Voltar

Como entreter filhos com autismo na quarentena

As crianças com autismo precisam, mais do que nunca, de estrutura e rotina durante a quarentena. Saiba mais, neste artigo.

Manter as crianças ocupadas durante o isolamento social tem sido um desafio para os pais. Especialmente para os que trabalham ou que estão acostumados com os filhos na escola durante a maior parte do dia.

Ficar dentro de casa também é difícil para as crianças. Elas não entendem completamente a situação e se perguntam por que não podem ir à escola ou mesmo sair de casa.

Essa situação pode ser ainda mais desafiadora para a criança com autismo, já que mudanças na rotina são difíceis para elas. Pensando nisso, escrevemos este artigo para ajudar você a entreter filhos com autismo na quarentena.

O Transtorno do Espectro Autista

O Transtorno do Espectro Autista engloba uma gama de características como: dificuldades nas habilidades sociais, comportamento repetitivo, fala e comunicação não verbal. As maneiras como as crianças com autismo aprendem, pensam e resolvem problemas podem variar em grau de severidade.

As crianças com autismo geralmente são restritas em seu círculo social e podem apresentar  comportamentos repetitivos e interesses restritos. Também podem ter dificuldade em regular suas emoções ou expressá-las adequadamente em condições não rotineiras, como agora na quarentena e em distanciamento social.

Desde que o coronavírus se espalhou pelo mundo, as escolas foram fechadas e provavelmente permanecerão até o próximo ano letivo. O COVID-19 levou as famílias ao isolamento social. Para as crianças com autismo, isso gera uma mudança drástica em sua rotina diária e os pais se perguntam o que fazer para entreter os filhos na quarentena.

O autismo na quarentena

Muitas crianças com autismo precisam de espaço e não interagem com muitas pessoas. Outras, têm problemas sensoriais e não gostam de ser tocados ou tocar em determinada textura. 

Cada criança tem suas características e como os pais conhecem os seus filhos, precisam considerar suas preferências e dificuldades antes de planejar atividades para a quarentena. Não existe um jeito único de entreter os filhos, cada caso é único. 

O importante é saber que as crianças com autismo precisam de uma rotina estruturada. Portanto, durante o isolamento é preciso criar uma rotina adequada às necessidades da família e da criança. O ideal é buscar manter uma organização, com hora para acordar, comer, dormir, estudar e brincar. 

Como entreter filhos com autismo na quarentena

A criança com autismo, como qualquer outra, percebe que algo está acontecendo no mundo. No entanto, pode ser que ela tenha dificuldade de internalizar os motivos que levaram ao isolamento social.

Podem apresentar comportamentos como choros e birras que preocupam os pais. Dessa forma, é importante conversar com seu filho sobre o que está se passando no mundo, para que ele possa entender melhor e se acalmar.

Explique para o seu filho o porquê da quarentena 

A explicação é essencial para que as crianças entendam a mudança drástica na rotina. Assim, elas tentarão ajustar-se à nova rotina em casa. Algumas atividades ao ar livre podem ser substituídas por outras, como assistir filmes, ouvir música, pintar e jogar.

Dê tempo para a criança se adaptar ao novo ambiente 

Embora as escolas estejam fechadas, a maioria está funcionando online. Essa mudança — o fato de estudar em casa agora — pode ser difícil de ser absorvida pela criança com autismo. Portanto, dê tempo para seu filho se adaptar.

Faça um cronograma semelhante à sua rotina diária 

A rotina pela manhã pode ser a mesma: acordar, tomar banho, comer, se vestir, estudar. Lembre-se de colocar pequenas pausas para descansar e brincar. O aprendizado em casa deve ser consistente, para que a criança entenda que tem o mesmo horário que na escola.

Acompanhe as tarefas escolares 

As crianças com autismo costumam fazer suas atividades escolares com os professores e estudar em casa pode ser assustador. Portanto, os pais devem acompanhá-las e orientá-las nas tarefas. Quando puderem trabalhar de forma independente, melhor, mas os pais devem ajudar quando necessário. 

Envolva seus filhos nas tarefas domésticas

Peça seu filho para ajudar nas tarefas domésticas, como arrumar a cama, varrer, lavar pratos e cozinhar. Essas atividades podem ajudá-los a liberar o estresse gerado pelas mudanças na quarentena.

Faça atividades divertidas

Os pais podem pensar em atividades divertidas, como: pintura, arte e artesanato, brincar com massa, jogos, dança, exercícios e envolver toda a família! Esses momentos reforçam os vínculos afetivos e divertem a todos.

Aprecie o que seu filho fizer 

Mesmo que o trabalho deles não seja perfeito, elogie cada passo dado. Se algo não sair bem, não puna a criança por seus erros, mas incentive-a a fazer melhor na próxima tarefa. 

Mantenha-se positivo, feliz e paciente

Não é fácil gerenciar o tempo de maneira eficiente durante a quarentena, porque as crianças costumam ficar entediadas em casa. Encontre atividades que aumentem seu entusiasmo e crie um ambiente confortável para elas durante esses momentos difíceis.

Gostou das nossas dicas para entreter os filhos com autismo na quarentena? Compartilhe este artigo em suas redes e ajude outras famílias!

 

Referências:

FORMAGIO, Alessandra Dilair e Martins Maria Cecília Rafael de Góes. Um estudo sobre o brincar de crianças autistas na perspectiva histórico-cultural. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/pee/v17n1/a03v17n1.pdf

 

https://repositorio.ufpb.br/jspui/bitstream/123456789/2693/1/LSS28112016.pdf

Você também pode se interessar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *