Skip to content Skip to footer

Neuroplasticidade: adaptação cerebral na aprendizagem infantil

Neuroplasticidade: adaptação cerebral na aprendizagem infantil

Você já parou para pensar na incrível capacidade do cérebro infantil de se transformar e adaptar constantemente? A neuroplasticidade, potencializa o desenvolvimento cerebral das crianças.

Neste artigo, exploraremos a neuroplasticidade na infância, e falaremos sobre como ela auxilia no desenvolvimento do aprendizado. 

Você sabe como nosso cérebro se desenvolve?

O cérebro humano  vem sendo estudado por muitos anos pela ciência, e isso se dá pelo fato dele possuir cerca de cem bilhões de neurônios, que são células especiais responsáveis por transmitir informações. Ou seja, há cerca de dez mil conexões entre os neurônios ativos, que formam uma rede complexa de comunicação no cérebro.  

Além disso, ele é composto por três áreas distintas: o telencéfalo, o tronco cerebral e o cerebelo. Sendo o telencéfalo feito por dois hemisférios divididos em uma série de lóbulos únicos com funções específicas, como mostra a imagem abaixo:

Imagem retirada do msdmanuals.com

Neuroplasticidade: Uma jornada no cérebro infantil

Você já deve ter ouvido que “Aprendizagem e Memória estão inerentemente interligadas”. Mas será que você sabe o motivo disso? 

Dessa maneira, normalmente, para adquirir novos conhecimentos ou aprimorar habilidades, armazenamos informações em alguma forma de memória para uso futuro. Segundo a neurociência, as memórias são codificadas por meio de mudanças físicas no cérebro, e como resultado, cada vez que algo é aprendido, seu cérebro passa por modificações físicas que formam suas experiências e aprendizados ao longo da vida.

Quando falamos de crescimento e neuroplasticidade, é preciso deixar evidente que são nos primeiros quatro anos de vida, que oitenta por cento do desenvolvimento estrutural ocorre no cérebro. Dessa forma, cada área cerebral passa por um processo evolutivo em uma ordem específica e ascendente.

Além disso, como todo processo evolutivo é preciso passar por etapas, e a neuroplasticidade é uma das etapas mais importantes no desenvolvimento cerebral. 

Portanto, a neuroplasticidade está diretamente relacionada com o cérebro, os neurônios, as células nervosas responsáveis por alimentar o cérebro e com  a capacidade de se adaptar e modificar sua estrutura e funcionamento ao longo do tempo. 

Fatores que influenciam a Neuroplasticidade infantil

A neuroplasticidade infantil, ou a capacidade do cérebro de se adaptar e reorganizar ao longo da infância, é influenciada por uma variedade de fatores, sendo um dos principais, o ambiente onde a criança está inserida.  Ou seja, estímulos positivos, como brincadeiras interativas e enriquecedoras, exposição à música e artes, além de um ambiente familiar afetuoso e seguro, podem promover o desenvolvimento saudável do cérebro infantil.

Além disso, existem outros vários fatores que podem influenciar a neuroplasticidade em crianças, e nós podemos citar alguns: a genética desempenha um papel importante na determinação da capacidade do cérebro de se adaptar, as experiências vivenciadas pelas crianças, o ambiente rico em estímulos, etc. 

3 Dicas que vão ajudar a estimular a neuroplasticidade na escola:

Como vimos, a neuroplasticidade é a capacidade do cérebro de se adaptar e mudar e, por isso, na escola, estimular essa plasticidade cerebral pode ser crucial para o desenvolvimento dos alunos. Aqui estão algumas dicas que podem ser aplicadas no ambiente escolar para potencializar a neuroplasticidade:

1. Ambiente de aprendizado estimulante: Crie salas de aula envolventes, ricas em estímulos visuais, auditivos e sensoriais, e disponibilize materiais diversificados que desafiem as crianças e promovam uma exploração.

2. Atividades Lúdicas e Desafiadoras: Incorpore jogos e atividades que estimulam diferentes áreas do cérebro. Desafios cognitivos, quebra-cabeças e atividades artísticas interessantes para o desenvolvimento da neuroplasticidade.

3. Interação Social Positiva: Promova um ambiente social positivo e colaborativo. A interação entre as crianças, aliada ao apoio de professores, cria experiências emocionais enriquecedoras que impactam a plasticidade cerebral.

Em resumo, compreender e aproveitar a neuroplasticidade na aprendizagem infantil é fundamental para melhorar o desenvolvimento cerebral das crianças.

Portanto, ao valorizarmos a plasticidade cerebral, estamos investindo no potencial ilimitado das crianças e no crescimento contínuo de suas capacidades cognitivas e emocionais.


Referências:

https://solportal.ibe-unesco.org/articles/neuroplasticity-how-the-brain-changes-with-learning/

Kolb B, Gibb R. Brain plasticity and behaviour in the developing brain. J Can Acad Child Adolesc Psychiatry. 2011 Nov;20(4):265-76. PMID: 22114608; PMCID: PMC3222570.

https://pathways.org/understanding-neuroplasticity/

Weyandt LL, Clarkin CM, Holding EZ, et al. Neuroplasticidade em crianças e adolescentes em resposta à intervenção terapêutica: uma revisão sistemática da literatura. Neurociência Clínica e Translacional . 2020;4(2). doi: 10.1177/2514183X20974231

https://biglifejournal.com/blogs/blog/teach-kids-growth-mindset-neuroplasticity-activities

Galván A. Neural plasticity of development and learning. Hum Brain Mapp. 2010 Jun;31(6):879-90. doi: 10.1002/hbm.21029. PMID: 20496379; PMCID: PMC6871182.

https://www.msdmanuals.com/-/media/manual/home/images/n/e/u/neu_viewing_the_brain_a_pt.gif?thn=0&sc_lang=pt

Leave a comment