Skip to content Skip to footer

Qual a diferença entre autismo e deficiência intelectual?

Ainda que a deficiência e o autismo possam ocorrer juntos, é preciso entender a diferença entre as duas condições para evitar erros diagnósticos que podem levar a intervenções inadequadas.

A deficiência intelectual tem como principais características dificuldades nas habilidades cognitivas, como resolução de problemas, raciocínio logico e compreensão de ideias abstratas. O diagnóstico de DI é realizado de acordo com o quociente de inteligência (QI), que deve ser igualou inferior a 70.

Já as características mais comuns do autismo se relacionam a dificuldades na comunicação, interação social e comportamentos repetitivos. No entanto, atrasos no desenvolvimento decorrentes da deficiência intelectual podem levar a dificuldades na interação social.

Por isso, o diagnóstico pode ficar confuso, o que faz com que muitas pessoas com autismo sejam diagnosticadas com DI. Veja, neste artigo, as diferenças entre autismo e deficiência intelectual.

O que é Autismo 

As crianças com autismo podem ter dificuldades para realizar tarefas que fazem parte da rotina diária. Por muito tempo, foram considerados descuidados, inflexíveis, irresponsáveis ​​e preguiçosos. Isso se deve ao desconhecimento das características do autismo.

É importante conhecer os primeiros sinais de autismo que se manifestam nas dificuldades nas interações sociais, na linguagem, no contato visual e nos comportamentais repetitivos e restritos. Esses sinais podem ser indicadores iniciais de um problema maior do que simples desinteresse ou preguiça.

O autismo é um transtorno do neurodesenvolvimento que afeta três áreas principais:

  1. Interação social e compreensão.
  2. Comunicação — verbal e não verbal.
  3. Flexibilidade de pensamento e comportamento, incluindo dificuldades com a imaginação.

Embora as características básicas sejam comuns em muitas crianças, é importante lembrar que o autismo é um espectro — não há duas crianças com autismo iguais. Cada criança estará em um ponto diferente do espectro. 

Da mesma forma, o desenvolvimento das crianças será diferente e a gravidade dos sintomas também. Isso significa que os atrasos na linguagem e as dificuldades nas habilidades sociais e cognitivas ocorrem em graus de distintos em cada pessoa.

Muitas crianças com autismo têm deficiência intelectual, mas muitas outras têm inteligência normal ou acima da média. A deficiência intelectual não faz parte dos critérios de diagnóstico do autismo. 

A Síndrome de Aspergers é uma forma de autismo onde a criança tem inteligência média ou acima da média, menos dificuldades com a fala, ainda que possam ter dificuldades para compreender e processar a linguagem. Pessoas com autismo também podem apresentar sensibilidade a sons, toque, sabores, cheiros, luz ou cores.

Muitas pessoas com TEA são capazes de viver uma vida relativamente independente, mas outras podem ter dificuldades de aprendizagem e precisar de apoio especializado por toda a vida.

O que é deficiência intelectual

A deficiência intelectual, que antes era conhecida como retardo mental, é caracterizada por inteligência ou capacidade mental abaixo da média e falta de habilidades necessárias para a vida cotidiana.

As crianças com deficiência intelectual aprendem novas habilidades, mas mais lentamente. O grau de DI varia de leve a profunda. Uma criança com deficiência intelectual tem limitações nas seguintes áreas:

  1. Funcionamento intelectual — refere-se à capacidade da criança de aprender a raciocinar, tomar decisões e resolver problemas.
  2. Comportamentos adaptativos — habilidades necessárias para o dia a dia, como ser capaz de se comunicar com eficácia, interagir com os outros e cuidar de si mesmo.

As crianças com deficiência intelectual aprendem mais devagar do que uma criança neuro típica, podem demorar mais para aprender a língua, desenvolver habilidades sociais e cuidar de suas necessidades pessoais, como vestir-se ou comer. 

