Voltar

Identificação dos primeiros sintomas do Autismo pelos Pais

Geralmente, os primeiros sintomas do autismo são identificados pelos pais. Entenda, neste artigo, quais são eles e a importância do diagnóstico precoce de TEA — Transtorno do Espectro Autista.

O TEA é um transtorno do neurodesenvolvimento cujos sintomas podem ser observados precocemente. Como eles podem comprometer a vida da criança em vários aspectos, ainda que a intensidade e gravidade dos sintomas varie, é muito importante que os pais fiquem atentos aos primeiros sinais de autismo.

As causas do autismo ainda não são inteiramente conhecidas e podem ser uma combinação de fatores genéticos e ambientais. O TEA é um transtorno complexo e muitos estudos apontam a importância de conhecer seus sinais e da realização de um diagnóstico precoce. Como este ocorre pela observação dos comportamentos da criança, os pais são os primeiros a identificar os sinais.

A importância do diagnóstico precoce

Segundo o DSM-V — Manual de Diagnóstico e Estatístico dos Transtornos Mentais — os primeiros sinais de autismo costumam aparecer antes dos 3 anos. No entanto, muitas crianças já manifestam problemas no desenvolvimento nos primeiros dois anos de vida.

A intervenção precoce é fundamental para o tratamento dos sintomas, para a melhora do quadro clínico e para o desenvolvimento da criança. Isso porque as crianças pequenas têm muita plasticidade cerebral, o que potencializa os efeitos de uma intervenção precoce.

No entanto, ainda é muito comum que ocorram atrasos na realização do diagnóstico de autismo. Estudiosos afirmam que isso acontece devido a vários fatores, como a variabilidade dos sintomas do TEA, limitações da avaliação diagnóstica, falta de profissionais e de serviços especializados. 

Dessa forma, muitos pais só percebem os sinais de autismo e buscam por ajuda profissional quando percebem atrasos na fala, mesmo que tenham observado desvios na interação social anteriormente.

Como são os pais que convivem diariamente com seus filhos e acompanham seu desenvolvimento de perto, é preciso que conheçam quais são os primeiros sintomas de autismo para que possam detectá-los precocemente.

Primeiros sintomas do autismo identificados pelos pais

Os primeiros sintomas de autismo podem ser percebidos pelos pais ainda nos dois primeiros anos de vida da criança. O mais comum a ser observado nessa fase é o atraso no desenvolvimento da linguagem e da comunicação.

Da mesma forma, comprometimentos no desenvolvimento social também estão entre os primeiros sinais percebidos pelos pais, embora sejam mais difíceis de detectar. Outro sintoma é a regressão de linguagem, com a perda de palavras já adquiridas.

Entre o primeiro e o segundo ano de vida, outros sintomas de autismo podem ser identificados, como pouco contato visual, não responder quando chamado pelo nome e falta de interação social, principalmente na habilidade de atenção compartilhada.

Vale lembrar que, por volta dos 9 meses, é esperado que o bebê desenvolva habilidades socio comunicativas, que mudam a forma como ele interage com os outros, com os objetos e consigo mesmo.

Compartilhar descobertas através do olhar, dos gestos, como apontar, das expressões faciais, fazem parte dessa fase do desenvolvimento típico. A ausência dessas habilidades é um sinal importante para o diagnóstico de autismo.

O atraso ou o comprometimento no desenvolvimento da atenção compartilhada é um dos sinais de autismo que podem ser observados mais precocemente pelos pais. Assim, podemos concluir que os primeiros sintomas que geralmente são observados nos primeiros anos de vida são:

  • atraso no desenvolvimento da linguagem;
  • problemas no comportamento social;
  • comportamento estereotipado e repetitivo;
  • atraso no desenvolvimento de outras áreas do desenvolvimento.

Os pais das crianças com autismo relatam que observaram essas dificuldades no desenvolvimento de seus filhos nos dois primeiros anos de vida. Portanto, atrasos na linguagem, na fala, problemas na interação social e comportamentos repetitivos e estereotipados são os primeiros sintomas de autismo observados pelos pais.

Comprometimentos na linguagem podem ser observados entre o primeiro e o segundo ano de vida, assim como os comportamentos estereotipados e repetitivos. Problemas no desenvolvimento social são sinais que podem ser detectados entre seis meses e um ano.

Alguns pais ainda relatam que após os 9 meses puderem perceber dificuldades na interação social, como medo, ansiedade, indiferença ou aversão. 

Dessa forma, é muito importante buscar informações sobre o autismo, assim como ajuda de profissionais, caso os pais identifiquem sintomas em seus filhos. Quanto antes puder ser feito o diagnóstico, melhores serão os resultados das intervenções.

Compartilhe este artigo em suas redes e ajude outras famílias a identificar precocemente os sinais do autismo.

Referências:

ZANON, Regina Basso; BACKES, Bárbara  and  BOSA, Cleonice Alves. Identificação dos primeiros sintomas do autismo pelos pais. Psic.: Teor. e Pesq. [online]. 2014, vol.30, n.1 [cited  2020-11-19], pp.25-33.

RIBEIRO, Sabrina H. et al. Barriers to early identification of autism in Brazil. Rev. Bras. Psiquiatr. [online]. 2017, vol.39, n.4 [cited  2020-11-19], pp.352-354.

Você também pode se interessar...

2 respostas em “Identificação dos primeiros sintomas do Autismo pelos Pais”

Vcs não imaginam o quanto tem me ajudado com o Meu neto. No caso dele não houve atraso de nada, andou com 10 meses e falou muito cedo tbm, interage com outras crianças, mas não gosta de escrever , tarefas de cobrir rejeita, porém grava tudo, já levamos em psicólogos, e td q dizem q eh hiperativo pq n para em lugares abertos e grandes. Mas eh seletivo em alimentos. Não sei mais o q fazer, não temos recursos, pelo Sus não tem ajuda. Eu só queria ajuda-lo a escrever que n quer conta. Quanto mais ele consegue fazer tudo.

Olá Alaide,
Primeiramente obrigada pela confiança!
Acesse nossos canais, temos muitas informações importantes lá que podem ter respostas para suas dúvidas. Vale a pena conferir!!!
YouTube: https://youtube.com/neurosabervideos
Facebook: NeuroSaber
Instagram: @neurosaberoficial
Artigos em nosso Blog: http://www.neurosaber.com.br/artigos
Conheça também nossos Programas, cursos e NeuroPalestras: https://lp.neurosaber.com.br/neurosaber-cursos/
Atenciosamente,
Equipe NeuroSaber

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *