Voltar

Habilidades cognitivas: quais são as principais prejudicadas no TDAH?

Você sabe o que são habilidades cognitivas? Elas são responsáveis pelo funcionamento de competências específicas no nosso cérebro. Por isso, no artigo de hoje, iremos falar sobre as principais habilidades cognitivas prejudicadas no TDAH.

Quais as mais afetadas no Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade? Quais processamentos cognitivos são prejudicados? Quais processamentos de informação sofrem alterações no TDAH? Essas são algumas dúvidas que surgem quando pensamos sobre o indivíduo com TDAH.

Habilidades cognitivas prejudicadas no TDAH

É muito importante entender sobre os déficits cognitivos que ocorrem no indivíduo com TDAH. Pois, ao compreendê-los, conseguimos entender o que acontece no cérebro da criança. Podemos encontrar algumas habilidades cognitivas prejudicadas no Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade.

Algumas dessas habilidades cognitivas prejudicadas no TDAH são:

  1. Atenção;
  2. Memória operacional (ou memória de trabalho);
  3. Funções executivas;
  4. Capacidade de auto engajamento.

Sabe-se que 40% das crianças com TDAH também apresentam déficit de linguagem. Isso acontece pois, no TDAH, encontramos essas 4 habilidades cognitivas principais que afetam os indivíduos. Vamos falar sobre elas abaixo:

As 4 habilidades cognitivas principais no TDAH

  1. Déficit de atenção seletiva e sustentada

Duas das habilidades cognitivas prejudicadas. A atenção sustentada diz respeito ao foco da criança. Um conjunto de reações que fazem com que o cérebro consiga começar e terminar uma tarefa com o mesmo nível de foco.

Durante a realização de tarefas, a tendência é que sempre diminua um pouco a atenção. Entretanto, em crianças com TDAH essa queda é maior. Ou seja, após um tempo ele perde sua capacidade de foco.

Já no déficit de atenção seletiva, a criança não consegue manter o foco em uma prioridade.

Sendo então, estas uma das principais habilidades cognitivas prejudicadas no TDAH.

  • Déficit de memória operacional

Habilidade que o cérebro possui de lembrar as sequências para cumprir uma tarefa até o final. A memória operacional se caracteriza como uma memória de execução, prática.

Entretanto, uma criança com TDAH possui dificuldades em coordenar e manter o foco nessas memórias. Com isso, ela pode se perder mais facilmente durante a execução e/ou não perceber todos os detalhes.

Um detalhe importante sobre isso diz respeito à memória operacional não verbal. Com suas habilidades cognitivas prejudicadas, a não verbal torna-se ainda mais difícil no TDAH. Lembrar – sem falar – por exemplo, no caminho da escola até sua casa exige um grande esforço.

  • Déficit de funções executivas

Primeiro é importante ressaltar o que são funções executivas. Elas são responsáveis pela capacidade de organização, planejamento, análise sequencial, entre outros. Todavia, crianças com TDAH não conseguem ter todo o controle de suas capacidades executivas.

Indivíduos com TDAH possuem, por conta das habilidades cognitivas prejudicadas, dificuldade em fazer planejamentos e em se organizarem nas tarefas. Possuem dificuldades também em sequenciar as atividades e manter o mesmo ritmo.

  • Déficit de auto engajamento para cumprir tarefas sem recompensa imediata

Mas o que é auto engajamento? É a capacidade de aumentar a energia mental automaticamente para realizar uma tarefa. Geralmente, crianças têm um baixo nível de capacidade de vigília. Ou seja, realizam as tarefas lentamente ao cumprirem tarefas sem recompensa imediata.

E o que são tarefas sem recompensa imediata? São as tarefas que não nos dão prazer imediato. Arrumar o quarto, regras e rotinas são alguns exemplos dessas tarefas.

Por isso é tão importante intervir nessas habilidades cognitivas. Afinal, a intervenção correta ajuda a melhorar o funcionamento dessa criança. A intervenção pode ocorrer por meio de terapias específicas, psicoeducação e facilitações do cotidiano.

É essencial ficarmos atentos aos efeitos e dificuldades das crianças com TDAH!

Para saber mais sobre isso, assista esse vídeo com o Dr. Clay:

Quais são as habilidades cognitivas prejudicadas no TDAH

Referências:

GONÇALVES, Hosana Alves et al. Componentes atencionais e de funções executivas em meninos com TDAH: dados de uma bateria neuropsicológica flexível. Jornal Brasileiro de Psiquiatria, v. 62, p. 13-21, 2013.

Você também pode se interessar...

3 respostas em “Habilidades cognitivas: quais são as principais prejudicadas no TDAH?”

[…] Os pequenos que recebem intervenções precoces aumentam suas chances de um desenvolvimento satisfatório. Como também são mais propensos a precisarem de menos ajuda na escola e serem mais independentes e autônomos ao longo da vida. Ademais, ao combinar ações educacionais, terapia medicamentosa e outras intervenções, os profissionais podem melhorar significativamente o desempenho da criança com TDAH. […]

Este documentário, me ajudou muito a entender o porquê dos meus pensamentos tão acelerados e desordenados. A falta de concentração ou dificuldade em exercer tarefas simples como: fazeres domésticos, em uma sequência contínua e precisa, sem desfocar a atenção e concentração. Como também, o explícito descontrole emocional. Emociono_me com quase tudo; quando estou feliz, quando estou triste… Quase sempre, estou nostálgica, eufórica, exacerbada. Mas, apesar de tudo isso, sempre estou sendo elogiada por ser inteligente. sinto-me, um pouco perficcionista, perita. E, consequentemente, me posiciono com os relacionamentos pessoais ou interpessoais…que através disso, sou na maioria… Taxada de muito critica e perficcionista. Apesar de ser muito flexível e não guardar rancor das pessoas. Sou sem modesta alguma, exarcebada em empatia.

Muito bom o artigo mas ,vejo a necessidade de comentar sobre a percepção e funções executivas.Ha casos que atendo crianças com baixo nível de percepção, lentidão para executar ,sempre necessário intervenção pra inciar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *