Skip to content Skip to footer

TDAH na adolescência e na fase adulta

O Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) deve ser entendido como um transtorno de desenvolvimento que afeta a vida de uma pessoa em vários aspectos. Muitas pessoas pensam que somente as crianças convivem com essa condição, mas a situação é completamente diferente, uma vez que adolescentes e adultos também são diagnosticados com ela. Portanto, nota-se que o TDAH acompanha as três fases da vida de um indivíduo.

Qual é a frequência do TDAH na população adulta?

Estima-se que 3% dos adultos apresentam o TDAH. O detalhe é que 95% das pessoas começaram a ter sintomas antes dos 16 anos. Outro dado importante é que 50% delas são diagnosticadas antes dos 7 anos.

O TDAH na adolescência

Durante a adolescência o TDAH mostra o seu lado mais perigoso, pois é nesse período que o convívio social tende a ficar mais prejudicado. Uma situação vivenciada pelo adolescente com TDAH é o conflito corriqueiro com seus familiares, colegas de sala e professores.

– No contexto da família

O jovem geralmente entra em atrito com seus parentes por não conseguir obedecer às regras impostas pelos adultos. Além disso, o fato de não conseguir dar continuidade ao que é solicitado faz com que haja essa situação de desconforto por ambas as partes, onde surge incompreensão e, consequentemente, brigas.

É muito comum que adolescentes com TDAH entrem em conflito com seus irmãos, principalmente se a diferença de idade entre eles for bem pequena. As agressões podem acontecer desde insultos a violência física em casos mais graves.

– No contexto da comunidade em geralmente

A adolescência é um período marcado por grandes questionamentos e uma pessoa que convive com o TDAH não é diferente. Sendo assim, o adolescente nessa situação tende a se envolver mais em brigas fora de casa. Há casos em que o jovem pode até se envolver com o uso de drogas e outras atividades que oferecem riscos à sua integridade e a dos demais.

O TDAH na fase adulta

Esses jovens atingem a idade adulta com baixa autoestima, tendo em vista que eles chegaram a atual fase sem atingir os objetivos básicos na infância e na adolescência, seja em seu convívio social ou experiência acadêmica.

Muitas vezes, os adultos chegam ao consultório demonstrando estarem depressivos, culpando-se e se perguntando por que não conseguem cumprir tarefas básicas do cotidiano. Eles se questionam por que esquecem tanto e não conseguem dar prosseguimento àquilo que começaram antes.

 TDAH adulto no percurso escolar

O adulto com TDAH tem oito vezes menos chances de conquistar o diploma universitário, além disso, ele tem possibilidades reais de largar os estudos. Problemas de relacionamento social e problemas de evolução acadêmica são os principais motivos para a desistência da vida estudantil antes de ser concluída.

Sabendo um pouco mais sobre o TDAH

O TDAH se constitui por uma excessiva dificuldade em manter o foco em uma atividade que exija esforço mental prolongado; uma atividade que precise ser desempenhada com regras, prazos pré-determinados. Além disso, crianças com déficit de atenção têm dificuldade para começar e terminar suas tarefas.

Outra dificuldade é a de rever situações e erros; dificuldade de fazer conclusões, síntese e análise de atitude. Pessoas com TDAH tendem a ser mais esquecidas, desorganizadas e perdem-se em tarefas. Além disso, há mais características:
– Tendem a ter rendimentos escolares e rotineiros mais baixos;
– Podem ser completamente introspectivas;
– Problema de memorização, capacidade de organização e interiorização de conceitos e aprendizagens;

Dr Clay Brites

51 Comments

  • marilei
    Posted 12/11/2018 at 2:45 pm

    Qual e o profissional que faz o diagnostico para saber se a pessoa tem TDH?

    • Adriana Matias
      Posted 12/11/2018 at 2:52 pm

      Olá Marilei ,
      procure primeiramente um neurologista caso for necessário irá encaminha para outro especialista .

      • Jheanny
        Posted 10/04/2020 at 12:01 am

        Posso ter TDAH e ser boa com música sendo adolescente?

        • Suporte Neurosaber
          Posted 13/04/2020 at 6:20 pm

          Olá Jheanny , sim pode , mas para saber se tem TDAH é importante buscar um especialista para lhe dar melhores informações e orientação para uma intervenção.De qualquer forma , temos conteúdos no youtube.com/neurosabervideos e também em nosso blog que podem te ajudar em muitas questões .

    • Lillian
      Posted 11/10/2021 at 9:17 am

      Psiquiatra

  • Sueli
    Posted 13/11/2018 at 7:59 pm

    Meu filho faz tratamento com uma fono há três anos e começou a dar resultado, mas eu também a coloquei no Kumon, hoje com 13 anos toma ritalina, mas faço leitura todos os dias com ele em voz alta , isso melhorou a leitura e a compreensão…qto a escrita já escreve na linha e se organiza melhor.Mas começou a decodificação dos livros que leu, portanto melhorou a escrita, mas ele fez o SENA, Sistema de estimação neuro auditivo, e começou a fazer música, eu como mãe me preocupo com ele sim , e ensino ele todos os dias, enquanto viver eu lutarei pelo meu filho…

    • Juliana J Pereira
      Posted 12/06/2022 at 2:20 pm

      Seu testemunho pra mim foi muito importante, pois já estava pensando em desistir do meu filho, levei ele no Caps e só ouvi coisas negativas, queria colocar ele no Kumon e no Caps ouvi que não valia a pena, na escola há falta de interesse de ensinarem ele, ele tbm resiste a aprender, não consegue ficar quieto, está com 12 anos no 6° ano e não lê nada, só copia, tem uma letra linda, porém não lê nada. Arruma brigas, deu para responder para os professores, desrespeita os colegas de classe, não sei mais a quem recorrer, pq fono não vale de nada, psicóloga piorou, tudo que escuto é que tem que pagar uma fono, tem que pagar uma psicóloga, mas ou eu sustento ele, ou pago esses profissionais e passamos fome.

      • Vanusa Lazerotti
        Posted 29/03/2023 at 9:29 pm

        Juliana, como vc busquei ajuda em diversos locais e não obtive êxito. Até encontrar o Kumon. Minha filha não conseguia copiar a matéria ou terminar os exercícios na escola. Hoje ela consegue. Ela lê, escreve. Agora estou buscando aprendizado sobre socialização. Ao contrário do que se fala do TDAH, ela é muito meiga e infantil e pir isso não faz amizades com pessoas da mesma idade. Recomendo sim o Kumon, conheço adulto com déficit frequentado as aulas.

      • WALIENE MARIA OLIVEIRA ARAUJO
        Posted 05/05/2023 at 2:58 am

        Coloque ele numa escola especialista que tenha boa interação e professores inclusivos. Se tiver condições. O meu toma Ritalina antes da escola e Daforin.

        Não é fácil
        É preciso tirar as telas
        Aqui mas só na sexta ao domingo
        Mas é uma luta diária

        Não desista ele é o amor da sua vida 🙌🙌🙌 ❤️

  • elaine
    Posted 20/11/2018 at 8:19 am

    meu filho tem TDH ele gosta muito de ver jogos no celular isso pode o prejudicar e gosta de jogar bola mas o que posso fazer para ajudar ele na memorização fico desesperada as vezes tenho medo do futuro dele ele faz acompanhamento com neuro

  • Bruno
    Posted 05/11/2019 at 7:18 pm

    Excelente artigo! Fui descobrir meu TDHA nos meus 20´s, infelizmente, pois sofri muito na infância.
    2 milhões de brasileiros deveriam fazer o teste da ADDA (Attention Deficit Disorder Association). Caso gostaria de imprimi-lo, o link encontra-se em http://meumestre.eu/psicologia/tdah-em-adultos/

    • Luana
      Posted 26/11/2019 at 9:25 am

      Minha filha tem 14 anos será que tem como ela ficar boa disso com a psicopedagoga ainda da tempo desse quadro reverter

      • Suporte Neurosaber
        Posted 26/11/2019 at 1:45 pm

        Olá Luana ,
        sim tem melhora com tratamento , por isso é importante ser avaliada por um profissional especializado irá dar as melhores orientações para caso dela .

      • Henrique
        Posted 03/11/2021 at 2:45 pm

        Olá Luana , aqui é o Henrique .
        Sou terapeuta na área da Psicoterapia, Terapia Holística, Conflitos Biológicos e Hipnose.
        Caso não entrou em contato com um profissional, estamos à disposição.
        44 9 9132 46 57

        • Ana Cristina de Oliveira
          Posted 17/05/2023 at 2:47 am

          Meu filho, foi diagnosticado quando criança ,porém nuca laudado, hoje está na fase da adolescência passando pra fase aduta precisa trabalhar,mais infelizmente ainda não encontramos algo que ele cosuigua faser,pois não tenho condições de pagar cursos, e como não ouve laudo não consuegui entrar com benefício, vou ver se retorno ao médico e começar tudo deinovo,a discupa dos médicos sempre a mesma, ele não é deficiente, por isso nunca consegui laudo e nem muitos tratamentos, somente algumas ajudas psicológica e na escola.

    • Tania Maria Caze
      Posted 11/01/2022 at 6:39 pm

      Olá Bruno eu não consegui entrar no site, vc pode me
      dar informação de como fazer este texte, meu filho tem 21 anos

  • vivian
    Posted 29/08/2020 at 1:53 am

    Mto complicado! Vamos empurrando c a barriga pq não sabemos como lidar na infância! Não há médicos ou terapeutas c conhecimento na área, mto pelo contrário, mtos negam o transtorno, e eis q chegam á idade adulta e continuamos sem saber o q fazer! C o agravante d ser um adulto!

    • Taty
      Posted 19/07/2022 at 5:28 pm

      Pois é descobri q meu.menino tinha isso aos 6 anos d idade.hoje ele tem 16 e ainda continua.na escola so jesus,desatento.,n acompanha,dentre outros casos.levei p acompanhamento quando era criança medico disse q era discaracao e n quis tratar dele.tento conversar c as professoras p darem uma atenção a ele,mas sem deixar ele saber,pra ver s melhora,as vezes melhora mas depois volta tudo d novo aff

      • Claudenice Aparecida Alves
        Posted 27/02/2023 at 7:48 am

        Meu neto tem esse transtorno minha filha procurou a escola exirgiu professora de apoio dentro da sala de aula pra ajudar ele faz tratamento com psiquiatra fono fisioterapeuta e tem uma professora particular em casa leve na escola todos os documentos q puder junto com laudo médico e exija os direitos de seu filho se for preciso procure a justiça foi assim q minha filha conseguiu uma atenção maior pro meu neto

  • Ana
    Posted 29/08/2020 at 10:36 pm

    Meu filho tem 21a, foi diagnosticado com TDAH, agora, depois que passou em três vestibulares, cursa o 4 ano de medicina, mas está querendo desistir. Os obstáculos estão o deixando com insegurança diante do futuro, no dia a dia, se atrapalhar com seus pensamentos, são muitos pensamentos, tem dificuldade de cumprir tarefas domésticas, tbm não consegue organizar seu pertences, todos os dia tenho que falar a mesma coisa, relacionada as realizações de tarefas, porém, ele é muito inteligente, se frusta quando não consegue atingir a eficiência, se cobra demais, diante dessa situação, quer desistir. Fico desesperada com tantos sonhos meus, mas não o vejo fazendo projetos, ele tem dificuldade de expor suas aspirações, a introspecção com o mundo dificulta. Enfim, um jovem com futuro brilhante, mas com muitos obstáculos na vida. Fico sem chão, porém, serei incansável na busca de seu melhor.

    • F
      Posted 02/01/2021 at 9:09 pm

      Eu tenho situação parecida com a dele, e dificuldades similares, iniciei 4 vezes com bolsa ou em pública cursos superiores e desisti, somente agora, aos 31 anos, descobri que o TDAH atrapalha minha vida há uns 26 anos. Antes, além de diversos problema na infância, inclusive de eu me machucar e apanhar de 3 a 5 vezes por dia, larguei os estudos na 5ª série, fui retomando e parando até terminar a 8ª e depois, já com 23 anos eliminei o ensino médio com o Enem (na época era possível). Vou retomar o curso de direito que larguei duas vezes e perseguir meus objetivos. Fui aprovado e cursei direito em uma das mais respeitadas, caso nãos seja a mais respeitada instituição do País, mesmo assim, com o tempo as dificuldades surgiam, e, assim como seu filho, me cobro muito e se não consigo ou não atinjo um bom nível, me frustro. Acho que seu filho, sabendo do problema e com seu apoio, agora que já trilhou a maior parte da graduação em medicina, tem plenas condições pra concluir e, se após concluir, quiser ir fazer outra coisa, ainda é jovem e poderá exercer a medicina por um tempo enquanto não termina outra formação. Pra ele ter chegado até onde chegou não compensa desistir, compensa terminar e se for fazer outra coisa, fazer depois. Ele é plenamente capaz de conseguir, o problema é nós que temos TDAH nos cansamos das coisas e queremos mudar, mas, se ele já fez tudo isso, é melhor terminar a graduação em medicina.

      • Denise Mexko da Silva
        Posted 18/02/2022 at 6:35 pm

        Olá, comecei a questionar por que meu filho com 37 anos esquece tudo, esquece, carteira, perde documentos, esquece de coisas básicas e corriqueiras, isso sempre, mas percebo que está se frustrando por isso. Tive a curiosidade de pesquisar sobre TDAH e entendo que isso que acontece com ele. O problema é incentivar ele a buscar ajuda profissional.

    • Paloma
      Posted 11/10/2021 at 9:24 am

      Oi! Tenho 23 anos, curso o 5º ano de Medicina e me identifico muito com seu filho. Garanto que uma das coisas mais importantes é o apoio da familia, a não desconfiança do diagnóstico e o tratamento com terapeuta cognitivo comportamental.

    • Maria Cristina Albano Braga do Amaral
      Posted 17/10/2022 at 12:06 am

      Boa noite Ana, meu filho acabou de completar 17anos, também é muito inteligente e foi diagnosticado com TDAH. Está terminando o último ano do ensino médio. É extremamente arrogante, só ele sabe de tudo, não aceita minha opinião… Agora não quer ir a escola, não gosta de contato com outros adolescentes . Toma venvance . Eu luto para o bem estar dele, mas está difícil .

  • MARCELO DE PAULA LIMA
    Posted 11/12/2020 at 1:45 am

    Descobrir que te tdah aos 54 anos de uma vida mal vivida ė como ter sentença de morte?
    Estou condenado a viver sozinho….

  • Angelina
    Posted 28/09/2021 at 7:20 pm

    Tenho uma neta que até agora na idade de 14 anos, não aprendeu a ler , ela tem dificuldade na fala mas, dar pra compreender, Yasmin nasceu depois da hora, ‘um médico irresponsável deu remédio para a mãe da Yasmim passar a dor do parto, alegando que não estava na hora, sendo que a mãe já tinha perdido o líquido amniótico, esse dia era sábado e a Yasmim nasceu segunda em uma outra maternidade e chegando la, a medica disse que tinha passado da hora,a Yasmim teve que ficar 10 dias no hospital . quando tinha mais de 1 anos começou a apresentar convulsões, SÓ parou antes dos 5 anos. e nunca aprendeu ler e não sabe fazer nada tem dificuldade em tudo, mas é muito feliz, ela só nao entende porque não tem nenhuma amiga.

  • Tatiana Avanzi
    Posted 18/11/2021 at 11:10 pm

    Eu me encaixei perfeitamente nesse perfil, larguei 2 faculdades, só me formei em artes pq foi EAD, sou professora concursada, afastada por depressão, e diagnosticada com TDAH aos 42 anos, passei por muita situação vergonhosa na minha vida até saber o que eu tinha, mas sempre fui apoiada pela minha família.

    • Webster
      Posted 19/11/2021 at 11:57 am

      Oi, Tatiana

      Agradecemos pela confiança em nosso trabalho e por compartilhar com a gente a sua história.
      Sabemos o quanto é difícil e como essa condição afeta a vida em vários aspectos.

      Continue acompanhando o nosso trabalho. A informação técnica e de qualidade é a melhor forma de lidar com esse tipo de situação.

      Webster,
      Equipe NeuroSaber 💙

  • Cassia
    Posted 09/12/2021 at 11:49 am

    Oi tenho um filho de 18anos e ele é um menino muito bom,mas tem interesse somente com jogos e futebol. Já trabalhou em vários lugares mas acabou sendo demitido, sempre elogiam ele que trabalha bem mas acho que deve ser por que tem dificuldades em,fazer duas coisas ao mesmo tempo sonha em ser mecânico. Mas não corre atrás sabe fico muito triste as vezes temos a impressão que ele é preguiçoso sabe não é fácil a gente tenta conversar cm ele mas ele não concorda e não discorda não dá opinião. Graças a Deus não nós dá trabalho nenhum em ficar pra rua é bem caseiro está no último ano e se esforçando pra passar,a gente vê isso nele mas a gente quer que ele corra atrás das coisas que sonha já pensei em levar ele em um especialista acho que já demorei demorei demais. Tenho uma vida cm muitas responsabilidades e meu filho de 11 anos é autista não é fácil poderia me dar uma opinião sobre tudo isso? Obrigado!

    • Webster
      Posted 13/12/2021 at 1:01 pm

      Olá, Cassia

      Agradecemos a confiança em nosso trabalho. É importante sempre procurar o auxilio de um profissional, pois cada caso necessita de um olhar específico.
      No mais, temos conteúdos disponíveis em nosso site e canal do Youtube acerca da temática.

      Webster,
      Equipe NeuroSaber 💙

    • JUCINEYDE PRATA DE MENEZES
      Posted 04/01/2022 at 11:05 am

      Bom dia Cássia, meu filho é parecido com o seu . Ele tem 19 anos é um bom rapaz , conseguiu fazer o todo o ensino médio . Já passou por dois empregos, um ele pediu demissão e outro foi demitido . Gosta de jogar 24 horas do dia . Não aceita que tem o transtorno , eu converso mais me sinto exalta .tenho 56 anos estou cheia de problemas de saúde. Se por acaso ver este poste meu número de contato é (21) 985527842

    • CLÉIA FERREIRA
      Posted 12/01/2022 at 7:53 pm

      Olá Cássia, já pensou na possibilidade de que esse filho também seja autista? Hiperfoco, dificuldade com mais de um estímulo, pouca socialização… apontam para autismo também. Veja, não estou diagnosticando, apenas levantando uma possibilidade. Vale a pena tentar buscar um diagnóstico, procurar um neuro, porque é frequente que em uma família onde um membro tem autismo, haja outros também. Abraços e boa sorte com os filhotes!

  • Margaret de Souza
    Posted 12/12/2021 at 12:31 pm

    Bom dia, tenho um filho com 25 anos, ele cursa direito mas faz dois anos que quer largar. Não tem amizades, fica muito dentro de casa. Estou achando que ele tem TDAH. Como posso descobrir?

    • Webster
      Posted 13/12/2021 at 12:30 pm

      Olá, Margaret

      Primeiramente, agradecemos pela confiança em nosso trabalho!
      Sem avaliação não podemos dar uma orientação precisa sobre o caso. É importante buscar um especialista para lhe dar melhores informações e orientação para uma intervenção.
      De qualquer forma, temos conteúdos no youtube.com/neurosabervideos e também em nosso blog que podem te ajudar em muitas questões.

      Webster,
      Equipe NeuroSaber 💙

  • Wagner Santana Barroso
    Posted 04/01/2022 at 12:40 am

    Boa noite, Dr. Brites. O Dr. Rodrigo Martins Leite do IPQ da HC-FMUSP afirma q o TDAH q se inicia na vida adulta não tem comprovação na literatura científica, pq o perfil de dificuldade dessa doença vem desde o início da alfabetização. Então, como explicar o TDAH em adulto ? Antecipadamente, muito obrigado .

  • Wagner Santana Barroso
    Posted 04/01/2022 at 12:46 am

    Boa noite, Dr. Brites. Existem medicos psiquiatras q afirmam q o TDAH q se inicia na vida adulta não tem comprovação na literatura científica, pq o perfil de dificuldade dessa doença vem desde o início da alfabetização. Então, como explicar o TDAH em adulto ? Antecipadamente, muito obrigado .

    • Webster
      Posted 12/01/2022 at 2:03 pm

      Olá, Wagner

      Aqui vai uma dica para que você possa fazer a sua pergunta para o Dr. Clay Brites. Se você tiver seguindo nossas redes sociais, no Instagram sempre abrimos a caixinha de perguntas, é só digitar sua dúvida dentro da caixinha de perguntas, que assim eles te respondem, combinado? No mais separei esse vídeo que pode ter as respostas para a sua dúvida. Vale a pena conferir: https://www.youtube.com/watch?v=4YOIr59PXzw

      Webster,
      Equipe NeuroSaber 💙

  • Wagner Santana Barroso
    Posted 04/01/2022 at 12:54 am

    Boa noite, Dr. Brite. TDAH é uma dificuldade q se apresenta desde o início da alfabetização ? Antecipadamente, obrigado.

  • Tania Maria Caze
    Posted 11/01/2022 at 6:52 pm

    Olá já levei meu filho a psicólogas que deram a ele o diagnóstico de ser um rapaz introvertido.
    Ele não tem amigos só fala o necessário, tem muita dificuldade de obrar coisas só dia dia. Já tem 21anos e não sabe o que quer te uma profissão.
    E muito amoroso, lê o dia todo livros de mangas.
    E me deixa completamente preocupada com o futuro dele e sem saber o que fazer.

  • Maria
    Posted 08/02/2022 at 10:55 pm

    Tenho 18 anos e problemas com concentração desde nova, mas no ensino médio se agravou, e agora na pandemia e fazendo faculdade ficou pior ainda. Tenho muita dificuldade em estabelecer uma rotina, para mim parece tortura, além de constantemente perder o foco nas atividades que faço, principalmente do âmbito acadêmico. Minha cabeça não para um único segundo, a ponto de prejudicar meu sono, penso, penso e não produzo nada, mal saio do lugar, quando consigo fazer alguma coisa é com muito custo, além de que as chances de o resultado me agradar é bem pequena. Sempre fui uma boa aluna desde criança mas tinha dificuldade pra me concentrar nas aulas, olhava pro quadro e fingia que estava dando o mínimo de atenção. Bastava eu olhar pra alguma coisa mais interessante e pronto, a aula já não existia mais pra mim. Em casa ficava triste por tentar prestar o mínimo de atenção nos trabalhos e tarefas, era bem complicado. Hoje na graduação sinto que é mil vezes pior, meus trabalhos se acumulam porque não consigo sentar e escrever 2 parágrafos sequer, pauso a leitura dos textos para ficar prestando atenção em nada, zero foco, zero produção e no final me sinto muito frustrada, além de ter alguns problemas de irritabilidade que até achei que fossem hormonais mas os exames nada acusam. Todos os dias penso em desistir da faculdade, ainda mais por estar sendo remoto. A culpa de não conseguir produzir me deixa frustrada comigo mesma e me leva a ficar muito irritada, por isso me isolo para não descontar em ninguém, como acontecia em alguns episódios da minha infância. Me identifico muito com os relatos de jovens que tem TDAH e a vivência deles nos estudos e na área profissional, mas não tenho diagnóstico e penso em procurar um profissional assim que possível.

    • Solange
      Posted 09/02/2022 at 11:44 pm

      Olá Maria, tudo bem?

      Primeiramente agradecemos pela confiança! Nesses casos orientamos buscar um especialista pessoalmente para lhe dar melhores informações e orientação assertivas sobre o caso. De qualquer forma, temos conteúdos no youtube.com/neurosabervideos e Artigos em nosso Blog: http://www.neurosaber.com.br/artigos que podem te ajudar em muitas questões.

      Solange,
      Equipe NeuroSaber 💙

    • Patrícia
      Posted 09/06/2022 at 4:42 pm

      Oiii Maria! Minha filha tem quase 14 anos, diagnosticada com TDAH, ela é exatamente assim, não consegue ficar, faz muito bem o que gosta, porém tem dificuldade de organização, de manter foco em disciplinas que não chamam a atenção, esquecimento constante. Após o diagnóstico e testarmos a ritalina, não obtivemos bons resultados, somente no início, depois mesma coisa que nada. Testamos outro medicamento por indicação do psiquiatra dela e enfim deu certo. Hoje ela socializa melhor, consegue entender o que lê, claro que com dificuldade , precisa de concentração e silêncio, por isso na sala de aula ela quase não rende. Mas já percebi uma grande diferença.
      Sugiro que procure um psicólogo que faça teste neurológico, realize e chegue ao diagnóstico, para ver o melhor tratamento para você. Te garanto: existe vida após TDAH, tudo pode mudar, converse com sua família, nós apoiamos e ajudamos muito nossa filha e tenho certeza de que o futuro dela será menos frustrante de agora em diante.

  • Adriana Constantino Moreira
    Posted 12/03/2022 at 12:00 am

    Olá meu filho tem 13 anos foi diagnosticado com tdah aos 7 tem dificuldade para dormir toma ritalina para estudar mas agora está ficando difícil porque ele muda de humor, uma hora está bem outra hora já provoca seu irmão, e no colégio está do mesmo geito hoje até brigou no colégio está bem difícil

    • Webster
      Posted 14/03/2022 at 2:55 pm

      Olá, Adriana!

      Acompanhar nosso trabalho com certeza irá ajudar. A informação técnica e de qualidade seguida do diagnóstico de um profissional responsável é a melhor forma de lidar com esse tipo de situação. Acesse nossos canais, temos muitas informações importantes lá que podem ter respostas para suas dúvidas. Vale a pena conferir!!!
      Youtube: https://youtube.com/neurosabervideos
      Facebook: Neurosaber
      Instagram: @neurosaberoficial
      Artigos em nosso Blog: https://institutoneurosaber.com.br/artigos/artigos/neurosaber/

      Webster – Equipe NeuroSaber <3

  • C
    Posted 12/12/2022 at 6:49 pm

    Eu sou C, tenho 18 anos. Tenho facilidade para aprender mas muita dificuldade em focar. Minha cabeça tá sempre a mil, o tempo todo imaginando o que podem estar pensando de mim, porque esqueço compromissos importantes com frequência e sou muito insegura. Falo rápido, o que dificulta a socialização com colegas da faculdade e muitas vezes interrompo as pessoas sem perceber. Sou perfeccionista e fui criada para ser assim, e hoje, desabafando com minha mãe, ela me lembrou que quando eu era criança passava tempos me dedicando, e depois não conseguia mais, além de reiterar o quanto ela era boa quando criança/adolescente, diferente de mim, é claro. Sempre fui considerada boa aluna, mas a transição para a vida adulta não tá fácil. A faculdade é longe de onde moro e em pouco tempo vou ter que sair de casa. Sempre tive dificuldades em manter uma linha de raciocínio e deixo tudo para última hora, por mais que eu tente evitar. Essas coisas me fazem sentir inferior muito constantemente, porque me sinto anormal e sou sempre chamada de “maluquinha” ou “doidinha”. Quando tenho muitos trabalhos pra entregar na faculdade, minha cabeça falta explodir: abro um programa no notebook e depois esqueço pra que abri, misturo uma informação com outra, me perco na linha de raciocínio enquanto escrevo e me distraio, sem nem perceber começo a realizar outra atividade.

    • Solange
      Posted 13/12/2022 at 11:15 am

      Olá C, tudo bem?

      Agradecemos a sua confiança em compartilhar isso com a gente e pedir ajuda. Orientamos que busque ajuda de um Neurologista pessoalmente, para que ele possa te avaliar e lhe dar melhores informações e orientação assertivas sobre o caso. De qualquer forma, temos conteúdos no youtube.com/neurosabervideos e Artigos em nosso Blog: http://www.neurosaber.com.br/artigos que podem te ajudar em muitas questões.

      Sol,
      Equipe NeuroSaber 💙

  • Marco Antônio
    Posted 19/05/2023 at 12:58 am

    Tenho 53 anos ,desde criança tenho tdah,isso me aniquilou por toda minha vida gostaria de ter um apoio….

    • Jhulli
      Posted 30/05/2023 at 3:55 pm

      Olá Marco, tudo bem?

      Sinto muito ouvir que você tem enfrentado dificuldades com o TDAH ao longo de sua vida.

      O importante é buscar apoio profissional para receber um plano de tratamento individualizado e adaptado às suas necessidades. Com o tratamento adequado e o suporte adequado, é possível gerenciar o TDAH e levar uma vida mais satisfatória.

      Espero que encontre a ajuda que precisa!
      Jhulli, Equipe NeuroSaber 💙

Leave a comment

0.0/5