Voltar

Brincadeiras que estimulam a alfabetização mesmo no ensino remoto

O ensino remoto foi a solução encontrada para que as crianças não ficassem sem nenhum aprendizado, ou se atrasassem na alfabetização, durante a pandemia de Covid-19. Porém, muitas mães e pais acabam sobrecarregados com isso. 

A razão para isso é que eles não possuem o conhecimento necessário para conseguir ajudar seus pequenos, e também ficam com medo de que esse período possa atrasar as crianças que estão na fase de alfabetização. 

Por isso, separamos aqui algumas atividades que estimulam a alfabetização das crianças, mesmo no ensino remoto. 

Essas atividades podem ser feitas por mães, pais e também pelos professores durante as aulas remotas. Leia mais neste artigo. 

A importância da brincadeira para o aprendizado

A brincadeira é um dos aspectos mais importantes na vida de uma criança porque é por meio dela que as crianças aprendem a pensar de forma mais criativa e também aprender como interagir socialmente. 

Os benefícios da brincadeira na vida das crianças são inúmeros, mas podemos listar aqui que a brincadeira pode ajudar as crianças a se desenvolverem cognitivamente, fisicamente, socialmente e emocionalmente. Tudo isso por meio de jogos e muita diversão. 

Para que essa brincadeira seja positiva no aprendizado, ela precisa ser direcionada, não pode ser sempre um brincar por brincar. Ou seja, o adulto direciona a forma que a brincadeira vai acontecer, e também o motivo daquela brincadeira. 

Brincar é parte integrante do ambiente acadêmico. Isso garante que o ambiente escolar atenda ao desenvolvimento social e emocional das crianças, bem como ao seu desenvolvimento cognitivo. 

Foi demonstrado que por meio da brincadeira, as crianças conseguem se adaptar ao ambiente escolar e até mesmo aumenta a prontidão para aprendizagem, os comportamentos de aprendizagem e as habilidades de resolução de problemas.

O ensino remoto 

No Brasil, os primeiros casos de Covid-19 foram em fevereiro de 2020. Portanto, desde esse início da pandemia, muitas coisas fecharam ou reduziram seus acessos. Um caso foi o fechamento das escolas e as crianças passaram a ter suas aulas de modo remoto. 

O ensino remoto oferece uma oportunidade para alunos e professores permanecerem conectados e engajados com o conteúdo enquanto trabalham em casa. 

E esse foi um dos desafios do ensino remoto: como manter a instrução das atividades de alfabetização estando distante das crianças. 

E assim a família passou a ter um importante papel na aprendizagem das crianças, pois eles eram quem estavam presentes para interagir mais durante o aprendizado. 

Enfim, embora não haja uma definição única para o aprendizado remoto, em resumo ele consistente em uma mudança temporária do ensino presencial em uma sala de aula física para o digital, ou seja um espaço acessado remotamente.

Dicas de brincadeiras que estimulam a alfabetização no ensino remoto

Sabemos que, a brincadeira é muito importante para o aprendizado das crianças, e que, se feita com objetivos específicos e instruções, ela pode ser uma ótima aliada para a alfabetização. 

Então, confira abaixo algumas dicas de brincadeiras para você fazer com suas crianças em casa, ou você professor aplicar nas suas aulas remotas. 

Rima com poema 

Instrução: 

Escolha um poema bem legal, sempre fique atento a faixa etária das crianças! Depois leia o poema com as crianças, de forma bem pausada e ressaltando as rimas. 

Depois da leitura peça para que a criança pinte o final das palavras que rimam. 

Você pode trabalhar também o vocabulário e a compreensão do poema, assim como o seu tema. Peça para a criança desenhar cada parte do poema, ou para ela escolher a parte que mais  gostou e desenhar.

Descobrindo palavras em frases

Sugestão de materiais: 

  • Fichas com frases diversas (máximo 4 palavras);
  • Quatro palitos de picolé para cada criança ou prendedores de roupa.

Instruções: 

Entregue os palitos ou prendedores para as crianças;

Pegue uma ficha com uma frase e leia. As crianças deverão pegar um palito para cada palavra existente na frase. Depois disso, elas deverão contar quantos palitos pegaram. Então, diga que a frase que acabaram de ler tem a mesma quantidade de palavras que de palito em suas mãos.

Continue até que terminem as fichas. Comece com as frases que tenham duas palavras. Na sequência passe para frases com três e por último quatro. Conte a quantidade de palavras existentes em cada frase trabalhada e oriente as crianças para conferirem se é a mesma da quantidade de palitos que pegaram.

Se optar por usar prendedores de roupa, a criança deverá colocá-los por cima de cada palavra existente na frase.

Bingo das sílabas 

Sugestão de materiais:

  • Cartelas com seis figuras em cada e as escritas correspondentes embaixo de cada figura
  • Fichas com as sílabas iniciais
  • Um saco para as fichas

Instruções: 

Distribua as cartelas para as crianças e explique como o jogo vai funcionar. Depois faça o sorteio das fichas e leia em voz alta qual foi a sílaba inicial sorteada. Os jogadores que tiverem em sua cartela a figura cujo o nome comece com a sílaba deverão marcar ela. 

O jogo termina quando alguém marcar todas as figuras da cartela. 

Então, essas são algumas ideias de atividades de alfabetização, você também pode assistir esse vídeo que a Lu traz outras ideias para trabalhar a consciência fonológica no ensino remoto! 

Ficou alguma dúvida? Deixe aqui nos comentários!

Você também pode se interessar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *