Voltar

Qual a maior dificuldade de trabalhar com alfabetização?

Algumas crianças com dificuldades de alfabetização conseguem superá-las com intervenções adequadas. No entanto, algumas progridem lentamente na fase inicial e precisam de ajuda ao longo do processo. 

As crianças que apresentam dificuldades na pré-escola, podem sofrer atrasos no desenvolvimento da alfabetização. Portanto, é muito importante procurar aconselhamento profissional se apresentarem sinais de atrasos na fala, dificuldade em reconhecer letras e juntar o som para formar as palavras.

Além disso, se na família da criança tiver um histórico de dificuldades de alfabetização, também pode ser necessário buscar apoio. Neste artigo, vamos falar das dificuldades de alfabetização e como identificar os sinais precocemente. Confira!

Sinais de dificuldades de alfabetização

As crianças desenvolvem a linguagem em ritmos diferentes. Ainda que muitas apresentam atrasos para começar a falar, por volta dos 3–4 anos, desenvolvem essa habilidade. Isso significa que não podemos dizer que problemas iniciais com palavras e de linguagem são sinais de dificuldades de alfabetização precoce.

No entanto, quando as crianças atingem 3–4 anos, alguns desses problemas podem ser sinais de dificuldades de alfabetização. São eles:

  • atraso para começar a falar e dificuldade em aprender e lembrar palavras novas;
  • omissão de palavras para formar uma frase completa;
  • não reconhece nenhuma letra do alfabeto;
  • tem dificuldade em rabiscar para fazer formas que se parecem com letras;
  • não encadeia palavras com sons semelhantes, por exemplo, ‘gato, sapato’;
  • não repete partes de versos infantis.

A importância da leitura

Ler para as crianças ajuda nas dificuldades de alfabetização. Essa atividade permite que pais e professores percebam como a criança se relaciona com o que está vendo e ouvindo. É possível perceber se ela consegue relacionar imagens a ações, como: correr, latir, comer.

Da mesma forma, espera-se que a criança adquira habilidades como reconhecer começo, meio e fim da história, expanda seu vocabulário nomeando objetos que vê no livro, lembre-se das histórias lidas e sinta prazer quando um adulto lê uma história para ela.

Dificuldades de alfabetização

A criança pode ter dificuldades de alfabetização que se originam em problemas de linguagem. Ela pode ter dificuldade de entender instruções simples, incorporar novas palavras em sua fala, usar frases mais longas, reconhecer e criar palavras que comecem com as mesmas letras, dividir palavras em partes ou juntar sons para formar palavras.

Na leitura, as dificuldades de alfabetização se manifestam quando a criança não mostra interesse em livros; mistura a sequência de eventos em histórias; não consegue relacionar o que acontece nos livros às coisas em sua própria vida; se distrai quando alguém lê em voz alta e não obtém significado e prazer com esta atividade.

A criança com dificuldades de alfabetização não percebe que as palavras impressas são diferentes das imagens, que cada letra do alfabeto tem um nome e um som,

não rabisca seu nome, pois não desenvolveu habilidades anteriores que são essenciais para a alfabetização.

Como ajudar crianças com dificuldades de alfabetização

Para ajudar as crianças com dificuldades de alfabetização, é importante oferecer a elas oportunidades de experimentar a linguagem e a impressão em todas as suas formas. Isso ajudará a prepará-la para a aquisição da leitura e da escrita.

Incentivar as crianças a ler, desde muito pequenas, assim como a escrever, desenhar, mesmo que cometa erros. Os pais podem presentear seus filhos com livros e ser o exemplo, adotando o hábito da leitura diária em casa. 

Seja você pai ou professor, use as oportunidades diárias para incentivar as crianças a ler e escrever. Por exemplo, se você é pai ou mãe, pode ler com seu filho as placas de rua, de lojas, menus, preços e rótulos no supermercado. Você também pode pedir a sua ajuda para escrever bilhetes, um e-mail, carta ou mensagem de texto para um amigo. 

Essas pequenas ações ajudam a criança a compreender como a leitura e a escrita fazem parte do cotidiano. Além disso, tornam a escrita divertida, ao incentivarem as crianças a utilizá-la em situações cotidianas prazerosas.

Da mesma forma, os professores devem buscar conhecer as dificuldades particulares de seus alunos para que possam encontrar as melhores estratégias de ensino. Em alguns casos, as dificuldades de alfabetização podem ter origens mais complexas, relacionadas a transtornos ou distúrbios de aprendizagem.

Por isso, a avaliação precoce é fundamental para que a criança receba todo o apoio e suporte necessário para superar suas dificuldades.

Se gostou deste texto, compartilhe com seus amigos e familiares!

Referências:

DI NUCCI, Eliane Porto. Interesses e dificuldades dos pais na alfabetização dos filhos. Psicol. Esc. Educ. (Impr.) [online]. 1997, vol.1, n.2-3 [cited  2020-08-31], pp.23-28. Available from: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-85571997000100003&lng=en&nrm=iso>. ISSN 2175-3539.  https://doi.org/10.1590/S1413-85571997000100003.

Você também pode se interessar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *