Voltar

Como promover a psicomotricidade infantil?

A educação psicomotora faz parte do processo da educação infantil. As dificuldades de aprendizagem das crianças podem estar relacionadas a atrasos no desenvolvimento psicomotor.

Dessa forma, faz-se necessário utilizar os jogos lúdicos para promover a aprendizagem e desenvolver diversos aspectos — motor, psicológico, social e afetivo. O lúdico deve ser promovido nas escolas por meio das atividades psicomotoras, de forma agradável e motivadora.

Nas aulas de Educação Física, o professor deve se desvincular da repetição de movimentos mecanicistas e priorizar atividades que desenvolvam todo o corpo. No entanto, a psicomotricidade infantil pode e deve ser estimulada em outras disciplinas.

A brincadeira é um canal direto que a criança utiliza para expressar seus desejos e emoções, sendo uma ferramenta muito valiosa na educação para promover a psicomotricidade infantil. Saiba mais, neste artigo.

Psicomotricidade infantil na escola

A psicomotricidade é uma ciência que tem como foco o desenvolvimento das habilidades emocionais, cognitivas e motoras das crianças. A educação psicomotora é a base do processo de aprendizagem, já que muitas das dificuldades que as crianças apresentam na escola podem ser devido a atrasos no desenvolvimento psicomotor.

A criança que apresenta um desenvolvimento psicomotor insuficiente pode apresentar dificuldades na escrita, leitura, distinção de letras, ordenação de sílabas, pensamento abstrato e lógico, análise gramatical, entre outros.

A escola e o professor têm um papel muito importante, pois influenciam diretamente o desenvolvimento do aluno, principalmente na educação infantil. Dessa forma, é essencial que utilizem jogos lúdicos e brincadeiras nas atividades para estimular os aspectos motor, social, afetivo e cognitivo dos alunos.

As crianças se envolvem nas brincadeira e têm a oportunidade de compartilhar experiências com os colegas. Oportunidades para desenvolver habilidades motoras, sociais e emocionais fundamentais para o seu desenvolvimento.

Através do brincar, a criança desenvolve habilidades essenciais para a aprendizagem, como a atenção, o foco e outras habilidades psicomotoras perceptivas. Vale ressaltar, que uma aula com recursos lúdicos não precisa ser feita apenas de brincadeiras, o que leva ludicidade para a sala de aula é a atitude ‘lúdica’ do educador e dos alunos.  

O objetivo principal da educação psicomotora é fazer com que as crianças desenvolvam o conhecimento sobre o próprio corpo — que está em constante interação com o ambiente — e o estabelecimento do esquema corporal.

Como promover a psicomotricidade infantil na escola

O objetivo da educação psicomotora é proporcionar o desenvolvimento motor, emocional e psicológico das crianças, dando-lhes oportunidade por meio de jogos e atividades lúdicas, de ter domínio sobre seu próprio corpo. Através dessas atividades, a criança desenvolve habilidades perceptivas que auxiliam o desenvolvimento psicomotor.

As crianças aprendem de forma mais satisfatória e eficaz por meio de brincadeiras e jogos. Dessa forma, o contexto lúdico é essencial para promover a psicomotricidade infantil, pois ele permite a construção de diferentes pontos de vista, elaboração de hipóteses e contexto de espaço e tempo. 

O ato de brincar não pode ser visto como algo sem importância, mas sim entendido como uma atividade que possibilita diversas habilidades de aprendizagem, quando inserida em um ambiente motivador, agradável e planejado para a educação infantil.

Na atividade lúdica, o que importa não é apenas o resultado da atividade, mas a própria ação, o movimento. Através dos jogos e brincadeiras, as crianças vivenciam momentos de encontro, de fantasia e imaginação, de ressignificação e percepção, de autoconhecimento e conhecimento do outro, aprendem a cuidar de si e a olhar para o outro.

A ação dos professores é muito importante para promover a psicomotricidade infantil na escola, o que diminui as dificuldades de aprendizagem, minimiza os efeitos negativos dos distúrbios psicomotores e promove o desenvolvimento global. Diversas pesquisas já demonstraram a importância do lúdico no processo de aprendizagem.

As atividades lúdicas, característica da educação psicomotora, visam o desenvolvimento motor, emocional e psicológico por meio de jogos e atividades, onde a criança descobre as potencialidades do seu próprio corpo.

Através do brincar, é possível detectar dificuldades nas habilidades motora e psicológica nas crianças. A brincadeira deve ser entendida não apenas como uma diversão, mas como um exercício que promove o aprendizado em diversos aspectos, principalmente se for realizado em um ambiente motivador e agradável. 

A brincadeira é fonte de descoberta, exploração e um canal direto para a expressão das emoções. Nas atividades lúdicas a criança pode superar obstáculos e dificuldades, aprendendo a se perceber (corpo e mente) no ambiente que a cerca.

Dicas para estimular a psicomotricidade infantil

A partir dessa perspectiva, podemos resumir em 4 dicas, como promover a psicomotricidade infantil na escola. 

  1. Estimule a brincadeira e inclua atividades lúdicas no dia a dia da sala de aula.
  2. Crie um ambiente saudável e afetivo para a aprendizagem.
  3. Incentive a prática de exercícios físicos e movimentos corporais.
  4. Use a mimetização nas atividades em sala de aula.

Agora que você já sabe como promover a psicomotricidade infantil, compartilhe este artigo em suas redes e ajude outros profissionais!

Referências:

BENETTI, Idonézia Collodel et al. Psicomotricidade e desenvolvimento: concepções e vivências de professores da educação infantil na amazônia setentrional. Estud. pesqui. psicol. [online]. 2018, vol.18, n.2 [citado  2021-01-28], pp. 588-607 .

SACCHI, Ana Luisa  and  METZNER, Andreia Cristina. A percepção do pedagogo sobre o desenvolvimento psicomotor na educação infantil. Rev. Bras. Estud. Pedagog. [online]. 2019, vol.100, n.254 [cited  2021-01-28], pp.96-110.

Você também pode se interessar...

2 respostas em “Como promover a psicomotricidade infantil?”

Boa tarde! Obrigada por compartilhar conhecimentos tão importantes para nós Profissionais da Educação e para os responsáveis de Crianças Autistas. Se bem que, estes conteúdos são também necessários para todas as outras crianças, visto que a psicomotricidade possui grande valor para o desenvolvimento de todas elas.

Adorei as dicas de psicomotricidade e com certeza vou por em prática, principalmente um ambiente afetivo com bastante incentivos de corpo e movimento divertidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *