Voltar

Conheça os diferentes tipos de TDAH e como identificar

Os três tipos de TDAH — Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade — são: hiperativo/impulsivo, desatento e misto/combinado. Cada um deles se caracteriza por um conjunto de sintomas comportamentais descritos no DSM-V — Manual Diagnóstico e Estatístico dos Transtornos Mentais.

Anteriormente, o Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade era dividido em dois: Transtorno de Déficit de Atenção (TDA) e Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH).

Os sintomas hiperativos e impulsivos eram associados ao TDAH, enquanto os sintomas de desatenção eram diagnosticados como TDA. Hoje, a condição é chamada de TDAH, de acordo com alterações no Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (DSM-V) e se divide em três tipos.

Neste artigo, vamos falar sobre as características de cada um deles e como identificar o TDAH. Confira!

Tipos de TDAH

TDAH Tipo hiperativo/impulsivo

Pessoas com TDAH hiperativo/impulsivo sentem necessidade de se movimentar constantemente, costumam ser inquietas e têm dificuldade em permanecer sentadas. Nas interações com os outros, costumam falar muito, interromper as falas do interlocutor e completar suas frases antes que ele termine de completar seu raciocínio.

TDAH Tipo desatento 

Pessoas com TDAH tipo desatento cometem erros por descuido, pois têm dificuldade em manter a atenção, em seguir instruções detalhadas e organizar tarefas e atividades. Também podem ter uma memória de trabalho fraca, se distraírem facilmente com estímulos externos e perderem coisas constantemente. 

TDAH Tipo misto/combinado 

Pessoas com TDAH tipo misto/combinado demonstram seis ou mais sintomas de desatenção e seis ou mais sintomas de hiperatividade e impulsividade.

Como identificar o TDAH e seus tipos

O DSM-V lista nove sintomas que indicam o TDAH hiperativo/impulsivo e outros nove que sugerem TDAH desatento.

O diagnóstico de uma criança com TDAH é feito pela observação da presença de pelo menos seis dos nove sintomas perceptíveis por pelo menos seis meses em dois ou mais ambientes, por exemplo, em casa e na escola.

Além disso, os sintomas devem interferir no funcionamento ou no desenvolvimento da criança e pelo menos alguns deles devem ser aparentes antes dos 12 anos. Adolescentes e adultos precisam demonstrar apenas cinco desses sintomas em vários ambientes.

Sintomas de TDAH

TDAH Tipo hiperativo/impulsivo 

O diagnóstico de TDAH tipo hiperativo/impulsivo é feito quando a pessoa apresenta ao menos 6 dos seguintes sintomas:

  1. Inquietação.
  2. Dificuldade em permanecer sentado (na sala de aula, no trabalho ou em outras situações onde deveria permanecer sentado). 
  3. Corre ou se movimenta com agitação em situações inadequadas.
  4. Incapacidade de brincar ou se envolver em atividades de lazer em silêncio.
  5. Incapacidade de permanecer parado (em restaurantes, reuniões) por um longo período sem sentir desconforto.
  6. Fala excessiva.
  7. Deixa escapar uma resposta antes que a pergunta seja completada (completa as frases das pessoas).
  8. Dificuldade em esperar sua vez (na fila ou em uma conversa).
  9. Interrompe ou se intromete em conversas, jogos ou atividades; usa as coisas de outras pessoas sem pedir ou receber permissão.

TDAH Tipo desatento 

O diagnóstico de TDAH tipo desatento é feito quando a pessoa apresenta ao menos 6 dos seguintes sintomas:

  1. Não dá atenção aos detalhes ou comete erros por descuido nas tarefas escolares, no trabalho ou durante outras atividades.
  2. Dificuldade em manter a atenção em tarefas ou atividades lúdicas (dificuldade em permanecer focado em palestras, conversas ou leituras demoradas).
  3. Não parece ouvir quando falam com ele diretamente (a mente parece estar em outro lugar, mesmo na ausência de qualquer distração).
  4. Não segue as instruções e não termina as tarefas escolares ou de trabalho (inicia tarefas, mas rapidamente perde o foco e é facilmente desviado).
  5. Dificuldade em organizar tarefas e atividades (dificuldade para gerenciar tarefas sequenciais, manter materiais e pertences em ordem, organizar o trabalho, gerenciar o tempo e cumprir prazos).
  6. Evita, não gosta ou reluta em se envolver em tarefas que exigem esforço mental sustentado (trabalho escolar ou de casa; preparação de relatórios, preenchimento de formulários, revisão de papéis extensos).
  7. Perde coisas necessárias para tarefas ou atividades (materiais escolares, lápis, livros, ferramentas, carteiras, chaves, papelada, óculos, telefones celulares).
  8. Se distrai facilmente por estímulos externos e internos (pensamentos, sensações).
  9. Esquece de fazer as atividades diárias (tarefas, dar recados, retornar ligações, pagar contas, manter compromissos).

TDAH Tipo misto/combinado

O diagnóstico de TDAH tipo misto/combinado é feito quando a pessoa atende às diretrizes para TDAH desatento e TDAH hiperativo/impulsivo. Ou seja, deve apresentar 6 dos 9 sintomas listados para cada subtipo.

É importante conhecer a diferença entre os tipos de TDAH para que seja mais fácil identificá-los. Lembrando que o diagnóstico só pode ser realizado por um médico especialista, por isso ao perceber esses sintomas por um longo período (ao menos seis meses) procure ajuda profissional.

Se restou alguma dúvida sobre os tipos de TDAH, deixe nos comentários!

Referências:

ROHDE, Luis Augusto; BARBOSA, Genário; TRAMONTINA, Silzá  and  POLANCZYK, Guilherme. Transtorno de déficit de atenção/hiperatividade. Rev. Bras. Psiquiatr. [online]. 2000, vol.22, suppl.2 [cited  2020-11-24], pp.07-11.

DESIDERIO, Rosimeire C. S.  and  MIYAZAKI, Maria Cristina de O. S.. Transtorno de Déficit de Atenção / Hiperatividade (TDAH): orientações para a família. Psicol. Esc. Educ. (Impr.) [online]. 2007, vol.11, n.1 [cited  2020-11-24], pp.165-176.

Você também pode se interessar...

24 respostas em “Conheça os diferentes tipos de TDAH e como identificar”

Meu filho apresenta os dois tipos de TDAH imperatividade e desatento..ele faz tratamento com ritalina a mais de um ano ..mas não apresenta melhoras..Deco procurar um médico pra substituir a medicação??

Olá, Cristiane

Temos muitos conteúdos que podem te ajudar a entender melhor isso. Acesse youtube.com/neurosabervideos e também fique ligada em nosso nosso blog temos muitos artigos com informações importantes.

Agradecemos pela confiança em nosso trabalho e continue nos acompanhando!

Webster,
Equipe NeuroSaber 💙

oi!!
eu procurei informações sobre o tdah, porque meus colegas e professores dizem que eu sou muito desatenta.
quando eu era menor, não me atrapalhava muito, mas agora, com 15 anos, eu sinto que nao consigo mais fazer algumas coisas, como, prestar atenção completa na aula, ler um livro em um curto periodo de tempo, e entender conversas.
sempre que eu falo com os meus pais, eles dizem que é só coisa da idade, que passa.
eu não quero me autodiagnosticar, mas eles não querem de jeito nenhum me levar a um medico, e a desatenção começou a atrapalhar a minha vida, social, na escola e etc.
o que eu devo fazer??

Olá, Julia tudo bem?

Esse comportamento pode ser por muitos motivos diferentes. Temos muitos conteúdos que podem te ajudar a entender melhor isso. Acesse youtube.com/neurosabervideos e também em nosso blog que podem te ajudar.

Solange,
Equipe NeuroSaber 💙

Olá,
Minha filha tem 12 anos e se tornou muito dependente de mim nos estudos. No começo achei que era por causa do tempo que ela ficou na pandemia, mas agora está cada vez mais claro que algumas matérias ela só aprende comigo, em casa. Mas mesmo em casa eu tenho dificuldade de ensinar, porque ela se distrai o tempo todo. Agora ela diz que em algumas aulas o cérebro dele “desliga”, que quando ela percebe a aula já acabou. E ela nunca sabe quais são os deveres, os detalhes dos trabalhos, sempre precisa perguntar aos colegas, sempre faz de última hora. Mesmo eu estando em cima, ajudando quando necessário e tentando dar liberdade para ver se ela pega responsabilidade… Mas está muito complicado. Até os 10 anos ela tinha motivação para ser ginasta, agora treina sem vontade e sem foco. E mesmo no muaythay, que recentemente ela pediu para treinar, não vemos motivação. Mas ela não é hiperativa. Ao contrário, é uma criança calma, fechada e introvertida, parece triste. Pode ser TDA sem hiperatividade?

Olá, Anna

Antes de tudo, agradecemos pela confiança em nosso trabalho! Nesses casos orientamos buscar um especialista pessoalmente para lhe dar melhores informações e orientação assertivas sobre o caso. Temos muitos conteúdos que podem te ajudar a entender melhor isso. Acesse youtube.com/neurosabervideos e também nos acompanhe em nossas redes sociais. Acompanhar nosso trabalho com certeza irá ajudar. A informação técnica e de qualidade seguida do diagnóstico de um profissional responsável é a melhor forma de lidar com esse tipo de situação.

Um NeuroAbraço!

Webster – Equipe NeuroSaber 💙

Meu filho está assim….😭foi diagnosticado depressão… é muito difícil para nós mães, não sabemos como lidar quando a saúde dos nossos filhos está comprometida. Cada caso um caso…estou vivendo essa experiência dolorosa.

Este esclarecimento é muito importante para mim,tenho muito desses cintomas e meus filhos também sofro muito por isso!

Nossa agora descobri oque meu marido tem kkkkk acho q nem minha sogra em vida soube ,! Mas ele tem quase todos sintomas , será q adianta tratas depois dos 38 anos ? 😅

Olá Ligia, tudo bem?

Primeiramente agradecemos pela confiança! Nesses casos orientamos buscar um especialista pessoalmente para lhe dar melhores informações e orientação assertivas sobre o caso. De qualquer forma, temos conteúdos no youtube.com/neurosabervideos e Artigos em nosso Blog: http://www.neurosaber.com.br/artigos que podem te ajudar em muitas questões.

Sol,
Equipe NeuroSaber 💙

Meu filho tem 4 anos é muito agitado ,não para quieto na sala de aula em casa ele é mais calmo ainda para ,mais lá não já tenho várias reclamações e pesquisando vi isso acho que de fato é é hiperativo e ainda quer chamar a atenção ainda mais agora com a chegada da irmã dele ,nesse caso procuro Pisiciloga ou um neuro??

Olá Andressa, tudo bem?

Primeiramente orientamos que procure um neuropediatra, porém o diagnóstico e acompanhamento requerem avaliação interdisciplinar com o envolvimento de especialistas nas áreas de psicopedagogia, neuropsicologia e neuropediatria.

Sol,
Equipe NeuroSaber 💙

Olá, tenho 39 anos e tive depressão e fui diagnosticada com TOC ! Tenho me sentindo muito estranha, interrompo as pessoas (quando vi, já fiz), me sinto agitada, com dificuldade de relacionamento com as pessoas..Tenho me sentindo muito irritada com muito barulho e música eletrônica. E sentido constante crises de ansiedade. Me sinto desconectada de todos, estranha e não consigo interagir com muitas pessoas aoesmo tempo! Me sinto tímida e retraída, como se não me encaixasse em lugar nenhum. Estou esquecendo muito as coisas, e me irritando com facilidade.

Olá Mary, tudo bem?

Primeiramente agradecemos pela confiança! Nesses casos orientamos buscar um especialista (neurologia) pessoalmente para lhe dar melhores informações e orientação assertivas sobre o caso. De qualquer forma, temos conteúdos no youtube.com/neurosabervideos e Artigos em nosso Blog: http://www.neurosaber.com.br/artigos que podem te ajudar em muitas questões.

Sol,
Equipe NeuroSaber 💙

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *