Voltar

Estratégias para aumentar a autonomia da criança com autismo

A conquista da autonomia é um processo que começa cedo, por isso é importante desenvolver habilidades nas crianças com autismo que visem esse objetivo futuro.

Existem maneiras de construir a autonomia de forma gradual e uma das ferramentas que ajuda muito no autismo é o suporte visual. Os suportes visuais podem ser usados ​​para dividir as tarefas em etapas, como a rotina diária, por exemplo: se vestir, ir ao banheiro, lavar as mãos e escovar os dentes. 

As programações podem ser feitas para o dia ou para uma atividade. É importante ensinar a criança a ter flexibilidade e a lidar com imprevistos na rotina. Flexibilidade e imprevisibilidade são habilidades importantes para a vida, já que o dia nem sempre sai como planejado e as coisas podem mudar a qualquer momento.

Além disso, é importante ensinar as crianças a fazerem escolhas desde cedo, uma habilidade importante para a vida. Comece devagar, oferecendo duas opções, por exemplo: quer maçã ou banana para o lanche?

Ensinar o conceito de tempo também promove a autonomia das crianças com autismo. Usando um cronômetro, por exemplo, elas conseguem ver que há um início, um fim e um limite de tempo para as atividades —  uma boa forma de ensinar paciência e transição. 

Veja, neste artigo, mais estratégias para aumentar a autonomia da criança com autismo.

Como aumentar a autonomia da criança com autismo

Fortaleça a comunicação

Se a criança tem dificuldades com a fala, para aumentar a sua autonomia será preciso fortalecer sua capacidade de se comunicar, desenvolvendo habilidades e fornecendo ferramentas para ajudá-la a expressar preferências, desejos e sentimentos. 

Apresente uma programação visual

Uma programação visual ajuda na transição de atividades. Reveja cada item com a criança e lembre-a de verificá-la antes de cada transição. Com o tempo, ela se torna capaz de completar a tarefa, tomar decisões e realizar as atividades que lhe interessam com mais autonomia. 

Estimule as habilidades de autocuidado

Escovar os dentes, pentear o cabelo e outras atividades do dia a dia são habilidades importantes e quanto mais cedo elas forem apresentadas à criança, melhor ela poderá realizá-las com autonomia no futuro. Você pode incluí-las na programação diária para que a criança se acostume a tê-las como parte da rotina.

Ensine a criança a pedir uma pausa

Ensine a criança com autismo a solicitar uma pausa e convide-a para um ambiente tranquilo quando ela se sentir sobrecarregada. Uma alternativa é oferecer fones de ouvido ou outras ferramentas que ajudam a regular a entrada sensorial. Embora possa parecer uma coisa simples, saber pedir uma pausa permite à criança recuperar o controle sobre si mesma e o ambiente que a cerca.

Incentive a participação da criança nas tarefas domésticas

Realizar as tarefas domésticas ensina as crianças a ter responsabilidade e a desenvolver habilidades importantes para a vida. Se elas tiverem dificuldade para entender como completar uma tarefa inteira, é recomendado dividi-la em etapas menores. 

Pratique habilidades financeiras

Aprender a usar o dinheiro é uma habilidade muito importante que ajuda a criança com autismo a se tornar independente. Uma dica é pedir para ela entregar o dinheiro ao caixa quando estiverem em uma loja ou supermercado, por exemplo.

Ensine habilidades de segurança 

A segurança é uma preocupação para muitas famílias, especialmente à medida que as crianças se tornam mais independentes. Ensiná-las a caminhar nas ruas com segurança, identificando sinais e familiarizando-se com o transporte público é fundamental para aumentar a autonomia. 

Ensine autocuidado na adolescência

A adolescência traz muitas mudanças, portanto, é um momento importante para introduzir habilidades de higiene e autocuidado. Recursos visuais ajudam a criança com autismo a completar sua rotina de higiene pessoal todos os dias. 

Uma dica é fazer uma lista de verificação das atividades para ajudá-la a controlar o que fazer, como tomar banho, lavar o rosto, passar desodorante e pentear o cabelo. Elogie seu filho com feedback positivo quando ele aprender a dominar cada etapa. A motivação é fundamental para o aprendizado e aumenta a confiança, o interesse e a autonomia.

Estimule as habilidades vocacionais

A partir dos 14 anos, a criança com autismo pode já apresentar algumas habilidades vocacionais. Faça uma lista de seus pontos fortes, habilidades e interesses e use-os para orientar o tipo de atividades profissionais que podem ser exercidas. Este é um momento de começar a planejar o futuro. 

A conquista da autonomia é um processo que acontece passo a passo. Construa uma base sólida quando a criança ainda é pequena e continue a desenvolver essas habilidades à medida que ela cresce. 

Se você gostou das nossas estratégias para aumentar a autonomia da criança com autismo, compartilhe este artigo em suas redes e ajude outras pessoas!

Referências:

Lopes, Claudio. (2018). Autismo e Família: O Desenvolvimento da Autonomia de um Adolescente com Síndrome de Asperger e a Relação Familiar. REVISTA DIÁLOGOS E PERSPECTIVAS EM EDUCAÇÃO ESPECIAL. 5. 53-66. 10.36311/2358-8845.2018.v5n1.05.p53. 

SILVA, Rosa Maria Marques Católico. O papel da Família no desenvolvimento da autonomia do portador de Síndrome de Asperger.

Você também pode se interessar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *