Voltar

Sinais de alerta para detectar o autismo

Muitas crianças com Transtorno do Espectro Autista (TEA) apresentam sinais de alerta desde que são bebês, principalmente nas habilidades sociais e de linguagem. 

As crianças com TEA podem aprender a sentar, engatinhar e andar de acordo com os marcos de desenvolvimento, mas apresentarem dificuldade na comunicação não verbal, como o contato visual, na linguagem e na interação social.

Embora seja possível reconhecer os sinais de alerta de autismo, é importante lembrar que cada criança é única e não terá exatamente os mesmos sintomas que outra criança com TEA. A forma como se manifestam e o nível de gravidade varia muito no espectro. 

Por isso, é muito importante que os pais conheçam esses sinais, para poderem buscar ajuda. Saiba mais, neste artigo

Sinais de alerta de autismo

Vamos listar os principais sinais de alerta para detectar o autismo, para que os pais possam entender quando é preciso buscar ajuda médica para um possível diagnóstico. São eles:

  • dificuldade em manter contato visual;
  • não responder ao sorriso ou outras expressões faciais dos pais;
  • não olhar para objetos para os quais os pais estão olhando ou apontando;
  • não apontar para objetos ou situações para fazer os pais olharem para eles;
  • menos probabilidade de trazer objetos de interesse pessoal para mostrar aos pais;
  • dificuldade em perceber o que os outros estão pensando ou sentindo através das expressões faciais;
  • menos probabilidade de mostrar preocupação (empatia) pelos outros;
  • dificuldade em fazer e manter amigos.

Em relação à comunicação:

  • menos probabilidade de apontar coisas para indicar necessidades ou para compartilhar com outras pessoas;
  • não diz nenhuma palavra aos 15 meses ou frases aos 24 meses;
  • repete exatamente o que os outros dizem sem entender o significado;
  • pode não responder quando chamado pelo nome, mas responde a outros sons (como a buzina de um carro ou o miado de um gato);
  • pode referir-se a si mesmo como “você” e aos outros como “eu” e misturar pronomes;
  • pode mostrar pouco interesse em se comunicar;
  • menos probabilidade de iniciar ou continuar uma conversa;
  • menos propenso a usar brinquedos ou outros objetos para representar pessoas ou a vida real em brincadeiras de faz de conta;
  • pode ter uma boa memória mecânica, especialmente para números, letras, músicas, jingles de TV ou um tópico específico;
  • pode perder a linguagem ou outros marcos sociais, entre as idades de 15 e 24 meses.

Em relação ao comportamento:

  • balança, gira, anda na ponta dos pés por um longo tempo ou agita as mãos (chamado de “comportamento estereotipado” ou estereotipia);
  • gosta de rotinas, ordem e rituais; tem dificuldade com a mudança ou transição de uma atividade para outra;
  • pode ser obcecado por algumas atividades incomuns, fazendo-as repetidamente durante o dia;
  • brinca com partes de brinquedos em vez do brinquedo inteiro (por exemplo, girando as rodas de um caminhão de brinquedo);
  • pode não chorar se estiver com dor ou parecer ter algum medo;
  • pode ser muito sensível ou nada sensível a cheiros, sons, luzes, texturas e toque;
  • pode ter uso incomum de visão ou olhar – olha objetos de ângulos incomuns

Sinais de alerta de autismo por idade

12 meses — pode não se virar para olhar, mesmo depois que seu nome é repetido várias vezes, mas responderá a outros sons.

18 meses — pode não fazer nenhuma tentativa para compensar o atraso na fala ou limitar a fala para repetir o que ouviu na TV ou o que acabou de ouvir.

24 meses — pode levar uma garrafa para sua mãe abrir, mas não olhar para o rosto dela quando o fazem ou compartilham o prazer de brincar juntos.

Embora não haja cura para o TEA, a detecção e o tratamento precoce podem melhorar a vida das crianças e de suas famílias. Não há nenhum exame médico para diagnosticar o autismo. Por isso, os especialistas avaliam o desenvolvimento dos comportamentos e das habilidades sociais da criança.

