Voltar

Quais problemas o déficit de atenção pode apresentar?

Muitas pessoas podem ter em algum momento, dificuldade em prestar atenção ou controlar um comportamento impulsivo. No entanto, para algumas, os problemas persistem e interferem em todos os aspectos de suas vidas.

O Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) é um transtorno do neurodesenvolvimento que afeta 11% das crianças em idade escolar e, geralmente, os sintomas continuam na idade adulta. O TDAH é caracterizado por dificuldades como desatenção, impulsividade e hiperatividade.

As pessoas com TDAH podem ter uma qualidade de vida muito melhor se receberem tratamento adequado. Da mesma forma, sem diagnóstico e tratamento adequado, o TDAH pode ter consequências graves, como fracasso escolar, conflito familiar, depressão, problemas de relacionamento, abuso de substâncias, dentre outras.

Por esse motivo, o diagnóstico precoce é muito importante. Segundo o Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais‚ o DSM-5, o transtorno foi renomeado como Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade ou TDAH, refletindo a importância do aspecto da desatenção, bem como da hiperatividade e impulsividade.

Veja, neste artigo, quais problemas o TDAH pode apresentar.

Sintomas do TDAH

Normalmente, os sintomas de TDAH surgem na primeira infância. De acordo com o DSM-5, eles devem estar presentes antes dos 12 anos. Muitos pais percebem uma atividade motora excessiva em seus filhos durante os primeiros anos de vida, mas os sintomas de TDAH podem ser difíceis de distinguir da impulsividade, desatenção e comportamento ativo típicos para crianças com menos de quatro anos. 

Alguns sintomas descritos no DSM-V incluem:

  • desatenção aos detalhes e descuido;
  • dificuldade em manter a atenção;
  • dificuldade para seguir as instruções;
  • dificuldade de organização;
  • evitar tarefas que requerem esforço mental;
  • distração;
  • dificuldade em permanecer sentado;
  • inquietação;
  • fala excessiva;
  • dificuldade em esperar a vez.

Gravidade dos sintomas

Como os sintomas de TDAH afetam cada pessoa em vários graus, o DSM-5 agora inclui a gravidade do transtorno no diagnóstico, podendo ser “leve”, “moderado” ou “grave”.

Leve

Os sintomas resultam em comprometimento menor em ambientes sociais, escolares ou de trabalho.

Moderado

Sintomas ou comprometimento funcional entre “leve” e “grave” estão presentes.

Grave

Muitos sintomas estão presentes além do número necessário para fazer um diagnóstico; vários são particularmente graves ou resultam em prejuízo acentuado em ambientes sociais, escolares ou de trabalho.

Conforme os indivíduos envelhecem, seus sintomas podem diminuir, mudar ou assumir diferentes formas. 

Problemas que o TDAH pode apresentar ao longo da vida

Crianças com TDAH apresentam atrasos no funcionamento independente e podem se comportar de forma imatura. Muitas podem apresentar atrasos leves na linguagem, nas habilidades motoras ou no desenvolvimento social e tendem a ter baixa tolerância à frustração, dificuldade em controlar suas emoções e mudanças de humor.

Crianças com TDAH correm o risco de problemas potencialmente sérios na adolescência e na idade adulta como fracasso escolar ou atrasos, dificuldades com situações sociais, comportamento sexual de risco e abuso de substâncias. Pode haver comportamentos mais graves com condições coexistentes, como transtorno desafiador de oposição ou transtorno de conduta. 

Adolescentes com TDAH apresentam maiores dificuldades que na infância, pois as demandas acadêmicas e pessoais aumentam. Ao mesmo tempo, enfrentam problemas típicos da adolescência, como sexualidade emergente, busca de autonomia, relacionamentos, dentre outros.

Mais de 75% das crianças com TDAH continuam a apresentar sintomas significativos na adolescência. No início da idade adulta, o transtorno pode estar associado a depressão, transtornos de humor, de conduta e abuso de substâncias. 

Os adultos com TDAH podem enfrentar dificuldades no trabalho e em suas vidas pessoais. Muitos têm desempenho inconsistente no trabalho ou em suas carreiras; dificuldades com as responsabilidades do dia a dia; problemas de relacionamento e podem ter sentimentos crônicos de frustração.

Transtornos em comorbidade

Mais de dois terços das crianças com TDAH têm pelo menos outra condição coexistente. Qualquer transtorno pode coexistir com o TDAH, mas alguns parecem ocorrer com mais frequência. 

Esses distúrbios incluem: desafio de oposição e distúrbios de conduta, ansiedade, depressão, síndrome de Tourette, abuso de substâncias, distúrbios do sono e dificuldades de aprendizagem. 

Quando as condições coexistentes estão presentes, os problemas acadêmicos e comportamentais, bem como as questões emocionais, podem ser mais complexos.

Esses distúrbios concomitantes podem continuar ao longo da vida, por isso é essencial um diagnóstico completo e um plano de tratamento que considere todos os sintomas presentes.

Causas do TDAH

Apesar de vários estudos, os pesquisadores ainda não determinaram as causas exatas do TDAH. No entanto, os cientistas descobriram uma forte ligação genética, já que o TDAH pode ocorrer em muitas pessoas da mesma família. Fatores ambientais podem aumentar a probabilidade de ter TDAH, como:

  • exposição a chumbo ou pesticidas na primeira infância;
  • nascimento prematuro ou baixo peso ao nascer;
  • lesão cerebral.

Os cientistas continuam a estudar a relação exata do TDAH com os fatores ambientais, mas ressaltam que não existe uma causa única que explique todos os casos de TDAH. No entanto, os sintomas de TDAH podem contribuir para o conflito familiar, mesmo que não seja essa a causa do transtorno. 

Restou alguma dúvida sobre quais problemas o deficit de atenção pode apresentar? Deixe nos comentários.

Referências:

DESIDERIO, Rosimeire C. S.  e  MIYAZAKI, Maria Cristina de O. S.. Transtorno de Déficit de Atenção / Hiperatividade (TDAH): orientações para a família. Psicol. Esc. Educ. (Impr.) [online]. 2007, vol.11, n.1 [citado  2020-11-02], pp.165-176.

DIAS, Taciana G. Costa et al. Developments and challenges in the diagnosis and treatment of ADHD. Rev. Bras. Psiquiatr. [online]. 2013, vol.35, suppl.1 [cited  2020-11-02], pp.S40-S50.

Você também pode se interessar...

2 respostas em “Quais problemas o déficit de atenção pode apresentar?”

A criança sofre muito, mas TDAH é confundido muitas vezes por ser mal educado ou relaxado, principalmente quem está do lado de fora. É fundamental a família e a escola trabalharem juntos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *