Skip to content Skip to footer

Identificando o Transtorno Global do Desenvolvimento

Se você é um leitor assíduo de nossos conteúdos, então o termo Transtorno Global do Desenvolvimento, ou apenas TGD, não é uma novidade. Entretanto, muitas pessoas ainda convivem com dúvidas, sobretudo acerca de alguns pontos referentes a esse conjunto de distúrbios. O assunto de hoje abordará sobre como identificar o TGD em crianças.
É importante ressaltar que a tarefa não é necessariamente fácil e que, apenas com a observação, pais e responsáveis podem obter os sinais de que algo precisa ser tratado em seu filho. Pequenos gestos da criança revelam certa característica que não corresponde a uma pessoa da mesma faixa etária, por exemplo. Este e outros detalhes são determinantes para a identificação do TGD nos pequenos.

As características apresentadas

O ponto de partida para que possamos identificar o TGD em uma pessoa é a característica demonstrada. Há evidências que indicam a existência de que algo não está de acordo com a normalidade, vejam quais são elas:

  • Dificuldades na coordenação motora;
  • Estereotipias;
  • Falta de concentração;
  • Dificuldades de comunicação oral (nesses casos, a criança passa a se comunicar por meio de gestos);
  • Mudança repentina de humor;
  • Aversão ao toque;
  • Dificuldades para estabelecer contato visual;
  • Problemas para começar uma conversa;
  • Preferência pela não socialização e brincadeiras solitárias;
  • Ecolalia (quando a criança repete o que outra pessoa fala).

Percebe-se que muitos aspectos característicos esbarram na vida social do pequeno. Ao longo da primeira infância a criança vai apresentando tais sinais, que tornam a observação dos pais algo determinante para a procura de uma intervenção com especialistas.

No ambiente escolar

A sala de aula é um espaço propício para identificar o TGD em um aluno. Mesmo que cada estudante tenha o seu jeito, é muito provável que a educadora note alguma diferença com a criança sob o TGD: postura mais arredia, pouca comunicação, etc.
É importante que o profissional da educação tenha conhecimento do caso trazido pelo estudante para que a metodologia utilizada seja amplamente inclusiva.

Relembrando algumas informações

O Transtorno Global do Desenvolvimento (TGD) é considerado como um conjunto de distúrbios que influenciam as interações sociais. Primeiramente, uma pessoa com TGD pode ser diagnosticada como alguém que tenha autismo, pois os distúrbios do TGD são os mesmos apresentados pelo TEA, Transtorno do Espectro Autista. Além disso, considera-se outros transtornos como as psicoses infantis, a Síndrome de Rett, a Síndrome de Asperger e a Síndrome de Kanner.

Quando procurar auxílio profissional?

A partir do momento em que vocês percebem algum desses sinais no comportamento da criança. Vale ressaltar, porém, que as intervenções são graduais, pois é imprescindível que o médico acompanhe o passo a passo do pequeno, assim como outros profissionais.
O fato de reconhecer o TGD na criança representa um passo importante na vida do pequeno, pois com base nos tratamentos pelos quais a criança passará, a equipe de especialistas pode direcionar quais as próximas etapas necessárias para a evolução da pessoa com o ambiente que a cerca.

29 Comments

  • Raimunda Amélia Cavalcante Figueiredo
    Posted 22/12/2017 at 9:54 pm

    Cada conteúdo que tenho acesso, mais o desejo de aprender aumenta em mim.Muito obrigada por tudo. Fiquem com Deus.

  • Maria do Carmo de Moura Romanholi
    Posted 02/01/2018 at 10:41 pm

    Boa noite! Excelente abordagem sobre um tema que, muitas vezes, é desconhecido por país e/ ou responsáveis. Contudo, se exposto com tal clareza e objetividade, torna_se mais fácil a sua compreensão , o que vem somar e fazer a diferença na vida de quem vivencia experiências de ter um ente nesta situação. Parabéns! Obrigada

  • Dayana
    Posted 18/02/2018 at 8:09 am

    Muito rico esse conteúdo, adorei adquirir mais conhecimento.

  • Dirce
    Posted 23/03/2018 at 11:08 pm

    Qual a diferença do TGD e o TEA?

  • Gorete
    Posted 03/04/2018 at 4:08 pm

    Conteúdos excelente. Serei sempre grata!

  • Rosimeire Gouvêa
    Posted 04/04/2018 at 11:26 am

    Embora preste muita atenção no comportamento de meus alunos, tenho muita dificuldade em avaliar e compreender as manifestações dos transtornos e síndromes, que culminam no atraso do desenvolvimento e da aprendizagem.

  • Vilma Sayuri Marubayashi Matera
    Posted 07/04/2018 at 8:11 pm

    Boa Noite!!! A abordagem desse tema é muito interessante principalmente se a criança for identificada precocemente, para ter um tendimento adequado de acordo com suas necessidades para o seu desenvolvimento.

  • ELANE REIS DE MATOS ALBERTO
    Posted 08/05/2018 at 7:49 pm

    Meu filho tem 16 anos tava tendo acompanhamento até o ano passado de terapia porém, não foi fechado o diagnóstico dele e não foi feito um feedback ele ficou de fevereiro a outubro do ano passado na clinica.Preciso saber que profissional é o mais adequado para fechar o diagnostico dele;ficou subentendido que poderia ser síndrome de Asperger.
    Hoje tenho problemas em interagir com ele e problemas em saber como lidar com crises e como ajuda-lo a ser mais feliz pois ele sabe que é bem diferente dos outros jovens da sua idade.

    • NeuroSaber Responde
      Posted 09/05/2018 at 11:47 am

      Elaine, o aspeger é um tipo leve de autismo e precisa ser acompanhado por um profissional.

  • Rose
    Posted 02/06/2018 at 4:40 pm

    Adorei este primeiro módulo. tinha duvidas em algumas abordagens que agora estão mais claras.

  • Sandra Viganigo Alves
    Posted 31/08/2018 at 1:15 pm

    Uma criança diagnosticada com TGD é necessariamente Autista ?

    • Adriana Matias
      Posted 31/08/2018 at 1:22 pm

      Olá Sandra ,
      Transtorno Global do Desenvolvimento (TGD) é considerado como um conjunto de distúrbios que influenciam as interações sociais. Primeiramente, uma pessoa com TGD pode ser diagnosticada como alguém que tenha autismo, pois os distúrbios do TGD são os mesmos apresentados pelo TEA, Transtorno do Espectro Autista. Além disso, considera-se outros transtornos como as psicoses infantis, a Síndrome de Rett, a Síndrome de Asperger e a Síndrome de Kanner.

  • Eliz
    Posted 05/09/2018 at 3:15 pm

    Olá. Meu filho foi diagnósticado com TGD. Ao questionar o médico sobre ele ser autista, o mesmo disse que não. Ao ler esse material deu entender que quem tem TGD tem o TEA.
    Três profissionais da área deram o mesmo diagnóstico. Ele não tem esteriotipias nem interesse restrito, mas com 2 anos e 9 meses tem atraso severo na fala…de vez em quanto olha qdo chamamos pelo nome e interage muito pouco com crianças.
    Aguardo retorno. Grata

    • Adriana Matias
      Posted 12/09/2018 at 10:34 am

      Olá Eliz por motivos de lei não podemos fazer nenhuma orientação online sem avaliação pessoalmente .

  • cláudia Bentes
    Posted 15/04/2019 at 2:57 pm

    Gosto bastante das explicações da NeuroSaber, mas tenho uma duvida sobre alunos com transtorno específico misto do desenvolvimento.

  • Betsy
    Posted 14/09/2019 at 2:12 pm

    Oi boa tarde,
    Você sabe o nome de um centro especializado em São Paulo para o diagnostico???.. estou desesperada, eu sei que meu filho não esta bem, e quero especialistas na materia para uma avalição… já estou cansada dos “pediatras” e “profesoras” atuais…

    • Suporte Neurosaber
      Posted 16/09/2019 at 9:53 pm

      Olá Betsy , no momento não tem para te indicar .

  • Juliana Lima
    Posted 20/12/2019 at 4:50 pm

    Boa tarde, gostei muito de todas as explicações. E gostaria de saber se um pediatra pode dar o diagnóstico de TGD e depois passar para um neuropediatra ?

    • Suporte Neurosaber
      Posted 13/01/2020 at 6:58 am

      Olá Juliana , procure um especialista na área ou neuropediatra .

  • Vanessa da Silveira
    Posted 09/02/2020 at 8:33 am

    Quais os mecanismos para diferenciar TEA de TGD? Já que basicamente apresentam as mesmas tipologias comportamentais?

  • Maria Arlete Fernandes da Cruz
    Posted 10/11/2020 at 2:04 pm

    Parabéns o material apresentado é maravilhoso,contribui muito para tirar dúvidas

    • NeuroSaber
      Posted 11/11/2020 at 10:58 am

      Olá Maria,
      Que bom! Ficamos felizes em sempre poder auxiliá-los!

  • Cíntia
    Posted 15/03/2023 at 5:15 pm

    Sou mãe, concursada a 19 anos, tenho uma filha menor que precisa de acompanhamento especializado mesmo sem ter um diagnóstico fechado, tenho direito a redução de carga horária para acompanhar la?

Leave a comment

0.0/5