O processo de diagnóstico envolve conversas com os pais e podem ser utilizados alguns testes para a triagem do autismo, como a escala M-Chat. 

Se você tem dúvidas se alguns comportamentos de seu filho podem ser sinais de autismo, busque ajuda com especialistas. Ninguém conhece mais a criança do que seus pais, por isso é tão importante que elas conheçam os sinais de alerta para detectar o autismo.

Uma equipe multidisciplinar pode ser necessária para realizar o processo de diagnóstico, assim como para o tratamento, em caso de confirmação do TEA.

Não espere. Agir cedo pode fazer uma grande diferença no desenvolvimento do seu filho!

Se restou alguma dúvida sobre os sinais de alerta para detectar o autismo, deixe nos comentários.

Referências:

ZANON, Regina Basso. Bárbara Backes. Cleonice Alves Bosa. Identificação dos Primeiros Sintomas do Autismo pelos Pais.

SILVA, Micheline  and  MULICK, James A.. Diagnosticando o transtorno autista: aspectos fundamentais e considerações práticas. Psicol. cienc. prof. [online]. 2009, vol.29, n.1 [cited  2021-04-23], pp.116-131.

Você também pode se interessar...

4 respostas em “Sinais de alerta para detectar o autismo”

meu filho tem 11 meses e ama brincar com as rodas dos carrinhos, ele vira os brinquedos para fazer isso, inclusive as rodas da bicicleta e da motoca. aprendeu a apontar e indicar o que quer/ onde quer ir desde os 9 meses, imita gestos de “não” e “cadê”, mas não dá tchau; balbucia bastante durante o dia (mama, papa, tete, dada), mas não tenta imitar sons, apenas o som do carro que ele aprendeu e pra tudo faz isso; não olha enquanto está mamando, compartilha o olhar quando mostra algo “novo”, faz contato visual em outros momentos e muitas vezes não faz também; não atende 100% das vezes em que é chamado. Gostaria de saber se são características importantes para procurar especialistas ou se devo apenas acompanhar por enquanto.

Olá Paula,
Primeiramente obrigada pela confiança!
Sem avaliação não podemos dar uma orientação precisa sobre caso.
Orientamos que procure um pediatra para lhe dar melhores informações e orientação assertivas sobre o caso.
De qualquer forma, temos conteúdos no youtube.com/neurosabervideos e Artigos em nosso Blog: http://www.neurosaber.com.br/artigos que podem te ajudar em muitas questões.
Atenciosamente,
Equipe NeuroSaber

Boa tarde! Minha filha de 04 anos apresenta vários sinais de autismo, como por exemplo: Desde bebê nunca olhava quando alguém chamava o nome dela, nunca mostrou, ou seja, nunca apontou para nada, nunca balbuciou mama, papa, enfim nada… Cheguei a pensar que ela teria algum problema de audição, sem contar que também nunca sorria, a sempre suspeitei que tinha algo diferente com ela, pois ela já é minha segunda filha… Hoje aos 04 anos de idade está iniciando o Tratamento com a Psicóloga e Neuropediatra para tentarem chegar a um Diagnóstico preciso. Atualmente é muito inteligente, fala tudo, tem facilidade de aprendizagem, porém não obedece a comando algum, é extremamente agitada e nervosa, não consigo fazer absolutamente nada fora de casa quando estou com ela, pois simplesmente ela grita, chora demais, dá birras, deita no chão, morde, isto é, não tenho vida social alguma. Estou me sentindo um verdadeiro “lixo humano”, pois nesses 04 anos a levei em diversos pediatras, contava detalhadamente o comportamento dela e todos diziam que ela era perfeitamente normal… Agora nem sei se minha filha poderá ter uma vida normal digamos assim, não sei se poderá frequentar uma escola como qualquer criança da idade dela, não sei absolutamente o que nos espera pela frente… O futuro da minha filha para mim é uma grande incógnita e isso me destrói por dentro…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *