Voltar

Práticas para estimular a fala das crianças

Um ambiente rico em linguagem é vital para estimular a fala, para a aprendizagem e o desenvolvimento socioemocional das crianças. 

O desenvolvimento da fala, da linguagem e de habilidades cognitivas ocorrem nos primeiros anos de vida. Para estimular a fala das crianças é importante oferecer a elas ambientes ricos em linguagem, com conversas, leitura, música e interação social. 

A fala é a base da comunicação e propiciar um ambiente, em casa, que favoreça o desenvolvimento da linguagem é essencial. Desde conversas com o bebê, até jogos e simples interações, permeadas pelo afeto, favorecem o desenvolvimento da fala das crianças.

Neste artigo, vamos falar de algumas práticas simples para estimular a fala das crianças em casa. Confira!

Como estimular a fala das crianças

Em primeiro lugar, é preciso perceber se existem fatores que podem prejudicar a aquisição da fala, como problemas de audição ou visão, por exemplo. Outro fator é a falta de diálogo dos pais com as crianças, impedindo-as de viver interações e estímulos importantes para desenvolver a fala.

Crianças que chegam aos dois anos sem falar devem ser encaminhadas a avaliações com o pediatra, para verificar as possíveis origens da ausência dessa habilidade. Pode haver algum transtorno ou problema cognitivo e um fonoaudiólogo pode ajudar muito.

Caso essas hipóteses sejam refutadas, você pode seguir algumas de nossas orientações simples para estimular a fala do seu filho!

Práticas para a estimular a aprendizagem da fala

Use sinais 

A aprendizagem da fala começa pelos sinais não verbais. Conecte palavras à ações simples, como dar ‘oi’ e ‘tchau’, fazendo gestos com as mãos. Da mesma forma, quando estiver conversando com seu filho, aponte para os objetos que manusear, como livros e brinquedos.

Converse com seu filho

Sempre converse com seu filho! Muitas mães e pais fazem isso desde quando ele está na barriga. É uma prática muito saudável e uma das mais importantes para estimular a fala. Da mesma forma, conversar com familiares e outras pessoas na presença do bebê, ajuda a introduzi-lo no mundo da linguagem.

Gradualmente, as crianças começam a conectar emoções às palavras, como alegria e entusiasmo. A medida que crescem, vão enriquecendo seu vocabulário e os pais podem estimular fornecendo novas palavras no cotidiano, como cozinhar com seu filho falando os nomes dos ingredientes da receita em voz alta.

Leia em voz alta

A leitura pode estar presente na vida das crianças desde muito cedo. Contar histórias e ler um livro em voz alta aumenta o interesse da criança em querer falar, além de aumentar seu vocabulário.

Insira na rotina diária da família uma leitura em voz alta, sempre buscando os livros e histórias de acordo com a idade e o interesse do seu filho. Os livros com imagens e cores atrativas ajudam também a promover outras experiências sensoriais importantes para o desenvolvimento da criança.

Observe e escute seu filho

A comunicação é uma necessidade humana e, gradualmente, as crianças aprendem que precisam se esforçar para serem compreendidas. Dessa forma, escute com atenção o seu filho, deixando-o terminar as frases, antes de tentar adivinhar o que ele quer dizer e falar por ele.

Caso você não entenda o que ele quer, pode estimular com perguntas, ajudando-o a se expressar, mas sem falar por ele.

Escute músicas com seu filho

A música ajuda a estimular a audição e a fala, por isso escolha músicas voltadas para o público infantil e escute-as com seu filho. As crianças adoram cantar e dançar e você pode estimulá-las a fazer isso brincando, com jogos de imitação. 

Promova encontros com outras crianças

As crianças precisam brincar com outras de sua idade. Nada melhor que a brincadeira para estimular a comunicação e a fala. A interação social promove desafios e desafia as crianças a enfrentá-los, estimulando a aprendizagem da fala e da linguagem.

Não infantilize sua fala

Muitos adultos tendem a infantilizar suas falas ao se comunicar com uma criança. Isso pode ser divertido, mas é prejudicial para o desenvolvimento da fala. Quando bebê, isso não tem tanto problema, mas a medida que a criança amadurece, é preciso falar as palavras corretamente para que ela aprenda.

Controle a ansiedade

O mais importante para os pais é curtir essa fase maravilhosa com seus filhos e tentar frear a ansiedade. É normal que fiquem preocupados e queiram que seus filhos desenvolvam essas habilidades tão importantes.

Por isso, cuide do ambiente doméstico para que ele seja estimulante, mas respeite o tempo do seu filho. Nenhuma criança se desenvolve no mesmo ritmo que outra. O que nós podemos fazer e proporcionar experiências que estimulem e favoreçam a aprendizagem da linguagem.

No mais, é entender que cada criança é única e que falará a seu tempo. 

Se restou alguma dúvida sobre práticas para estimular a fala das crianças, deixe nos comentários!

Referências:

NASCIMENTO, Fernanda Mara do; RODRIGUES, Marina Brandão  e  PINHEIRO, Ângela Maria Vieira. Programa de orientação: como estimular a linguagem das crianças nascidas pré-termo. Psicol. teor. prat. [online]. 2013, vol.15, n.2 [citado  2020-09-07], pp. 155-165 . Disponível em: <http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-36872013000200012&lng=pt&nrm=iso>. ISSN 1516-3687.

SCHIRMER, Carolina R.; FONTOURA, Denise R.  and  NUNES, Magda L.. Distúrbios da aquisição da linguagem e da aprendizagem. J. Pediatr. (Rio J.) [online]. 2004, vol.80, n.2, suppl. [cited  2020-09-07], pp.95-103. Available from: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0021-75572004000300012&lng=en&nrm=iso>. ISSN 1678-4782.  http://dx.doi.org/10.1590/S0021-75572004000300012.

Você também pode se interessar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *