Skip to content Skip to footer

Inclusão do aluno com deficiência intelectual na escola

Inclusão de aluno com deficiência intelectual

A inclusão de crianças com necessidades especiais na escola é direito garantido por lei. No entanto, muitas pessoas ainda acreditam que o aluno com deficiência intelectual é incapaz de aprender, o que não é verdade. Ainda que as crianças com DI tenham atrasos cognitivos, elas são capazes de aprender, desde que a escola e os professores considerem suas dificuldades.

A deficiência intelectual é um transtorno do desenvolvimento. As crianças com DI apresentam um nível cognitivo abaixo da média para a idade. Dessa forma, podem ter dificuldade de adaptação e demorar mais para aprender e se alfabetizar do que outras crianças da mesma idade.

As crianças com deficiência intelectual tem dificuldades nas interações por não compreendem bem os códigos sociais. Geralmente são muito dependentes dos pais ou de pessoas adultas que lhe ajudam a decifrar os sinais sociais. Dessa forma, a inclusão desses alunos na escola requer adaptações nas práticas pedagógicas. Saiba mais, neste artigo.

Causas da Deficiência Intelectual

Antes de entrarmos na questão da inclusão é importante entender que a deficiência intelectual não é uma doença. Ela não tem cura, não é contagiosa, mas uma condição que pode ter diferentes causas.

Ainda que a ciência não consiga uma explicação clara para a causa da DI, a mais comum é atribuída à genética. Também existem riscos na gestação que podem causar a deficiência intelectual, como o uso excessivo de álcool ou alguma doença na gravidez que possa prejudicar o desenvolvimento do feto.

No parto, podem ocorrer complicações, como a falta de oxigenação necessária que leva a sequelas, como a DI. No Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (DSM), a deficiência intelectual é definida como o estado de redução notável do funcionamento intelectual, que leva a limitações de aspectos do funcionamento adaptativo, como a capacidade de se comunicar, de se autocuidar, habilidades sociais, entre outros.

Como as habilidades mentais também são afetadas na DI, o aprendizado se torna um desafio. Tanto para as crianças, como para seus pais e professores.

A educação inclusiva

O objetivo da educação inclusiva é incluir todas as crianças com necessidades especiais nas escolas regulares, ainda que existam ainda muitos desafios que precisam ser superados. A inclusão de alunos com deficiência intelectual requer adaptações curriculares, ou mesmo das práticas pedagógicas para serem efetivas.

Em 1988, um pequeno grupo no Frontier College, em Toronto, criou o termo ‘educação inclusiva’, que rejeita a exclusão e incentiva a participação de todos na escola. A essência do pensamento da inclusão está na aceitação da diversidade e na busca de equidade. 

Mais especificamente, o termo educação inclusiva se refere à colocação de alunos com necessidades especiais nas escolas regulares e a fornecer-lhes uma educação de qualidade dentro do processo educacional que atende aos alunos comuns. 

Inclusão do aluno com deficiência intelectual

Ainda que a teoria da inclusão seja essencial, na prática, os professores enfrentam desafios diários para garantir o aprendizado das crianças com DI. É muito importante desenvolver um plano de aula que considere as características do aluno.

As crianças, tenham elas necessidades especiais ou não, aprendem melhor quando encontram significado do que está sendo ensinado. Ainda que seja um desafio considerar cada aluno em seu plano de aula, tente fazer isso, o máximo que conseguir, nem que seja uma vez por semana.

O professor precisa acreditar na capacidade do aluno com deficiência intelectual de superar seus limites. Conhecer seu aluno, saber quem ele é, do que gosta e do que não gosta, suas habilidades e dificuldades, é a forma mais fácil de dar sentido ao seu aprendizado.

Outro ponto importante da inclusão de alunos com deficiência intelectual, é a importância de criar formas de ensino que envolvam as emoções. Ou seja, agora que você já sabe o que o seu aluno gosta e o que ele não gosta, use esse conhecimento para propiciar experiências de ensino agradáveis para ele.

Por exemplo, se ele adora um determinado local do pátio da escola, que tal planejar uma aula da semana nesse local?

Como dissemos, as crianças prestam mais atenção naquilo que faz sentido para elas, com o aluno com DI isso não é diferente. Dessa forma, quanto mais o professor der significado a aprendizagem, mas o seu aluno vai aprender.

Uma última orientação, mas não menos importante, é usar o reforço positivo com o seu aluno com deficiência intelectual. Elogie cada acerto e premie seus avanços, sempre que puder, nem que seja com um abraço.

As crianças gostam de ver que aprovamos seu comportamento e o reforço positivo aumenta a possibilidade de que sigam agindo dessa forma. Além disso, os alunos se sentem muito mais motivados e confiantes.

Considere essas orientações ao elaborar o plano de aula para alunos com deficiência intelectual. Acredite, essas pequenas ações são benéficas para todas as crianças em sala de aula. Afinal, essa é a verdadeira inclusão, não é mesmo?

Se tem mais dicas para inclusão do aluno com deficiência intelectual, deixe nos comentários e contribua com a discussão!


Referências:

https://psicologado.com.br/atuacao/psicologia-social/deficiencia-intelectual-inclusao-escolar-e-social

20 Comments

  • Willes José de Sant'Ana
    Posted 23/06/2021 at 3:48 pm

    bom é usar a capoeira com esse público mais tem que ser um profissional da área só as atividade de escola não resolve, a arte que vocês tanto discriminam. a capoeira é nossa e vai muito mais além que uma simples deficiência. Mestre Scania

  • Luzia Campos
    Posted 01/04/2022 at 3:05 am

    A minha filha tem deficiência cognitiva, gostaria muito de poder ajudar ela, e saber quais são os direitos dela na escola, porque ela não tem evolução nenhuma na escola, já que as atividades são a mesma aplicada para todos os alunos.

    • Beatriz
      Posted 18/05/2022 at 6:32 pm

      A minha tem deficiência intelectual sabe muito pouco as letras do alfabeto numerais e por aí vai está acontecendo a mesma coisa não procuram dar atividades que ela consegue fazer mandan copiar as mesma coisa que os colegas dela faz fico de cara pq ela não sabe nem o que está fazendo como vai evoluir

      • Tatiane Ap govea martins
        Posted 07/08/2022 at 4:35 pm

        O importante é vc fazer uma avaliação psicológica que comprove , aí vc pede para a neuro fazer uma carta pedindo atividades adapitadas … sempre guarde os laudos que comprove , aí minha amiga escreveu não leu o pão comeu kkk … a escola tendo o laudo e sabendo da situação não pode se negar a ajudar a criança 😉…caso se recuse a lei tá aí pra isso excursão e crime … denuncie … ( experiência própria sou o terror na vida das professoras kkk)

        • Elisete
          Posted 13/04/2023 at 5:56 pm

          Tatiana parabéns pela sua atitude, pois minha irmã corta um dobrado com o filho na escola ele tem DI mas a escola trata como se ele fosse um garoto mal bagunceiro e que não quer fazer atividade nenhuma a escola só vive dando uma advertência de 3 dias em casa para o garoto, como que ele vai aprender assim e fora que ele fala que é maltratado e ele por conta da limitação que ainda não tem um laudo definido ele é agressivo mas só na escola em casa ele é uma criança normal como lidar com isso se o problema é só na escola não em casa. A escola não cria nada para adaptar as aulas dele e minha irmã não sabe porque ele é agressivo assim na escola talvez seja uma reação dele por conta de alguma coisa.

  • keti Fernanda Xavier
    Posted 17/12/2022 at 12:24 pm

    Eu preciso da escola especial para minha filha e a escola que está matriculada diz que ela não tem mais direito a escola especial que era só na segunda série

    • Solange
      Posted 19/12/2022 at 1:59 pm

      Olá Keti, tudo bem?

      Orientamos que procure um especialista para que faça uma avaliação e para que ele possa realizar um laudo das necessidades da sua filha e procure a secretaria de educação do seu município para que possam ver a melhor maneira de ajudar a sua filha.

      Sol,
      Equipe NeuroSaber 💙

    • Madalena Monteiro
      Posted 29/01/2023 at 10:24 am

      Olá! Fala na secretaria de educação da sua cidade, pois nas escolas devem ter a sala do Atendimento Educacional Especializado, que é para o aluno com esta necessidade e independe de idade e série, veja também se sua filha nao precisa de um cuidador que a lei garante para ela dentro da escola.
      Abraço e boa dorte!

      • Silvania De Oliveira
        Posted 01/02/2023 at 11:02 am

        Minha filha tem deficiência intelectual e a escola estar exigindo que eu compre as apostilas igual as dos outros alunos sem que eu com mãe sei que minha filha não acompanha não compriende o que devo fazer?

  • keti Fernanda Xavier
    Posted 17/12/2022 at 1:40 pm

    A escola que a minha filha está matriculada é a escola municipal Arthur Thomas desde a primeira série agora está na quarta série e a professora da sala de recursos da escola me disseram que agora a Karen não tem mais direito que era só na segunda série mais na época que foi ofertada a escola especial estava na pandemia foi no final de 2020 não tinha atendimento vídeo aula com a professora auxiliar e nem da sala de recursos agora tem a carta do médico pedindo a escola especial pra ela e a escola negou

    • Solange
      Posted 19/12/2022 at 3:27 pm

      Olá Keti, tudo bem?

      Orientamos que procure a secretaria de educação do seu município para maiores informações.

      Sol,
      Equipe NeuroSaber 💙

  • Silvania De Oliveira
    Posted 01/02/2023 at 11:04 am

    Minha filha tem deficiência intelectual e a escola estar exigindo que eu compre a apostila igual a dos outros aluno mais eu sou mãe e sei que minha filha não acompanha o que devo fazer?

    • Solange
      Posted 02/02/2023 at 3:46 pm

      Olá Silvania, tudo bem?

      Mas ela está na série que é condizente com as suas aptidões e habilidades? Converse com a escola para entender o porque decidiram adotar esse material para a sua filha, converse com o médico que a acompanha, ele te dará informações e orientações mais precisas sobre o caso. Desejamos boa sorte.

      Sol,
      Equipe NeuroSaber 💙

  • Rozilene Machado da Silva
    Posted 23/03/2023 at 3:20 pm

    Tenho uma filha de 6 anos com deficiente etelectual.Presciso aprender para ensinar a ela . Adorei

    • Camilla
      Posted 24/03/2023 at 8:33 pm

      Compreendo que você está buscando maneiras de ajudar a ensinar sua filha com deficiência intelectual. Aqui estão algumas dicas e recursos que podem ajudá-lo:

      Comunique-se de maneira clara e simples: Quando falar com sua filha, use frases curtas e simples e dê-lhe tempo suficiente para responder.

      Utilize recursos visuais: Use imagens, diagramas e outros recursos visuais para ajudar a ilustrar ideias e conceitos.

      Explore os recursos da escola: Fale com os professores e a equipe escolar para descobrir quais materiais e recursos estão disponíveis para ajudar a ensinar sua filha.

      Busque apoio e informações: Converse com outras famílias que têm filhos com deficiência intelectual e busque informações de organizações de apoio.

      Estimule o aprendizado: Busque maneiras de incentivar o aprendizado e desenvolvimento da sua filha através de atividades como jogos, música e leitura.

      Tenha paciência e amor: Lembre-se de que o aprendizado pode levar tempo e que cada criança tem seu próprio ritmo. Seja paciente e amoroso com sua filha, sempre a incentivando a dar o seu melhor.
      Um NeuroAbraço 💙

  • Gabrielly Rodrigues
    Posted 30/03/2023 at 5:37 pm

    Sou acompanhante de um aluno em sala de aula ele tem o diagnóstico em DI ele tem 12 anos não lê e nem escreve tem muita dificuldade com tudo está na escola pela inclusão mais eu gostaria de conseguir ajudar se vocês conseguirem me dar dicas de atividades em inclusão eu agradeço !!

    • Solange
      Posted 31/03/2023 at 1:24 pm

      Olá Gabrielly, tudo bem?

      Nesses casos orientamos buscar um especialista pessoalmente para lhe dar melhores informações e orientação assertivas sobre o caso. De qualquer forma, temos conteúdos no youtube.com/neurosabervideos e Artigos em nosso Blog: http://www.neurosaber.com.br/artigos que podem te ajudar em muitas questões.

      Sol,
      Equipe NeuroSaber 💙

  • Valquiria moureira
    Posted 21/04/2023 at 2:00 pm

    Meu filho tem 11 anos está no sexto ano,sou obrigada a levar meu filho pra escola pra durar a tarde toda sentado em uma cadeira. Ele não fala,anda xon certa dificuldade tem crises não tem noção de perigo a escola não oferece nada que condiza com o que ele goste.. estou angustiada…

    • Solange
      Posted 25/04/2023 at 12:15 pm

      Olá Valquiria, tudo bem?

      Entendo sua angústia. É importante lembrar que cada criança é única e pode ter necessidades diferentes. Seu filho parece ter algumas dificuldades e necessidades especiais, e pode ser necessário que a escola ofereça a ele um ambiente e suporte adequados para o seu desenvolvimento e bem-estar.

      Você pode conversar com a escola para entender quais são as opções disponíveis para seu filho e como eles podem adaptar o ambiente e as atividades para melhor atender às necessidades dele. Também é importante lembrar que existem leis e políticas de inclusão escolar que garantem o direito de todas as crianças, incluindo aquelas com necessidades especiais, de receberem uma educação adequada.

      Se a escola não está oferecendo o suporte adequado para o seu filho, você pode procurar outras opções, como escolas que ofereçam educação especial ou recursos adicionais para atender às necessidades dele. Além disso, é importante buscar a ajuda de profissionais de saúde qualificados, como médicos, terapeutas ou psicólogos, que possam ajudar a entender as necessidades do seu filho e fornecer orientação e suporte.

      Lembre-se de que você não está sozinha nesta situação e que há recursos e opções disponíveis para ajudar seu filho a ter a educação e o suporte adequados.

      Sol,
      Equipe NeuroSaber 💙

  • Trackback: DICAS PARA ALFABETIZAR CRIANÇAS COM DEFICIÊNCIA INTELECTUAL

Leave a comment

0.0/5