Voltar

Como brincadeira de tabuleiro pode ajudar no raciocínio lógico da criança?

Os benefícios dos jogos de tabuleiro para crianças são muitos, dentre eles, contribuir com o desenvolvimento do raciocínio lógico infantil. As brincadeiras para alfabetização e os jogos de tabuleiro oferecem oportunidades para as famílias brincarem juntas enquanto os pequenos aprendem valiosas lições.

Os jogos de tabuleiro ajudam as crianças a aprender o conceito de regras e a segui-las. Elas também aprendem a ganhar e a perder, e a lidar com a frustração de uma forma saudável.

Além disso, existem os benefícios intelectuais nessa brincadeira. Muitos jogos de tabuleiro, incluindo os clássicos, como xadrez, incentivam as crianças a detectar padrões; planejar; prever o resultado de movimentos alternativos e aprender com a experiência. Saiba mais, neste artigo.

Jogos de tabuleiro ajudam no raciocínio lógico infantil

Os jogos de tabuleiro ajudam no desenvolvimento do raciocínio lógico infantil e são uma ótima ferramenta de aprendizado. No entanto, não podemos dizer que os jogos de tabuleiro, por si só, irão fazer com que as crianças se tornem melhores alunos. 

Estudos sugerem que bons jogadores de xadrez são mais capazes de reconhecer e lembrar certas configurações das peças, mas os especialistas neste jogo não são necessariamente melhores no reconhecimento de padrões em outros contextos.

Embora os enxadristas tendam a ser mais inteligentes do que os não enxadristas, a correlação pode refletir a auto seleção: pessoas mais inteligentes têm maior probabilidade de jogar xadrez.

• Xadrez. Um estudo com crianças com dificuldades de aprendizagem atribuiu aos alunos 5 horas de aulas de matemática por semana e 4 horas de matemática com 1 hora de aula de xadrez por semana. As crianças foram testadas no início do ano letivo e novamente no final. Os alunos que receberam aulas de xadrez mostraram melhorias nas habilidades matemáticas básicas, como contagem e adição.

• Jogos de tabuleiro. Em outros dois experimentos, algumas crianças em idade pré-escolar foram designados para jogar jogos de tabuleiro de “linha numérica” — ou seja, jogos em que os jogadores movem as peças através de uma série de espaços numerados sequencialmente. Antes e depois da intervenção, as crianças receberam várias tarefas de matemática. Enquanto aquelas dos grupos de controle não experimentaram nenhuma melhora, as crianças que jogaram jogos de tabuleiro numéricos desenvolveram habilidades matemáticas superiores.

Portanto, parece que as habilidades em jogos de tabuleiro se traduziram em habilidades acadêmicas. Um jogador deve aprender a controlar seus impulsos, seguir as regras e refletir. Dessa forma, faz sentido que a experiência de jogo possa se traduzir em um melhor desempenho em tarefas acadêmicas que exigem foco e autocontrole.

Também faz sentido que os jogos projetados para dar às crianças a prática em áreas específicas — como senso numérico — promovam essas habilidades. No entanto, simplesmente jogar não é suficiente, pois as crianças precisam perceber que podem melhorar seu desempenho com a prática. Quando pensam na habilidade de resolver problemas como um talento ou um dom, arriscam menos e não aprendem tão bem com seus próprios erros. 

Ao adotar uma visão diferente — ou seja, que a resolução de problemas é algo que aprendemos — as crianças podem desenvolver melhor suas habilidades analíticas. Elas precisam se tornar conscientes de suas próprias táticas e porque elas funcionam (ou deixam de funcionar).

No entanto, muitas podem não conseguir fazer essas descobertas por conta própria. Talvez, as crianças obtenham os maiores benefícios cognitivos quando os jogos de tabuleiro fazem parte de um programa geral de ensino de matemática, lógica e habilidades de pensamento crítico.

Jogos de tabuleiro e planejamento pedagógico

As crianças gostam de jogar jogos de tabuleiro porque eles são divertidos, mas os adultos podem e devem fornecer instruções explícitas. A pesquisa sugere que as crianças aprendem melhor quando acreditam que a inteligência é maleável e quando tentam explicar seus processos de raciocínio.

Portanto, podemos tornar os jogos de tabuleiro uma ferramenta de aprendizado mais poderosa se ensinarmos às crianças que a habilidade de resolver problemas é como um músculo: pode ser fortalecida com a prática e o aprendizado. 

As crianças podem desenvolver ainda mais o raciocínio lógico se as encorajarmos a explicar suas táticas ou as que vêem os outros usarem e elas só irão fazer isso se forem estimuladas.

Conforme elas ficam mais velhas, também podemos usar jogos de tabuleiro como parte do programa de ensino de habilidades de pensamento crítico. Sabemos que os alunos do ensino médio podem melhorar sua capacidade de resolução de problemas quando aprendem os princípios gerais do pensamento crítico .

Se os jogos de tabuleiro forem usados ​​nas aulas, incluídos no planejamento pedagógico desde a educação infantil, poderão ajudar as crianças a praticar suas habilidades de raciocínio.

Se você gostou de saber como os jogos de tabuleiros são importantes para desenvolver o raciocínio lógico infantil, compartilhe este artigo em suas redes e ajude outras pessoas!

Referências:

O XADREZ COMO FERRAMENTA PEDAGÓGICA PARA O ENSINO DA MATEMÁTICA EM UMA ESCOLA DE ENSINO FUNDAMENTAL. José Dedilson de Oliveira Júnior, Samuel Durand Campos y Rickardo Léo Ramos Gomes (2016): “José Dedilson de Oliveira Júnior, Samuel Durand Campos y Rickardo Léo Ramos Gomes”, Revista Atlante: Cuadernos de Educación y Desarrollo (julio 2016).

A Importância do Xadrez no Ambiente Escolar. https://www.iessa.edu.br/revista/index.php/tcc/article/view/589

Você também pode se interessar...

1 resposta em “Como brincadeira de tabuleiro pode ajudar no raciocínio lógico da criança?”

Olá, muito interessante, a prática de jogos em ambiente escolar, onde desenvolve-se o raciocínio lógico e proporciona o desenvolvimento na aprendizagem das criancas , e com isso dando-lhes autonomia e confiança.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *