Skip to content Skip to footer

Letra espelhada: isso é um problema?

Você já ouviu falar em letra espelhada? A fase da alfabetização é fundamental no desenvolvimento infantil. Visto isso, a aprendizagem da leitura e escrita é essencial para que a criança assimile os outros conteúdos. A letra espelhada é um fator muito comum que pode acontecer nesse processo. 

Esse conceito pode parecer estranho, mas acontece com muita frequência no início da escrita. Vamos entender sobre a escrita espelhada neste artigo. 

O que é a letra espelhada?

Sabe quando lemos algo pelo espelho e as letras aparecem ao contrário? Letra espelhada – ou escrita espelhada – é exatamente isso. É comum encontrarmos, no início da alfabetização, crianças que escrevem de maneira espelhada. Isso não é um problema a longo prazo, visto que costuma a desaparecer a partir dos sete anos de idade.

Nas primeiras tentativas de escrita, a criança costuma não saber todas as “regras” que seguimos. Como, por exemplo, que escrevemos da esquerda para a direita.

As confusões e trocas na escrita costumam acontecer principalmente com letras parecida, como |b| e |d|, |p| e |q|. Mas vale destacar que essas não são as únicas formas de encontrarmos a letra espelhada. As letras espelhadas fazem parte do processo de alfabetização. 

Habilidades que ajudam no processo de escrita

Principalmente na educação infantil, os alunos ainda estão aprendendo as habilidades necessárias para escrever. Por isso, antes de começarmos o processo de alfabetização, é fundamental trabalharmos algumas habilidades com as crianças. 

Habilidades de atenção, percepção, coordenação motora, lateralidade e equilíbrio são alguns exemplos do que deve-se trabalhar com os pequenos. Essas competências devem ser estimuladas com jogos e brincadeiras, necessariamente antes de introduzir a escrita. 

Com as crianças pequenas, os estímulos de escrita devem ser aos poucos. Antes de pedir para que escreva, apresente as letras e estimule-a a contornar o traço. Você pode mostrar exemplos para que ela copie a letra, além de explorar diferentes recursos multissensoriais.

Alguns exemplos desses recursos são:

  1. Caixa de areia;
  2. Escrita no ar;
  3. Escrita no amido de milho;
  4. Escrita com lápis;
  5. Escrita com tinta e com o dedo;
  6. Usar letras texturizadas, dentre outros. 

O importante é usar atividades lúdicas nesse processo de ensino e aprendizagem!

Como ajudar com a letra espelhada

É importante ressaltar novamente que a letra espelhada é normal, pois a criança ainda está aprendendo. A aquisição da escrita necessita de fatores anteriores para acontecer, como citamos acima.

De acordo com estudos, a habilidade da escrita não é um fator biológico e inato. Porém, depende de toda uma estrutura cerebral para fazê-la. Por isso enfatizamos a importância da instrução explícita na educação. 

Lembre-se de não criticar o aluno ou falar que ele fez errado. Ao invés disso, você pode questioná-lo se a letra está correta, procurando fazer com que perceba a diferença. 

Algumas formas dos adultos ajudarem a criança com a letras espelhada são:

  1. Identificar

Antes de qualquer coisa, é importante identificar quais são as letras espelhadas. Em seguida, você pode ajudar a criança a desenhar a letra. 

  1. Direção da letra

As setas e flechas ajudam a criança a compreender o sentido da letra. A Cinestesia nos ensina sobre a importância da percepção do movimento de escrita. 

  1. Pontilhado

Escrever por cima do pontilhado trabalha com a coordenação motora fina e a grafomotricidade. Com a ajuda dos pontilhados, a criança é capaz de perceber as formas e maneiras de escrever corretamente, evitando a letra espelhada

Os erros e acertos fazem parte do processo de aprendizagem e alfabetização. O papel do professor e dos pais é ajudar a criança nessa etapa fundamental da sua vida! 

Referências:

LIMA, Geane Kele Pereira de. Neurociências e suas contribuições para a alfabetização. 2021. Trabalho de Conclusão de Curso. Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

21 Comments

  • Manoel Lourenço da Silva
    Posted 13/09/2022 at 1:59 pm

    Sou professor de educação infantil e tenho essa dificuldades na sala de aula. Crianças que escrevem espelhadas e não conseguem definir a escrita correta. Na faixa etária de 5 e 6 anos de idade.

    • Solange
      Posted 13/09/2022 at 6:06 pm

      Olá Manoel, tudo bem?

      Em nossos canais temos muitos conteúdos que vão te ajudar a entender melhor. Confira nosso canal no Youtube e nosso Blog e continue sempre de olho em nossas redes sociais!

      Sol,
      Equipe NeuroSaber 💙

    • Alex
      Posted 06/03/2023 at 7:31 am

      Olá Manoel!
      Como em sala de aula ficamos “presos” por termos de seguir prazos e o conteúdo da faixa etária da turma, eu aconselharia citar este conteúdo (este site) em uma reunião de pais para que as próprias famílias possam trabalhar os aspectos mencionados na matéria em suas casas 😉

  • Mellody
    Posted 10/10/2022 at 2:52 am

    Tenho 34 anos, sou destra, nunca tive dificuldade no aprendizado, contudo, quando escrevo com a mão esquerda, escrevo espelhado, para escrever da esquerda para a direita, preciso fazer bastante esforço, dá forma espelhada, é natural.
    Existe um motivo para isso?

    • Solange
      Posted 11/10/2022 at 1:15 pm

      Olá Mellody, tudo bem?

      Os hemisférios esquerdo e direito do cérebro controlam a coordenação motora dos lados opostos do corpo. Entretanto, as metades esquerda e direita do cérebro não têm controle igual no qual define uma preferência de uma mão em relação à outra para algumas tarefas, recebendo o nome de lateralização cerebral.

      Sol,
      Equipe NeuroSaber 💙

  • Andresa
    Posted 27/10/2022 at 8:59 pm

    Meu filho aos 4 anos não escrevia espelhado e agora de repente, aos 5, começou a escrever algumas letras e números ao contrário. O que pode ter acontecido? Ele reconhece depois de escrever a palavra ou número que está ao contrário, mas na hora de escrever não.

    • Solange
      Posted 28/10/2022 at 2:39 pm

      Olá Andreia, tudo bem?

      De acordo com as evidências cientificas, a alfabetização oficial deve iniciar por volta de 6 anos, mas o espelhamento na idade do seu filho é natural e esperado, que ocorra até os 6 anos, pois como ler e escrever não é natural, é necessário que seja estimulado, essa habilidade acaba ficando no cérebro, numa região de reconhecimento de pessoas objetos para reconhecer pessoas objetos, tanto faz a direção, mas após a idade mencionada, se a criança continuar espelhando é importante buscar ajuda.

      Sol,
      Equipe NeuroSaber 💙

  • Nick
    Posted 17/11/2022 at 5:23 pm

    Aprendi a ler e escrever aos quatro anos e desde então eu costumo espelhar as letras quando escrevo. Não só espelhar, algumas vezes costumo trocá-las de lugar. Isso acontece também na leitura e, às vezes, as letras, as sílabas ou até as palavras se invertem, trocam de lugar umas com as outras, formam frases que não estão realmente escritas e eu preciso reler duas ou três vezes pra perceber. Isso sempre me deixou muito confusa.
    No entanto, isso não acontece o tempo todo, é bem aleatório e esporádico, e eu sempre tive muita facilidade pra ler e escrever, apesar disso. Meu pai dizia que isso iria passar quando eu estivesse um pouco maior, mas já tenho 23 anos e ainda estou invertendo a escrita. Tenho Síndrome de Asperger, mas me disseram não ter nenhuma relação com a síndrome em si. O que pode ser?

    • Solange
      Posted 18/11/2022 at 5:27 pm

      Olá Nick, tudo bem?

      Agradecemos a sua confiança em compartilhar isso com a gente e pedir ajuda. Orientamos que procure um Neuropsicológico, que é um profissional que vai poder identificar se existe alguma comorbidade do seu Asperger com algum transtorno do neurodesenvolvimento ou outro transtorno, pois essa característica é encontrada em algumas pessoas que apresentam a dislexia, que é um transtorno específico de aprendizagem. No entanto, essa característica isolada não caracteriza dislexia teria que ter outros componentes, inclusive que seriam avaliados por pelo profissional acima indicado, pois não é esperado essa dificuldade para a sua idade.

      Sol,
      Equipe NeuroSaber 💙

  • Valéria Farias
    Posted 20/12/2022 at 8:36 am

    Oii

    Sou ambidestra, escrevo espelhado com as duas mãos e, do nada, descobri que consigo escrever, ao mesmo tempo, com a mão direita a palavra com a escrita “normal” e com a esquerda a forma espelhada da palavra. Tenho muita facilidade em tocar instrumentos musicais, totalizando 12 ate o momento, meu raciocínio funciona muito rápido. Eu deveria me preocupar..? kk. Existe uma explicação pra isso?

    • Solange
      Posted 09/01/2023 at 12:34 pm

      Olá Valéria, tudo bem?

      Primeiramente agradecemos pela confiança! Nesses casos orientamos buscar um especialista pessoalmente para lhe dar melhores informações e orientação assertivas sobre o caso. De qualquer forma, temos conteúdos no youtube.com/neurosabervideos e Artigos em nosso Blog: http://www.neurosaber.com.br/artigos que podem te ajudar em muitas questões.

      Sol,
      Equipe NeuroSaber 💙

  • Karla
    Posted 26/12/2022 at 10:41 pm

    O meu sobrinho de 4 anos é canhoto,escreve somente o nome dele e espelhado, não é apenas uma ou outra letra e sim o nome todo.

    • Solange
      Posted 10/01/2023 at 2:42 pm

      Olá Karla, tudo bem?

      Segundo especialistas, o espelhamento deve “acabar” entre os 6 ou 7 anos de idade, após essa idade, se a criança continuar escrevendo dessa maneira, é necessário entrar em contato com um especialista.

      Sol,
      Equipe NeuroSaber 💙

  • Thamires
    Posted 27/12/2022 at 1:53 am

    Minha filha tem 7 anos e ainda faz letra espelhada, números ao contrário, devo me preocupar?

    • Solange
      Posted 10/01/2023 at 8:03 pm

      Olá Thamires, tudo bem?

      Para a idade dela já não é esperado esse comportamento, por isso, recomendamos que procure um especialista pessoal para que possam avaliar se já é necessário uma intervenção.

      Sol,
      Equipe NeuroSaber 💙

  • Professora Elisete inácio
    Posted 04/01/2023 at 7:42 pm

    Estou muito feliz,em participar do curso.
    Pois,ALFABETIZAÇÃO é de uma importância imensurável, sou alfabetizados há mais de 30 anos,amo ,o que faço.
    E interessante, no que sabemos e vemos,na Educação infantil/Fundamental l ,a queima/pula de etapas inicial no preparo para Alfabetização de uma criança.
    Quando, chega está situação, em nossas mãos, realmente muito triste,mas,acontece.
    Já presenciei um aluno no 2 ano ,ensino médio, não alfabetizado.
    Nem seu próprio,nome escrevia completo.
    Me indignei, conversando com ele,como chegará, ao ensino médio, sem leitura.
    Segundo,ele,realmente ele fala.muito bem é observador,sorridente,bonito educado.
    É as ferramentas, que ele diz ter usado.
    Então, ALFABETIZAÇÃO,É muito sério.
    Observação, que fiz ele não sabe interpretar nada ao seu redor.
    Sua profissão: estudante/desempregado
    Idade: 19 anos
    Me chamou atenção:
    A vontade,persistência, fé, amor próprio.

    Sou Professora, porque Amo Educar.

  • Heloisa Gonçalves
    Posted 29/03/2023 at 5:34 pm

    Minha filha de 5 anos faz algumas letras e números espelhados, e agora está com muita dificuldade em fazer algumas letras, igual b, de forma e cursivo, números 2,9,6, ela está com dificuldade na escrita, tem dificuldade até para fazer pontilhado, vocês tem algum artigo falando sobre?

    • Solange
      Posted 30/03/2023 at 8:40 pm

      Olá Heloisa, tudo bem?

      Sim, existem diversos artigos que podem ajudar a entender as dificuldades que as crianças podem enfrentar na escrita e como lidar com elas.

      Primeiramente, é importante entender que a escrita é um processo complexo que envolve diversas habilidades motoras, cognitivas e linguísticas. Algumas crianças podem enfrentar dificuldades em diferentes etapas desse processo, o que pode afetar sua habilidade de escrever com clareza e fluência.

      Algumas das dificuldades mais comuns na escrita incluem letras espelhadas, dificuldade em escrever letras em forma cursiva, problemas com a coordenação motora fina, e dificuldade em seguir linhas ou fazer pontilhados. Essas dificuldades podem ser causadas por diversos fatores, como dislexia, déficit de atenção e hiperatividade (TDAH), transtornos do espectro autista (TEA) e outras condições médicas.

      Para ajudar a criança a superar essas dificuldades, é importante oferecer suporte e estímulo adequados. Isso pode incluir atividades para desenvolver a coordenação motora fina, como jogos de encaixe e recorte, prática de escrita em letras bastão antes de partir para a letra cursiva, prática de letras em espelho para que a criança compreenda o movimento correto para fazer as letras, entre outras estratégias.

      É importante também buscar a ajuda de profissionais especializados, como psicopedagogos, fonoaudiólogos e terapeutas ocupacionais, que podem avaliar a criança e indicar o melhor tratamento para cada caso.

      Tenho quase certeza que você encontra as respostas nas nossas redes sociais que estão cheias de conteúdo. Estarei colocando o link das nossas redes abaixo.

      YouTube: https://youtube.com/neurosabervideos
      Blog: https://institutoneurosaber.com.br/artigos/artigos/neurosaber/
      Instagram:@neurosaberoficial
      Facebook: Neurosaber

      Sol,
      Equipe NeuroSaber 💙

  • Geisa
    Posted 23/05/2023 at 12:56 am

    Boa noite muito bom eu quero fica por dentro

  • Trackback: A escrita espelhada e a lateralidade manual dominante -

Leave a comment

0.0/5