Voltar

Como o autismo influencia no desenvolvimento infantil

O desenvolvimento das crianças com Transtorno do Espectro Autista (TEA) tem algumas características que se diferenciam das crianças com desenvolvimento típico. Entenda melhor, neste artigo.

Por exemplo, uma criança com autismo pode apresentar atrasos na fala, aprender algumas palavras por volta de um ano, mas não desenvolver a linguagem e até mesmo não falar, nos casos mais graves. Outras começam a combinar palavras em frases curtas somente aos 3 anos.

Da mesma forma, crianças com TEA podem ter outras dificuldades, principalmente em relação à interação social e comunicação. Tais dificuldades levam a problemas de socialização e de aprendizagem.

Por isso, o diagnóstico precoce é tão importante, para que as crianças com autismo possam receber o apoio necessário de diferentes profissionais. Da mesma forma, o diagnóstico auxilia que medidas de inclusão sejam tomadas para promover a sua aprendizagem, considerando as necessidades e características de cada criança.

Veja, neste artigo, como o autismo influencia no desenvolvimento infantil.

Desenvolvimento infantil e autismo

Atenção e interação social

As crianças com TEA, na maioria dos casos, têm dificuldade para interagir com outras pessoas, sendo que essa interação é um pouco diferente das crianças com desenvolvimento típico.

Por exemplo, uma criança com autismo pode não responder ao seu nome quando chamada, não fazer contato visual ou sorrir para os pais e cuidadores. Da mesma forma, pode não usar o contato visual ou apontar para um objeto para chamar a atenção de alguém ou se comunicar.

Usar o contato visual e gestos para compartilhar experiências com outras pessoas é uma habilidade denominada de atenção conjunta (ou atenção compartilhada). As crianças precisam dessa habilidade para desenvolver outras de comunicação e linguagem. 

Por exemplo, um pai aponta para uma imagem de um cachorro, mas a criança não olha, o que dificulta que ela aprenda a relação entre a imagem e a palavra ‘cachorro’. Essa dificuldade de atenção conjunta também dificulta o aprendizado de habilidades como revezar, interpretar expressões faciais ou manter uma conversa.

Compreensão

As crianças com autismo podem ter dificuldades de enxergar as coisas sob perspectiva de outras pessoas. Ou seja, para elas, pode ser difícil entender que outras pessoas podem ter desejos e crenças diferentes, ou mesmo entender e prever o comportamento do outro.

No entanto, essas habilidades são importantes para a socialização, o que pode se tornar um desafio para as crianças com TEA, já que elas têm dificuldade para compreender e conviver com outras pessoas.

Na vida cotidiana, isso significa que as crianças com autismo têm dificuldade para, por exemplo, entender porque outra pessoa está chateada. Normalmente, as crianças com desenvolvimento típico desenvolvem essas habilidades entre os 3 e 5 anos, mas para as crianças com TEA, isso pode levar mais tempo.

Controle e regulação

As crianças com autismo podem ter muita dificuldade para manter o foco e a atenção, com transições, organização, memória, gerenciamento de tempo, controle emocional e frustração. Essas habilidades nos ajudam a realizar tarefas diárias, como trabalhar em grupo ou até mesmo, realizar ações de autocuidado.

Dificuldades com essas habilidades afetam a aprendizagem das crianças. Por exemplo, ao resolver um problema de matemática, ainda que ela conheça bem os fatos, pode não ser capaz de encontrar uma solução. Isso porque as crianças com autismo têm dificuldade em organizar suas ideias e reunir as informações para resolver um problema.

As dificuldades com a aquisição dessas habilidades podem levar a um comportamento desafiador. Por isso, é muito importante que as crianças sejam acompanhadas por profissionais especializados que irão ajudá-las a desenvolver as habilidades necessárias ao seu desenvolvimento.

Dificuldade em perceber o todo e se apegar aos detalhes

Outra dificuldade que as crianças com TEA podem ter é em perceber a totalidade da situação e se perderem nos detalhes, em vez de reunir diferentes fontes de informação. Por exemplo, quando você olha para um ambiente repleto de árvores, você vê uma floresta, a criança com autismo pode ver apenas muitas árvores individuais.

A dificuldade nesta área pode afetar a aprendizagem e o desenvolvimento da criança. Por exemplo, após ler uma história, ela pode se lembrar dos detalhes, mas esquecer o significado da história. 

Ainda que essa capacidade de se concentrar nos detalhes possa ser uma habilidade importante, a dificuldade de generalizar e reunir informações para formar um quadro geral da situação pode prejudicar a aprendizagem e o desenvolvimento infantil.

Esses são alguns aspectos do desenvolvimento infantil que podem ser afetados pelo autismo. No entanto, é importante lembrar que cada criança é única e é preciso avaliar cada caso para entender as reais dificuldades, potencialidades e necessidades da criança.

O diagnóstico precoce ajuda no tratamento, pois as intervenções também serão precoces, o que favorece o desenvolvimento da criança com autismo.

Se restou alguma dúvida sobre como o TEA influencia no desenvolvimento infantil, deixe nos comentários.

Referências:

STONE, Wendy L. O impacto do autismo no desenvolvimento infantil.

CHARMAN, Tony. Autismo e seu impacto no desenvolvimento infantil

Você também pode se interessar...

1 resposta em “Como o autismo influencia no desenvolvimento infantil”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *