Voltar

Como ajudar alunos com dificuldade de aprendizagem?

A dificuldade de aprendizagem é algo mais comum na vida escolar que se imagina. Estima-se que a incidência entre os estudantes brasileiros varie em torno dos 50%. Esta taxa é motivo de muita preocupação não apenas para os pais e os profissionais ligados à educação, mas aos próprios estudantes. Afinal, a criança e o adolescente passam a sentir angústia e ansiedade diante da impossibilidade de aprender de maneira fluida e tranquila.
O desafio que surge no dia a dia de muitos especialistas é como driblar a dificuldade de aprendizagem e impulsionar os alunos a obterem maneiras mais satisfatórias para a vida escolar. Porém, vamos mostrar aqui alguns detalhes referentes a esse processo tão complexo e interessante como a aprendizagem escolar.

O que é aprendizagem escolar?

A aprendizagem escolar pode ser definida como um processo que depende da combinação coordenada de fatores diversos, são eles:
– genéticos;
– neurobiológicos;
– psicoemocionais;
– sócio-culturais;
– pedagógicos;
– institucionais;
– familiares.
Portanto, é aconselhável que ao primeiro sinal da dificuldade de aprendizagem os pais considerem que esse quadro precisa de muita atenção e até mesmo acompanhamento com psicopedagogos, por exemplo.

Como os professores podem auxiliar na dificuldade de aprendizagem?

É praticamente impossível identificar algum problema relacionado à aprendizagem logo nos primeiros dias do ano letivo. Essa identificação vem com o tempo, mas, assim que detectada, precisa de uma atenção maior. Isso significa que o professor deve adotar uma maneira mais aproximada de ensinar ao aluno com a dificuldade.
Claro, isso não quer dizer que a criança deva ser separada dos demais, muito pelo contrário. Isto não pode acontecer. O profissional, ao identificar que o estudante não consegue acompanhar determinados conteúdos, vai estabelecer uma forma mais eficiente de tornar a aprendizagem com menos obstáculos. Dentre as propostas podemos destacar a ajuda do educador para oferecer todo o suporte para a criança em uma eventual dificuldade ao processo de leitura e escrita.
Além disso, os professores devem entrar em contato com os pais para que eles procurem acompanhamento com profissionais que possam contribuir para o desenvolvimento das crianças e dos jovens. É de extrema importância que haja essa comunicação entre a escola e a família.

Existem outros detalhes referentes à dificuldade de aprendizagem?

Sim. Muitos estudos são realizados dando enfoque a essa situação e as evidências científicas comprovaram que cuidados realizados já no pré-natal podem reduzir potenciais riscos na vida escolar da criança, sobretudo aqueles relacionados à dificuldade de aprendizagem.
Em artigos anteriores já abordamos sobre este mesmo tema e na ocasião trouxemos algumas informações fundamentais e que fazem toda a diferença na condução de um possível problema. As dicas a seguir são relacionadas aos meios de prevenção. Vejam quais são elas:
– Melhorar sempre o nível educacional das mães e cuidadores;
– Orientar no pré-natal, durante a gravidez, ações que sejam benéficas para o cérebro do futuro bebê e como evitar práticas por outro lado nocivas ao desenvolvimento cerebral, como drogas lícitas ou ilícitas;
– Disponibilizar desde muito cedo meios de estimulação de pré-requisitos para leitura e escrita nos Centros Infantis (CEI-CMEI’s);
– Detectar e intervir precocemente em crianças com atrasos de desenvolvimento neuropsicomotor, especialmente aquelas com distúrbios motores, de linguagem e com problemas de atenção e de memória;
– Disponibilizar especialistas em desenvolvimento em instituições que cuidam e participam dos primeiros anos de vida das crianças;
– Prevenir meningites e traumas cranianos na infância com o intuito de proteger o cérebro de agentes potencialmente lesivos as suas funções;
– Viver em espaços estimuladores, com condições nutricionais e lúdicos adequados (brincar, alimentar-se bem, socializar-se).
 
Luciana Brites Psicomotricista

Você também pode se interessar...

8 respostas em “Como ajudar alunos com dificuldade de aprendizagem?”

É a primeira vez que visito vocês e, olha, meus parabéns! As informações são apresentadas numa linguagem simples e elucidativa. Gostei muito. Abraços!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *