do link conforme as normas da ABNT.

  • Lidiane
    Posted 19/04/2022 at 5:53 pm

    Excelente. Obrigada. Estou com um aluno e que a partir dessa reportagem vou poder ajudar ele. Estou muito preocupada.

    • Solange
      Posted 19/04/2022 at 7:29 pm

      Olá Lidiane, tudo bem?

      Que bom! Ficamos felizes em sempre poder auxiliá-los!

      Sol,
      Equipe NeuroSaber 💙

Leave a comment

0.0/5