Voltar

Sinais precoces de autismo em crianças

Alguns sinais precoces de autismo se dão antes mesmo dos 16 meses. Esses sinais muitas vezes podem passar despercebidos, pois podem ser entendidos como características do próprio bebê. Por isso, deve-se ficar atento a qualquer sinal atípico que essa criança apresente. 

Hoje vamos destacar alguns desses sinais que podem transparecer desde a fase de amamentação até a fase de comunicação e interação social. 

Os sinais de autismo são individuais

Precisamos compreender, antes de tudo, que o transtorno do espectro do autismo (TEA), afeta a área motora, cognitiva e social. 

Assim, quando falamos dos sinais de autismo, é necessário entender que ele se manifesta de uma forma bem individualizada. Ou seja: em cada pessoa pode ser diferente. Mas existem alguns padrões pré-definidos que podem ser observados pelos pais desde o nascimento. 

Principais sinais de autismo

Cada criança tem seu próprio ritmo. Por isso é necessário ficar ainda mais atento aos sinais precoces de autismo. Dessa forma, a procura por um pediatra ou neuropediatra deve ocorrer quando esses atrasos aparecem de forma significativa. 

Quando falamos de crianças com menos de 12 meses de vida, os sintomas podem ser confundidos com a personalidade do bebê. Por exemplo: quando a criança é muito calma ou não se adequa a qualquer coisa. Assim, o olhar dos pais deve ainda ser mais apurado para caso seu filho apresente algumas dessas características. 

Sinais precoces de autismo antes dos 12 meses 

Existem alguns sinais sobre autismo que são pré-definidos. Porém, podem ser difíceis de se perceber, caso não haja atenção. Alguns deles são: 

  • Desatenção à voz do adulto;
  • Não balbucia;
  • O olhar não procura a mãe quando ela se afasta; 
  • Não estende os braços para pedir colo; 
  • Falta de contato visual com a mãe no momento da amamentação; 
  • Não responde com imitação ações como sorrir ou mostrar a língua; 
  • Falta de demonstração ou resposta ao carinho
  • Não brinca com outras crianças ou adultos; 
  • Demonstra certa frieza em relação aos sentimentos e expressões de outras pessoas;

Sinais de autismo até os 16 meses 

Nessa fase se torna um pouco mais fácil decifrar alguns sinais. Isso porque existem alguns comportamentos predominantes que ficam extintos, como por exemplo: 

  • Não dá “thauzinho” com as mãos; 
  • Ausência da fala ainda perpetua; 
  • Dificuldade de demonstrar desejo sobre algo; 
  • Não procura com o olhar; 
  • Não gosta de ser tocado; 
  • Locomoção atípica, como andar nas pontas dos pés. 

Aliás, temos um vídeo sobre como entender alguns sinais de autismo em crianças, disponível na nossa plataforma do Youtube. Nele, o neuropediatra Clay Brites explica alguns sinais sobre autismo em crianças de uma forma mais ampla. 

Percebi sinais de autismo, o que fazer a seguir?

A partir do momento em que os pais percebem alguns sinais precoces do autismo, o melhor a ser feito é procurar um profissional. Assim, será possível acompanhar e realizar um diagnóstico mais preciso. 

Quanto mais rápido se inicie o tratamento, melhor será o desenvolvimento cognitivo e social da criança. Dessa forma, é fundamental procurar um médico mesmo que seja por uma pequena desconfiança. 

Para saber mais sobre o assunto, acesse nossa página de artigos sobre autismo.

Referências: 

http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-42812020000200009 

Você também pode se interessar...

1 resposta em “Sinais precoces de autismo em crianças”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *