Voltar

Quais são as dificuldades de aprendizagem na alfabetização?

As dificuldades de aprendizagem na alfabetização incluem diversos aspectos que devem ser considerados, não só em relação às habilidades do aluno, mas à metodologia utilizada e ao aspecto sócio cultural que está inserido.

O processo de alfabetização é muito desafiador para as crianças e é normal que encontrem dificuldades pelo caminho. Principalmente se o método de ensino utilizado não fizer sentido para elas. Da mesma forma, fatores relacionados à família e ao contexto sócio cultural também podem influenciar na aprendizagem.

Os educadores e pais devem estar atentos às dificuldades que seus filhos apresentam nessa fase, para poder identificar suas causas. Muitas vezes, elas podem estar relacionadas a transtornos de aprendizagem, como dislexia e discalculia. Entender a origem das dificuldades de aprendizagem na alfabetização é fundamental para criar as melhores estratégias para superá-las.

Saiba mais, neste artigo.

A aprendizagem na alfabetização

Sabemos que nem todos os alunos se alfabetizam com a mesma facilidade, alguns encontram muita dificuldade para aprender a ler e a escrever. Dessa forma, o olhar individualizado para a criança torna-se essencial para identificar as causas de suas dificuldades. 

A alfabetização é essencial para o desenvolvimento de conhecimentos e habilidades de linguagem. O processo inclui a compreensão de textos, análise de informações, criação de significado e uso da linguagem. Tornar-se alfabetizado é mais que adquirir conhecimento, mas saber aplicar as habilidades aprendidas.

As crianças precisam se sentir confiantes e confortáveis com a metodologia usada pela escola na alfabetização. Se não fizer sentido para elas, não aprendem. O professor deve analisar essas questões antes de apontar a causa das dificuldades de aprendizagem como algo inerente à criança.

Dificuldades de aprendizagem na alfabetização

Existem muitas razões pelas quais um aluno pode apresentar dificuldades de aprendizagem na alfabetização. Diversos fatores, ligados ao aluno e ao contexto escolar e familiar, podem influenciar, como:

• faltas constantes; 

• comprometimento sensorial;

• aquisição atrasada de linguagem;

• dificuldades sócio-emocionais;

• exposição precoce à alfabetização;

• fatores socioeconômicos;

• histórico familiar de dificuldades de aprendizagem;

• lacunas nas instruções de leitura, etc.

As crianças podem ter dificuldades com a leitura devido a dificuldades subjacentes à decodificação de palavras ou compreensão de linguagem. Outras têm dificuldade em adquirir as habilidades de ler, escrever e soletrar devidamente, sendo muito difícil atingir uma fluência esperada para sua idade.

Outras, ainda, têm dificuldade com o aprendizado da matemática, além da alfabetização. Geralmente, as crianças que apresentam dificuldades de aprendizagem também têm dificuldade com:

  • Consciência fonológica.
  • Memória de curto prazo.
  • Velocidade verbal de processamento.

Vemos que as dificuldades de aprendizagem na alfabetização pode estar relacionada a diversos fatores. Dessa forma, somente um olhar individualizado e um trabalho em equipe (pais, professores e profissionais que atendam a criança fora da escola) será capaz de identificar o que está causando essa dificuldade.

Para dificultar um pouco mais essa exploração, algumas crianças com dificuldade de aprendizagem têm transtornos de aprendizagem, como a dislexia ou a discalculia. O que nem sempre é facilmente percebido pelos pais e professores, podendo demorar muito tempo até que a criança receba um diagnóstico.

Diferença entre dificuldade de aprendizagem e transtornos de aprendizagem

Cerca de 15 a 20% dos estudantes apresentam dificuldade de aprendizagem na alfabetização. Este é um termo genérico para descrever os alunos que estão enfrentando dificuldades com a aprendizagem por diversas razões.

No entanto, se esses alunos recebem apoio, são capazes de superar suas dificuldades e aprender a ler e escrever com sucesso. Por isso, é fundamental buscar compreender o que está causando essas dificuldades para poder saná-las.

Já os transtornos de aprendizagem são causados por diferenças neurológicas, como a dislexia e a discalculia e requerem intervenções específicas na alfabetização. As crianças com transtornos de aprendizagem têm dificuldade para aprender devido a fatores biológicos, e não tem a ver com as circunstâncias em que vivem e aprendem.

Nem todos os alunos com transtornos de aprendizagem apresentam sinais de alguma disfunção, sendo muito difícil diferenciá-los de uma dificuldade pontual. No entanto, podem apresentar sinais que ajudem pais e professores a identificar essas diferenças, como falta de estímulo para ir à escola, baixa autoestima, falta de interesse pela leitura, entre outros.

As crianças com dislexia e/ou discalculia têm sua inteligência preservada, portanto são capazes de se alfabetizar, mas precisam de intervenções específicas. Com o devido apoio e o uso de metodologias adequadas, as crianças com transtornos de aprendizagem, podem aprender estratégias de leitura e escrita que a ajudam no processo de alfabetização.

As intervenções estruturadas e sistemáticas, com ênfase na consciência fonológica e fonética, como parte de uma ampla gama de atividades de leitura e escrita em pequenos grupos ou individualmente, podem reduzir significativamente o número de crianças com dificuldades de aprendizagem na alfabetização.

Restou alguma dúvida sobre as dificuldades de aprendizagem na alfabetização? Deixe nos comentários.

Referências:

DEDA, Marta Verônica Santana. DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM NA ALFABETIZAÇÃO INFANTIL. Disponível em: https://portal.fslf.edu.br/wp-content/uploads/2016/12/tcc_9.pdf

Você também pode se interessar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *