Skip to content Skip to footer

Método fônico: a chave para a alfabetização eficaz

MÉTODO FÔNICO: A CHAVE PARA A ALFABETIZAÇÃO

Antes de mais nada, conheça o método fônico, um eficaz método de alfabetização baseado em evidências:

MAS O QUE É MÉTODO FÔNICO?

Pode se dizer que é um método de alfabetização baseado em evidências. Ou seja, quer dizer que tem pesquisas científicas confiáveis que mostram sua eficácia.

Ele trata-se de um método que estimula importantes habilidades ao processo de alfabetização. Dentre elas estão principalmente a consciência fonológica e o princípio alfabético.

Portanto, a consciência fonológica é a habilidade de identificar e brincar com os sons da língua. Por exemplo, reconhecer palavras que rimam, começam com o mesmo som, separar em sílabas ou criar novas palavras brincando com sílabas.

Aliás que tal aprender o som das letras com um vídeo? Assista e aprenda:

Então, você sabe fazer o som das letras?

Por outro lado, o princípio alfabético se refere à compreensão de que as letras são símbolos que representam os sons que falamos, e também ao conhecimento dos sons de cada letra.

MÉTODO FÔNICO: A CHAVE PARA A ALFABETIZAÇÃO EFICAZ

Ou seja, ele prioriza o ensino dos sons das letras. Pois dessa forma o professor ensina claramente os sons das letras.

Portanto, inicia-se a partir das vogais… Após isso, as consoantes com planejamento. Portanto, a sequência é feita conforme as letras.

Por exemplo, são letras com um som? E o som representado somente por uma letra? Por exemplo, o B. Ou se são letras que representam vários fonemas (como o X), ou se são dígrafos (como o CH).

Antes mais nada, o processo deve seguir um ensino explícito e uma sequência que evolua, sendo do mais simples ao mais complexo. Pois assim o aprendizado tende a ser mais proveitoso e coerente.

MAS POR QUE O MÉTODO FÔNICO É BOM?

Primeiramente, os pequenos que são estimulados e ensinados a partir do método fônico de alfabetização. Ou seja, desde cedo conseguem aprender a perceber e manipular de maneira eficaz os sons da língua portuguesa.

Por isso, considerando que a linguagem oral é a base para a linguagem
escrita. Perceber e manipular os sons é fundamental para a alfabetização.

Além disso, esse método aborda as principais habilidades precursoras da alfabetização. Por exemplo, a consciência fonológica, a correspondência grafofonêmica e o vocabulário.

Também trata-se de um método que prioriza o ensino explícito. Por isso, esse tipo de ensino favorece todas as crianças, tendo ou não dificuldades de aprendizagem.

O método fônico geralmente utiliza diversos recursos durante as atividades, tais como imagens, sons e materiais concretos. Associar os diferentes recursos durante a alfabetização ajudam na aprendizagem. Já que diferentes sentidos são ativados.

Portanto, o método fônico respeita o tempo de alfabetização de cada criança. Pois é estruturado em uma sequência de gradativa complexidade. Sendo então possível desenvolver com a criança o conhecimento que ela precisa, adequando a diferentes níveis de desafio.

Sendo assim, esse método valoriza a linguagem oral. Pois as crianças recebem os estímulos para aumentar a quantidade de palavras. Também a compreenderem instruções faladas e a se expressar oralmente.

ANTES DE MAIS NADA, CONFIRA DICAS DE COMO APLICAR O MÉTODO FÔNICO

  • Diferenciando os sons: em primeiro lugar, com o intuito de que a criança desenvolva a consciência fonológica. É imprescindível que o processamento auditivo seja estimulado.

    Isso pode ser feito por meio de exercícios que auxiliem o discernimento dos sons, a identificação de rimas, de aliterações. Também a segmentação silábica e fônica, da manipulação de sílabas, a memorização de sons e ritmos.

    Pode-se utilizar recursos como poemas, cantigas, trava-línguas ou brincadeiras com identificação de sons do ambiente.
  • Realize-se a contagem de palavras em frases… A percepção que a formação de frases é formada por palavras é fundamental. Portanto, estimular o reconhecimento e a noção da quantidade de palavras em frases é algo indispensável para a alfabetização.

Inicie a partir de frases simples e aumente o nível de complexidade. Peça que a criança identifique as palavras que formam frases.

Podem utilizar-se materiais concretos, como palmas ou palitos para representar cada palavra falada. Ou podem ser feitas brincadeiras, tais como trocar as palavras para formar novas frases.

MÉTODO FÔNICO: A CHAVE PARA A ALFABETIZAÇÃO EFICAZ:

  • Realizar a contagem de sílabas nas palavras.
    Do mesmo modo, a habilidade em identificar as sílabas presentes nas palavras trata-se de uma capacidade fundamental no processo de alfabetização.

    Por esse motivo, é de grande valia incentivar atividades que exijam que o pequeno conte as sílabas de algumas palavras. Nesse contexto, a atividade se torna ainda mais eficaz ao repetir a palavra em voz alta. Ou seja, circulando as sílabas e distinguindo o som de cada uma.

    Também utilizam-se materiais concretos e jogos para estimular a habilidade em questão.
Mais opções:
  • Atividades para rimar:
    Sendo assim, a rima é algo divertido. Aliás, é uma forma de estimular a consciência fonológica das crianças. Tendo em vista que o intuito é praticar a habilidade de reconhecer as semelhanças entre as palavras que terminam com o mesmo som.

    Para isso, use poemas e músicas que as crianças gostem. Este é um recurso simples, mas prazeroso para elas. Além de ouvir músicas já existentes, vocês podem criar suas próprias músicas!
  • Substituindo os sons: por fim, mas não menos importante, são atividades que estimulem a substituição de sons para a formação de novas palavras.

    Logo, é bem mais fácil aprender a pronunciar os sons das letras no momento em que o pequeno consegue fazer essa diferenciação. Por exemplo: a palavra “pato”, ao ter a letra “p” trocada pela letra “m”, vira “mato”, e assim por diante.
  • Ensine o som das letras: sem dúvida, ensinar explicitamente o som das letras é fundamental para o método fônico. Mostre o desenho das letas (pode ser em um cartaz, em letras móveis, em massinha ou barbante), peça
    que a criança passe seu dedo por cima desse desenho.

    Simultaneamente, fale palavras que começam com esse som. Também emita o som da letra para que a criança repita. Esse ensino explícito favorece a alfabetização das crianças.

Gostou do conteúdo? Acesse o canal do Youtube da Neurosaber e fique por dentro das novidades.


REFERÊNCIAS

SEBRA, Alessandra Gotuzo; DIAS, Natália Martins. Métodos de alfabetização: delimitação
de procedimentos e considerações para uma prática eficaz. Rev. psicopedag., São Paulo, v.
28, n. 87, p. 306-320, 2011. Disponível em:
http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-
84862011000300011&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 09 dez. 2022.

Leave a comment

0.0/5