A aprendizagem também é mais lenta, requer mais repetição e as habilidades podem precisar ser adaptadas aos seus níveis de aprendizagem. No entanto, todas as crianças são capazes de aprender e se desenvolver, dentro do seu ritmo e de suas possibilidades.

O QI médio é de 100, sendo que a maioria das pessoas pontua entre 85 e 115. Uma criança é diagnosticada com deficiência intelectual se ela tiver um QI de menos de 70. 

Na primeira infância, a deficiência intelectual leve pode não ser identificada até que a criança entre na escola. Quando apresenta baixo desempenho acadêmico, pode ser necessária a avaliação de um especialista para identificar se há uma deficiência intelectual leve. 

A deficiência intelectual moderada é visível nos primeiros anos de vida. Atrasos na fala são sinais de deficiência intelectual moderada. As crianças precisam de apoio na escola, em casa e socialmente. Embora seu potencial acadêmico seja limitado, podem aprender tarefas relacionadas à vida diária e realizar atividades simples.

Pessoas com deficiência intelectual severa precisam de suporte e supervisão mais intensivos durante toda a vida. Podem aprender algumas atividades da vida diária, mas  requerer apoio em tempo integral.

Se restou alguma dúvida sobre a diferença entre autismo e deficiência intelectual, deixe nos comentários.

Referências:

RODRIGUES, Rafaela da Silva; DOMICIANO, Priscila Rodrigues Corbini  e  EMERICH-GERALDO, Deisy. Deficiência intelectual e transtorno do espectro autista: uma revisão da literatura sobre os comportamentos do professor na inclusão escolar. Cad. Pós-Grad. Distúrb. Desenvolv. [online]. 2018, vol.18, n.2 [citado  2021-04-08], pp. 170-186 .

BRACKS, Mayana Eliza. AUTISMO: DA DEFICIÊNCIA COGNITIVA E INTELECTUAL À SINGULARIDADE DA DECISÃO DE SER.

23 Comments

  • Silvana Santos
    Posted 19/06/2021 at 12:05 am

    Qual o método para diagnosticar a deficiência intelectual em adulto? Um adulto com DI pode trabalhar como PCD? O que ele precisa para se candidatar em vagas pcd? Obrigada!

    • NeuroSaber
      Posted 19/06/2021 at 12:51 pm

      Olá Silvana,
      Ainda não temos um conteúdo sobre este tema.
      Mas vamos colocar em nossa pauta abordar sobre este assunto também.
      Obrigada pelo contato!

    • Edvaldo Carmelo-Neuropsicológo e Psicopedagogo
      Posted 07/01/2023 at 12:31 pm

      Bom dia!
      Primeiro para se enquadrar como PCD é um laudo de especialista (p médico é que finaliza o diagnóstico), seja neuropsicológo, psicólogo etc. Além do teste paea mensurar o nível de QI, faz necessário uma anamnese bem estruturada, como uma observação comportamental do ambiente do indivíduo

  • Maria de Lourdes de Moraes Pezzuol
    Posted 07/01/2022 at 1:13 pm

    Ótima abordagem, principalmente agora que com a versão do CID-11 prevalece em destaque a integração de autismo e deficiência intelectual.

  • Marcos Vilela
    Posted 24/03/2022 at 11:46 pm

    Muito interessante, começando do princípio, sabemos que o Transtorno do Espectro do Autismo (TEA), como hoje é chamado, é uma condição relacionada ao desenvolvimento do cérebro que modifica a forma como indivíduos que estão no espectro veem e compreendem o mundo, e até a forma como se relacionam com as outras pessoas.

    Assim, podemos dizer que pessoas com autismo têm dificuldades de interação social e comunicação. Existe ainda uma diferença dentro do próprio espectro.

    Ou seja, enquanto alguns conseguem realizar a maioria das atividades de vida diária sem apoio, outros precisam de ajuda até em tarefas consideradas simples.

    • Solange
      Posted 25/03/2022 at 2:20 pm

      Olá Marcos, tudo bem?

      Obrigada pelo carinho! Continue sempre acompanhando!

      Sol,
      Equipe NeuroSaber 💙

  • Keli
    Posted 12/05/2022 at 12:52 am

    Olá, quais são as características básicas de DI em criança de 3 anos/TEA? Obrigada

  • Santos
    Posted 24/10/2022 at 2:01 am

    Minha filha esta sendo avaliada para tea e para deficiência intelectual, ela tem 5 anos atrasou para falar, hoje ela fala mas com muita dificuldade quase ninguem entende, e o que acho muito estranho é, ela só gosta de brincar com lego, adora abrir e fechar a porta, e não aceita o NÃO de forma nenhuma , se agride, grita , arranca o cabelo, fala nela na terceira pessoa, vive cruzando os dedos desde quando nasceu , não come nada que pareça cabelo , carne desfiada, pele do tomate na massa de tomate etc ela faz ânsia e vomita , poderia me dizer de ela se enquadra em autismo ou deficiência intelectual.

    • Solange
      Posted 25/10/2022 at 5:34 pm

      Olá Santos, tudo bem?

      Sem avaliação não podemos dar uma orientação precisa sobre o caso. É importante buscar um especialista para lhe dar melhores informações e orientação para uma intervenção. De qualquer forma, temos conteúdos no youtube.com/neurosabervideos e também em nosso blog que podem te ajudar em muitas questões.

      Sol,
      Equipe NeuroSaber 💙

    • Edvaldo Carmelo-Neuropsicológo e Psicopedagogo
      Posted 07/01/2023 at 12:26 pm

      As características que vc menciona é típica do Especto autista nível de moderado/grave, todavia as características deficiência intelectual pode ser avaliada com teste específico para faixa etária e observação comportamental

  • KEILA COSTA DE ARAUJO
    Posted 24/11/2022 at 1:06 am

    Meu filho tem 3 anos, é portador do transtorno do espectro autista, além disso, descobrimos uma mutação no gene SLC6A1, o neuro me falou sobre eplepsia e deficiência intelectual, porém não fechou diagnóstico ainda…Com essa idade, da pra saber se ele tem DI? Ou só quando ele começar a frequentar a escola?

    • Solange
      Posted 28/11/2022 at 2:20 pm

      Olá KEILA, tudo bem?

      Sim é possível realizar a investigação, procure um especialista.

      Sol,
      Equipe NeuroSaber 💙

  • Clelia neto
    Posted 19/01/2023 at 2:26 pm

    Ótima matéria!!
    Tenho neto de 13 anos diagnosticado com altismo leve e defit congênito ,
    Já passou por vários médicos,faz uso de resperidon,divalcon,daforin,e estamos passando por momentos difíceis,agora está tendo crises de agressividade,frequentar a escola e ainda não foi alfabetizado.
    Preciso de orientação p favor já não sabemos mais o q fazer.

    • Solange
      Posted 21/01/2023 at 6:59 pm

      Olá Clelia, tudo bem?

      Primeiramente agradecemos pelo carinho e confiança! Nesses casos orientamos buscar um especialista pessoalmente para lhe dar melhores informações e orientação assertivas sobre o caso. De qualquer forma, temos conteúdos no nosso canal no Youtube e Artigos em nosso Blog que podem te ajudar em muitas questões. Vale a pena conferir 😉

      Sol,
      Equipe NeuroSaber 💙

  • Maria Santos
    Posted 26/03/2023 at 9:35 am

    Bom dia, tenho um filho de 18 anos, autista leve, quando pequeno demorou muito pra falar e agora fala bastante, o problema é que ele não sabe se expressar ou dar um simples recado, ele pede pra anotar o recado.

    • Solange
      Posted 26/03/2023 at 12:41 pm

      Olá Maria, tudo bem?

      Tudo bem? Sem avaliação não podemos dar uma orientação precisa sobre o caso. É importante buscar um especialista para lhe dar melhores informações e orientação para uma intervenção. De qualquer forma, temos conteúdos no youtube.com/neurosabervideos e também em nosso blog que podem te ajudar em muitas questões.

      Sol,
      Equipe NeuroSaber 💙

  • Samuel Tavares Santana
    Posted 22/04/2023 at 12:23 am

    Eu tenho 44 anos e nunca fui diagnostica mais tenho im problema sério as ideias sug mais na hora de organizar de forma adequada ou seja por no papel ficam muito bagunçado ai eu me pergunto será que tenho deficiência intelectual ou tenho traços autismo. Por causa disso ja fui reprovado em uma única disciplina 3 vezes estou no sétimo período do meu curso e tenho medo de não conseguir finalizar.

    • Solange
      Posted 25/04/2023 at 7:03 pm

      Olá Samuel, tudo bem?

      Obrigada por compartilhar sua preocupação. É importante lembrar que problemas de organização e dificuldades em colocar as ideias no papel não necessariamente indicam deficiência intelectual ou traços de autismo. Essas dificuldades podem ser causadas por diversos fatores, como ansiedade, falta de concentração, entre outros.

      Nossa recomendação é que você procure um profissional da área de psicologia ou psicopedagogia para realizar uma avaliação mais precisa das suas habilidades e dificuldades de aprendizagem. A partir dessa avaliação, o profissional pode oferecer orientações e estratégias para ajudá-lo a superar essas dificuldades e ter um desempenho melhor em seus estudos.

      Além disso, é importante lembrar que cada pessoa tem um ritmo de aprendizagem e que não há problema em precisar de mais tempo para concluir um curso. Não desista e busque ajuda profissional para que possa alcançar seus objetivos.

      Sol,
      Equipe NeuroSaber 💙

  • Andrea
    Posted 05/05/2023 at 4:08 pm

    Minha filha foi já fechado laudo dela com deficiência intelectual e deste de atenção,ansiedade com depressão

  • Andrea
    Posted 05/05/2023 at 4:11 pm

    Minha filha foi já fechado laudo dela com deficiência intelectual e deste de atenção,ansiedade com depressão eu gostaria de saber se ela pode ter uma vida normal de trabalho ou Ela tem direito a benefícios o intelectual dela e moderado

    • Solange
      Posted 08/05/2023 at 1:42 am

      Olá Andrea, tudo bem?

      A capacidade de uma pessoa com deficiência intelectual de realizar atividades profissionais e de ter uma vida independente varia muito de acordo com a gravidade da deficiência e com as habilidades individuais da pessoa. Algumas pessoas com deficiência intelectual conseguem desenvolver habilidades que lhes permitem realizar atividades profissionais e ter uma vida independente, enquanto outras podem precisar de mais suporte e cuidado.

      Nesse sentido, é importante que a sua filha tenha acesso a intervenções adequadas que possam ajudá-la a desenvolver habilidades que lhe permitam ter uma vida mais independente e realizada, além de um tratamento adequado para lidar com a ansiedade e a depressão.

      Quanto aos benefícios, existem diversos programas e políticas públicas que oferecem suporte e assistência para pessoas com deficiência intelectual e suas famílias. Algumas opções incluem o Benefício de Prestação Continuada (BPC), a inclusão em programas de reabilitação e assistência social, e a reserva de vagas em concursos públicos e instituições de ensino. É importante que você busque informações específicas sobre as políticas e programas disponíveis na sua região para entender melhor quais são as opções que podem ser acessadas pela sua família.

      Espero ter ajudado! Se você tiver mais dúvidas ou precisar de mais informações, fique à vontade para perguntar.

      Sol,
      Equipe NeuroSaber 💙

Leave a comment

0.0/5