Skip to content Skip to footer

O que é Neuroaprendizagem?

Quem tem o hábito de ler artigos e trabalhos acadêmicos sobre distúrbios de aprendizagem, autismo e síndromes que afetam direta ou indiretamente o cérebro já deve ter visto a palavra neuroaprendizagem em algum lugar.

O termo não é muito conhecido do grande público em função do caráter mais segmentado em que ele pode ser encontrado. Contudo, o seu impacto reflete na vida de todos nós, desde os primeiros minutos de vida até o último segundo.
A neuroaprendizagem é o que podemos definir como o ato de aprender, tendo como base as funções cerebrais. Em outras palavras, tudo que seja referente ao aspecto cognitivo, entre eles: a linguagem, a capacidade de raciocinar, memorizar, tomadas de decisão, concentração, entre outros.

Como ocorre o processo de aprendizagem?

Embora complexo, é importante frisar que todo esse mecanismo do cérebro acontece de maneira minuciosamente conectada com todos os comandos necessários para a aprendizagem.
Para começo de conversa, a primeira coisa que podemos falar é sobre a perfeição na sincronia das conexões neurais para o armazenamento da informação, considerando as diferentes partes do cérebro.
A próxima etapa é o acionamento da múltipla memória, além das várias vias neuronais, para dar o significado aos novos dados que foram recebidas pelo indivíduo. Tudo isso armazenado no cérebro da pessoa.
É interessante ressaltar aquilo que chamamos de plasticidade cerebral que, em outras palavras, significa a capacidade do cérebro em modificar todo o processo de aprendizagem: funcionamento, reorganização e adaptação de acordo com os estímulos vivenciados pela pessoa.

É possível ter ‘várias’ aprendizagens?

A resposta é sim, considerando os tipos de memória. Para ficar mais claro, é o seguinte: isso ocorre quando são usadas diferentes áreas anatômicas dos hemisférios cerebrais, como os que estão listados a seguir: o córtex frontal (a), o mesencéfalo (b), o sistema límbico (c) e o hipocampo (d).
(a) Responsável pela atenção, percepção, pensamento, juízo crítico e raciocínio;
(b) Responsável por comandos como a visão, a audição, a coordenação motora e os movimentos oculares;
(c) Responsável pelas emoções e pela memória;
(d) Responsável pela memória.

Existe um jeito de utilizar a neuroaprendizagem no contexto pedagógico?

Sim. Os educadores podem usá-la em benefício de todos, mas para que isso aconteça de fato, é preciso que o profissional adote estratégias que estimule todas as áreas voltadas para o recebimento das informações e seu posterior armazenamento no cérebro do aluno.
Entretanto, é sempre importante ressaltar que além do aprendizado ocorrido nos campos cerebrais, o ambiente rico em experiências também funciona como um detalhe que contribui muito para o estudante.

A neuroaprendizagem é algo novo?

Não. Há estudos antigos feitos em torno dela, mas faz pouco tempo que o número de pesquisas aumentou consideravelmente, tendo em vista a importância que o assunto tem ganhado na última década.
Cérebro: o comando principal
Todo o corpo humano é fantástico, mas o cérebro representa uma parte bastante relevante em todo esse mecanismo. Ele é responsável por todos os comandos. Portanto, quando ficamos por dentro do poder que a neuroaprendizagem desempenha, podemos ter a ideia do quão fascinante é o nosso sistema cerebral.

9 Comments

  • Gilberto Emílio Nogueira
    Posted 13/02/2018 at 4:42 pm

    Bom nível dos assuntos tratados….

  • Maria Aparecida Paschoal Góes
    Posted 17/02/2018 at 6:13 pm

    Muito boa explanação. Sempre trazendo conhecimento

  • Ana Carolina
    Posted 28/03/2019 at 11:15 am

    Muito bom o artigo. Quem é o autor?

    • NeuroSaber Responde
      Posted 17/04/2019 at 11:34 am

      Todos os nossos artigos são elaborados pela Equipe Neurosaber.

  • Priscyla
    Posted 25/01/2020 at 10:41 am

    Bom dia! Bom artigo, mas sugiro ter sempre em um artigo o autor, referência bibliográfica e a data. Como sendo um site sobre ciências, quanto mais informações mais credibilidade. Sem informações completas, muitos não podem usar esses artigos para usar em trabalhos de TCC, monografia ou pesquisa. ATT

    • Suporte Neurosaber
      Posted 28/01/2020 at 2:39 pm

      Olá Priscyla , agradecemos pela sugestão , estamos trabalhando para o mais breve possível os próximos artigos ter todas essas informações.

  • Bárbara
    Posted 03/08/2021 at 11:56 pm

    Oii.
    Não sei se aqui é o melhor lugar para perguntar mas vejo falando sobre neuroaprendizagem, neuropsicopedagogia e neuroeducacao. Tem diferença entre eles? Quais?

  • Betânia
    Posted 12/05/2022 at 6:24 pm

    Parabéns o artigo!! muito bom, me ajudou já que eu estou cursando a pós graduação em neuroaprendisagem…

    • Solange
      Posted 12/05/2022 at 6:39 pm

      Olá Betânia, tudo bem?

      Que bom! Ficamos felizes em sempre poder auxiliá-los!

      Sol,
      Equipe NeuroSaber 💙

Leave a comment