Voltar

Sinais básicos da Deficiência Intelectual

A deficiência intelectual é uma condição que surge e se desenvolve desde o nascimento. A DI é um transtorno do desenvolvimento que leva a prejuízos intelectuais e adaptativos na criança. Ainda que o grau de severidade varie de caso para caso.

Os prejuízos intelectuais se referem à capacidade de fazer elaborações. Ou seja, de raciocinar em cima de um problema e conseguir, de forma eficaz, pensando em todos os detalhes, chegar ao fim de uma determinada tarefa ou interação social.

A deficiência intelectual também leva a problemas de adaptabilidade, ou seja, reduz a capacidade da criança de resolver problemas do ambiente de forma autônoma e adequada para sua idade. Neste artigo, vamos falar sobre quatro características básicas que temos que observar em uma criança, que podem ser sinais de deficiência intelectual. Confira.

Quatro sinais básicos da Deficiência Intelectual

É importante falarmos em sinais de DI, pois caso os pais observem algum deles precocemente, precisam levar a criança para consultar um especialista. Ainda que a deficiência intelectual traga prejuízos, quanto mais precoce for o diagnóstico, mais precoce também serão as intervenções e tratamentos que auxiliam o desenvolvimento da criança com DI.

Existem quatro sinais clínicos muito claros que podem ser percebidos na criança desde os seus primeiros anos de vida. Veja quais são eles: 

Extrema dependência

As crianças com deficiência intelectual são extremamente dependentes das outras pessoas. São crianças que não conseguem resolver pequenos problemas e situações do dia a dia sem que haja a mediação de um adulto ou de uma criança mais velha. 

Geralmente, elas têm muita dificuldade de fazer resoluções, de pensar nas hipóteses, de entender o contexto, relacionar com que o que já sabe e resolver o problema sozinhas. 

Dificuldade de abstração

O segundo sinal de deficiência intelectual é quando a criança tem muita dificuldade de abstrair. Ou seja, ela não consegue, ao aprender algo novo, passar a imaginar soluções e resoluções para o problema. A abstração é essa capacidade de resolver e lidar com situações, criando condições criativas e inventando novas formas de agir a partir do modelo inicial.

A criança com deficiência intelectual não abstrai, mas costuma reproduzir o que aprendeu e não coloca elementos próprios e criativos para enriquecer e direcionar uma tarefa de acordo com o contexto da sua realidade.

Atraso global no desenvolvimento 

A terceira característica da deficiência intelectual é o atraso global no desenvolvimento. O que é isso? Podemos dizer que ocorre quando a criança apresenta atrasos na parte motora e na linguagem durante seu desenvolvimento. Também percebe-se atrasos nas relações sociais, apresentando um nível mental abaixo do esperado para a sua idade.

Dessa forma, a criança com DI pode ter muita dificuldade de fazer amigos e até de brincar com outras crianças. Pode ser que ela também apresente um atraso na capacidade adaptativa, o que significa que não consegue aprender adequadamente as tarefas, nem usar os instrumentos e recursos do ambiente.

Dificuldade de generalização 

O quarto e último sinal básico de deficiência intelectual é a dificuldade de generalização. Generalizar é ser capaz de aprender algo e conseguir usar esse novo conhecimento para outras coisas. 

Por exemplo, aprendemos a usar o lápis para escrever, certo? No entanto, podemos usar esse mesmo objeto para outras coisas que não são a sua função, como prender o cabelo, colocar na porta para evitar que ela bata, etc. Ou seja, a criança com DI apresenta uma grande dificuldade em generalizar.

Esses são, portanto, os quatro sinais básicos da deficiência intelectual. No entanto, vamos listar mais alguns que podem também ser indicativos de DI.

Outros sinais da deficiência intelectual

A partir dos dois anos, os pais já conseguem perceber esses sinais básicos que descrevemos acima. Veja mais alguns indicativos de DI:

  • Falta de interesse pelas atividades na escola;
  • Pouca interação com os colegas e com as pessoas desconhecidas;
  • Dificuldade para identificar letras;
  • Dificuldade para desenvolver a fala de maneira satisfatória (a comunicação é uma das áreas mais afetadas na DI);
  • Dificuldade de adaptação aos mais variados ambientes;

Diagnóstico e tratamento da deficiência intelectual

Se perceber qualquer um desses sinais em seu filho, ou mesmo alguns deles, procure um médico especialista para realizar uma avaliação. O diagnóstico de DI só pode ser feito por esse profissional e quanto mais precoce, mais chances de obter bons resultados no tratamento.

A deficiência intelectual não tem cura, mas o tratamento é feito por uma equipe multidisciplinar, com diferentes profissionais, que irão auxiliar no desenvolvimento da criança, como psicólogos, fonoaudiólogos, pedagogos, psicopedagogos, terapeutas ocupacionais, entre outros.

Restou alguma dúvida sobre os sinais da deficiência intelectual? Deixe nos comentários.

Referências:

https://www.msdmanuals.com/pt/profissional/pediatria/dist%C3%BArbios-de-aprendizagem-e-desenvolvimento/defici%C3%AAncia-intelectual
http://ead.bauru.sp.gov.br/efront/www/content/lessons/67/ETAPA%204%20Texto%202%20Intelectual-disabilities-PORTUGUESE-2015.pdf

Você também pode se interessar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *