Voltar

O que é TOC na Infância?

Você sabia que crianças podem desenvolver TOC? É isso mesmo, o transtorno obsessivo compulsivo pode ser muito comum entre os pequenos. Contudo, o TOC infantil pode ser amenizado com tratamentos adequados. Mas antes vale a pena rever algumas características que ajudarão pais e profissionais a identificarem os sinais e os traços manifestados pela criança.
Esclarecendo
Muita gente se confunde na hora de conceituar a obsessão e a compulsão, mas colocaremos a seguir o significado de cada uma. Veja abaixo:
Obsessão: pensamentos ou ideias que aparecem de repente na mente de uma pessoa. Com isso, ela passa a imaginar que tal pensamento é real e que isso vai levar a um problema se ela não fizer alguma coisa para solucioná-lo. Em muitos casos, o indivíduo passa a pensar que tudo de errado que acontece é culpa dele. Vale lembrar, no entanto, que não se trata de alucinação, mas pensamentos que surgem e que acabam tornando a pessoa refém da própria mente.
– Compulsão: a compulsão é o ato motor, é uma ação. Exemplo: trancar a porta várias vezes para ter a certeza que fechou a casa.

Criança com TOC e o aprendizado na escola

É importante lembrar que a criança que apresenta TOC não tem o aprendizado pedagógico prejudicado. Porém, é provável que o rendimento escolar do aluno fique comprometido diante do pensamento obsessivo, que insiste em tomar conta de sua mente; ou, então, do perfeccionismo que a criança pode ter ao escrever uma palavra.
O pequeno fica preso nesses detalhes sem aproveitar o conteúdo dado em sala de aula. Outro ponto é que o aluno pensa que se utilizar alguma palavra, isso pode levá-lo a uma situação de tragédia, por exemplo.  Essa característica é bem comum entre crianças que tenham TOC (pensar que algo de ruim vai acontecer se não fizer determinada coisa ou se afastar de seus pais).
Comorbidades associadas ao TOC
O transtorno obsessivo compulsivo pode apresentar algumas comorbidades, tais como: esquizofrenia, TDAH, bipolaridade, Síndrome de Touret, Transtorno de Espectro de Autismo, tiques (estímulos motores imprevisíveis, sem planejamento).
Como caracterizar um TOC
Antes desta informação, vale dizer que somente o acompanhamento de um profissional é capaz de identificar a existência do transtorno. Uma pista que sua criança possa estar com o TOC é quando esses pensamentos obsessivos e atitudes compulsivas ocorrem, pelo menos, uma hora por dia.
Problemas gerados pelo TOC
Uma criança com TOC pode manifestar problemas na vida acadêmica, emocional, social, profissional (quando adulto) e afetiva. A pessoa deixa de fazer coisas importantes para ficar imersa nessas situações. Além disso, tais atitudes (TOC) geram angústia e medo.
Hereditariedade
Geralmente, a criança com TOC pode ter tal transtorno proveniente de algum parente que manifeste tais condições.
Autismo e TOC
O autismo associado ao TOC pode ocorrer em 6% a 10% das crianças com autismo.

Por que a criança omite a existência do TOC?

Na verdade, o pequeno não saberá passar a mensagem que tem TOC. Isto cabe aos pais e educadores na percepção de alguns traços incomuns para uma criança. Esses sinais podem ser dores de cabeça, dor de barriga, tristeza repentina e angústia. Aliás, o pequeno, ao sentir esses incômodos, pode ficar com medo de manifestar tal situação e ser reprimido pelos pais.
Tratamento
O tratamento do TOC é feito através de medicamento, psicoterapia comportamental e suporte escolar com profissionais capacitados.

Você também pode se interessar...

22 respostas em “O que é TOC na Infância?”

Quando eu tinha 8 anos, desenvolvi o TOC, foi repentino, lembro de estar começando a aprender coisas novas, não sei explicar como aconteceu, quando me deparei ja estava imaginando pensamentos e não sabia se era verdade ou não, tudo que eu fazia tinha que repetir 2 vezes ou números pares, pq se não algo de ruim ia acontecer. Foi uma época bem difícil, meus pais não sabiam o que estava acontecendo, eu só chorava pq já estava cansada de repetir tudo em números pares, nunca ímpar, e não contava para os meus pais, eles me levaram no piscicologo, mais eu não queria ir, não queria sair de casa, tinha vontade de morrer, com apenas essa idade, eu já não aguentava mais. Posso dizer que esse TOC desapareceu sozinho. Com 10 anos já não tinha mais, e tinha vergonha de lembrar de ter tido isso. Hoje na minha fase adulta de 25 anos tenho muita ansiedade, inquietação um pouco de bipolaridade do nada. Queria saber se isso é pq não tratei ao certo quando menor ou pode ser uma reincidiva de TOC, não tenho problemas com coisas fora do lugar nem nada.

Olá Pamela,
Primeiramente obrigada pela confiança!
Nesses casos orientamos buscar um especialista pessoalmente para lhe dar melhores informações e orientação assertivas sobre o caso.
De qualquer forma,temos conteúdos no youtube.com/neurosabervideos e Artigos em nosso Blog: http://www.neurosaber.com.br/artigos que podem te ajudar em muitas questões.
Atenciosamente,
Equipe NeuroSaber

Olá! Tenho apreciado muito o trabalho de vocês. Quero agradecer por dividir seus conhecimentos conosco. Tenho uma duvida: Como diferenciar tiques nervosos do TOC? Como ajudar uma criança com tiques nervosos? Desde já agradeço a atenção! Gilka

O conhecimento é a única ferramenta que temos para sairmos da ignorância. E esse curso esta sendo uma ferramenta multifuncional .

gostei muitissimo das cantribuiçoes! gostaria de continuar recebendo mais estudos e nomes de leituras importantes!

Caros,
Gostaria de saber a data de publicação, e o responsável pela mesma, pois no artigo não consegui esses dados e estes seriam de grande valia para projeto de TCC.
Artigo: O que é TOC na Infância?
Att., Darlene Santos

Esse texto é um dos melhores falando sobre TOC, que eu li! Tenho uma filha de 9 anos que sempre teve um comportamento diferente, e apresentou problemas na escola e foi diagnosticada com TOC e depressão. Ela realmente tem atraso em fazer a lição pois apaga diversas vezes, não consegue fazer a letra cursiva e tem muita dificuldade com textos, lê a mesma frase varias vezes, se perde na leitura quando o texto não possui linha. Isso pode estar relacionado ao TOC?

Olá, gostaria de saber a partir de qual idade da criança pode -se observar se ela sofre com TOC?
Meu filho tem 2anos e 10 meses e tem apresentado alguns momentos de obsessão e o deixa irritado se não consegue realizar aquilo que deseja

Olá Mara,tudo bem ? Sem avaliação não podemos dar uma orientação
precisa sobre caso .
É importante buscar um especialista para lhe dar melhores informações e orientação para uma
intervenção.De qualquer forma , temos conteúdos no youtube.com/neurosabervideos e também em nosso
blog que podem te ajudar em muitas questões .

Geralmente, começa na adolescência, mas pode aparecer na infância também, entre 6 e 8 anos, em média. Essa é justamente a fase em que a criança começa a ser ver como indivíduo e parte de uma sociedade.

Olá meu filho tem 8 anos, faz uns dois dias q ele está com sentimento ruim de machucar alguém pelo pescoço. Nunca aconteceu nada assim, ele tem toc? Ele chora e diz q não quer machucar ninguém.

Olá Ocivania, tudo bem ? Sem avaliação não podemos dar uma orientação
precisa sobre caso .
É importante buscar um especialista para lhe dar melhores informações e orientação para uma
intervenção.De qualquer forma , temos conteúdos no youtube.com/neurosabervideos e também em nosso
blog que podem te ajudar em muitas questões

olá estou adorando ler todos os textos, e tenho uma dúvida, meu filho tem três anos e apresenta alguns desses sintomas, será possível ter um diagnóstico mesmo ele tendo pouca idade. Ele é muito perfeccionista e organizado até demais, sente dores de cabeça constante e imagina que coisas estão acontecendo, é muito tímido e morre de medo que eu saia de perto dele. Mas é inteligente, falante e bem expressivo qd está comigo e meu esposo.

Olá Ively ,
não é comum crianças com idade menor de 6 ter sintomas de toc , procure um profissional pessoalmente para avaliar ele e te passar uma resposta assertiva sobre o que pode ser no caso do seu filho .

Por favor preciso de ajuda…minha filha de 10 anos está tendo pensamentos de me machucar e chora muito dizendo que não quer fazer nada disso..ela tb é muito ansiosa, tem problemas com peso, se acha feia..temos sofrido muito. Levei a uma psiquiatra que foi muito fria e distante, então ela acabou não se abrindo. Ela frequenta uma psicologa que é muito atenciosa mas acredito que precisamos de uma psiquiatra.

Olá Janaína,
Primeiramente obrigada pela confiança!
Nesses casos orientamos buscar um especialista pessoalmente para lhe dar melhores informações e orientação assertivas sobre o caso.
De qualquer forma,temos conteúdos no youtube.com/neurosabervideos e Artigos em nosso Blog: http://www.neurosaber.com.br/artigos que podem te ajudar em muitas questões.
Atenciosamente,
Equipe NeuroSaber

Meu filho desenvolveu uma mania de lavar as mãos o tempo todo ñ quer comer pra não sujar as mãos e a boca, não quer q ninguém o beije pra pq ele acha que está sujando ele, vive com as mãos fechadas pra não tocar em nada, cheias as partes do corpo e ele só tem três anos e meio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *