Voltar

Como desfraldar crianças com autismo?

Como fazer o desfralde no autismo? Essa é uma dúvida de muitas mães e pais de crianças com espectro autista. Saiba mais, neste artigo.

Muitas crianças com autismo podem não falar e ter dificuldade em pedir para ir ao banheiro no momento em que os pais decidem tirar a fralda. Ainda que o desfralde seja um desafio e um momento delicado para qualquer criança, essa dificuldade de comunicação característica do autismo, requer cuidados especiais.

Dessa forma, existem algumas ações que os pais podem realizar que ajudam o desfralde no autismo. É sobre isso que vamos falar, neste artigo.

Como fazer o desfralde no autismo

Figurinha de banheiro

Em primeiro lugar, quando os pais decidem fazer o desfralde, devem se comprometer com isso e ser coerentes em suas ações. É importante explicar para criança que ela precisa tirar a roupa e, então, sentar no vaso. Para ajudar, os pais podem usar uma imagem de banheiro, um objeto com alguma figurinha que a criança entrega quando quiser ir ao banheiro.

Para que ela possa entender essa dinâmica, os pais precisam acostumá-la a fazer isso. Isso pode ser feito primeiro pelos pais, levando a criança ao banheiro e mostrando para ela a figura. Quando acontecer dela fazer xixi ou coco no vaso nesses momentos, comemore, para que ela entenda que esse comportamento é o esperado.

No começo, leve sua criança frequentemente ao banheiro, pode ser a cada 20 minutos, mas antes deixe a figurinha do lado dela e fala que vocês estão indo ao banheiro. Os pais podem pegar a mãozinha da criança e colocar na figura do banheiro para ela te entregar. Depois de várias vezes que você fizer isso, comece a pedir para ela pegar a figurinha dizendo que vocês estão indo ao banheiro.

Com o tempo, ela pode começar a tomar essa iniciativa e pegar a figurinha para entregar aos pais quando sentir vontade de ir ao banheiro, mesmo que não fale isso verbalmente.

Quadro de rotina

Outra dica é fazer um quadro de rotina, onde esteja incluso pausas entre as atividades para ir ao banheiro. Isso ajuda a criança a se organizar melhor. As crianças com autismo apreciam a rotina e quanto mais os pais puderem ajudá-las a organizar suas ações, melhor.

Sanar medos e aversões antes do desfralde

Um ponto importante a ser considerado no desfralde no autismo, é que a criança não tenha problemas e aversão de sentar no vaso ou medo de ir ao banheiro. Quando isso acontece, antes de retirar a fralda, é preciso fazer umas atividades com a criança, como levá-la no banheiro somente para ela ficar sentada no vaso, como uma brincadeira.

Quando for trocar a fralda, por exemplo levá-la até o vaso, pedir para ela sentar e depois colocar a fralda. Quando sentar no vaso já for tranquilo para criança, pode se iniciar o desfralde.

Fralda para dormir

A noite, o ideal é colocar a fralda depois que a criança dormir e tirar antes dela acordar, pois ela ainda vai precisar usar fralda noturna por um tempo. Dessa forma, o desfralde começa tirando primeiro a fralda durante o dia e depois à noite.

Descomplicando o desfralde no autismo

O desfralde no autismo pode ser beneficiado com o uso dessas simples ações: usar imagens que simbolizam a hora de ir ao banheiro, reforçar comportamentos como comemorar quando a criança usar o vaso corretamente, fazer o quadro de rotina e acostumá la com o vaso ou o banheiro antes do desfralde, caso haja alguma resistência.

Escapes

Como com qualquer outra criança no momento de desfralde, escapes vão acontecer. É muito importante não brigar com a criança. Isso porque o simples fato de dar uma bronca pode ser entendido pela criança que aquele fato fez com que ela recebesse atenção dos pais, e querer repeti-lo.

Dessa forma, sempre que acontecer um escape de xixi ou coco, os pais devem dar o mínimo de atenção possível, trocando-a e limpando-a simplesmente. Por outro lado, comemore com ela toda vez que fizer xixi e coco no vaso.

Uso da tecnologia

Existem também aplicativos legais que são feitos para ajudar no desfralde de crianças com autismo. Como elas costumam se interessar por eletrônicos, eles podem ajudar. O mais importante é que os pais se sintam confiantes e preparados para o desfralde, pois assim passam segurança para seus filhos.

Se restou alguma dúvida ou se você tem mais dicas para o desfralde no autismo, deixe nos comentários.

Referências:

GUIMARAES, Luiza de Moura  e  CARMO, João dos Santos. Procedimentos eficazes no treino de toalete para indivíduos com autismo: contribuições de Azrin e colaboradores. Rev. Psicol. Saúde [online]. 2018, vol.10, n.2 [citado  2020-11-05], pp. 69-82 .

Você também pode se interessar...

2 respostas em “Como desfraldar crianças com autismo?”

Lendo o artigo sobre o desfralde, parece que estou vendo a Live que assisti.
Mas é fato tem que ter compromisso e afeto com a criança se não ela se bloqueia ao levar uma broca, caso a criança não consiga usar o banheiro a tempo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *