Voltar

Entenda o autismo e quais são os primeiros sinais em bebês e crianças

Todos nós sabemos que o autismo é um transtorno de desenvolvimento que afeta habilidades diversas das crianças, principalmente as competências neurobiológicas. Os sintomas são, geralmente, sabidos por muitas pessoas, dada a divulgação que a mídia e as pesquisas têm dado ao assunto. No entanto, quais são os sinais de autismo em bebês? Os pais ficam apreensivos por não saber exatamente como identificar e nem qual procedimento adotar a fim de providenciar soluções.

O começo de tudo

Bom, ainda na primeira infância é possível perceber algumas situações em que os bebês começam a manifestar alguns comportamentos incomuns para a sua idade. Desde o período da amamentação até sua autonomia, a criança pode dar sinais que servem de alerta para pais e responsáveis. Vamos ver quais são?

O primeiro contato ou falta dele

É relativamente comum que um bebê com autismo não responda os estímulos da mãe logo no início da comunicação entre eles. Durante a amamentação, é normal que o pequeno estabeleça contato com a mamãe através do olhar. No caso do autismo isso pode não ocorrer.

A criança tende a não olhar fixamente para os olhos da mãe, como se não houvesse algo que despertasse curiosidade ali. Além disso, essa fase é marcada pelo interesse do pequeno em absolutamente tudo que está à sua volta; o bebê passa a procurar as vozes das pessoas ao redor e a querer encostar a mãozinha em todos os objetos.

Em uma criança que convive com o Transtorno do Espectro Autista (TEA), esse comportamento não é notado como naqueles que vivem sem tal condição. A falta desses contatos iniciais pode ser considerada como indicativos de que algo precisa ser acompanhado de perto pelo médico.

Comunicação prejudicada

Um dos principais sinais de autismo está nessa habilidade. A criança simplesmente não fala ou inicia a comunicação verbal tardiamente se comparada aos seus pares. Quando quer pedir algo, ela simplesmente aponta ou chora por não conseguir se expressar com nenhum vocabulário.

A criança não atende pelo seu nome, isso quer dizer alguma coisa?

Na verdade, antes de achar que essa situação se configura o autismo de fato, é melhor procurar auxílio com especialistas, pois só eles podem e devem dar o diagnóstico. No caso de uma criança que não apresenta problemas auditivos constatados, é prudente que os pais comecem a cogitar essa possibilidade, pois é relativamente normal que o pequeno com TEA aja dessa maneira.

É comum chamar a criança atípica (que não convive com o autismo) e ela logo olhar à procura da voz que a estimulou. Ela pode olhar fixamente, sorrir ou até mesmo não esboçar qualquer reação, mas ela vai olhar para a direção da voz que a chama.

Pouca ou nenhuma interação social

Dentro dos sinais de autismo em bebês podemos destacar também a baixa interação social que existe na vida desses pequenos. Toda criança interage, isso é um fato. No entanto, com o pequeno que recebe o diagnóstico de autismo, a situação é diferente. Ele simplesmente prefere objetos a pessoas.

Em outras situações, a criança costuma se isolar e se “fechar em seu mundo” a fim de ficar sozinha e aproveitar os elementos que fazem parte do seu contexto, de seu momento. Por isso, não é muito raro vermos esses pequenos brincando a sós.

No entanto, isso não significa que eles gostem e devam ficar isoladas. Com as intervenções adequadas e as experiências adquiridas com a escolarização e os procedimentos pedagógicos esse quadro pode mudar.

Tratamentos e intervenções precoces: a solução mais eficaz

Nunca deixe de relatar esses comportamentos ao médico de sua criança. Tire suas dúvidas e procure sempre observar o comportamento do pequeno, o tratamento é a única saída para direcionar as soluções para tal condição.

 

 

Você também pode se interessar...

3 respostas em “Entenda o autismo e quais são os primeiros sinais em bebês e crianças”

Bom dia…

Meu filho tem 1 ano e 4 meses, a cada 5 vezes que chamamos ele pelo nome ele olha 1 ou 2 vezes no máximo, fizemos um vídeo no celular e todas as vezes que chamamos o nome dele pelo vídeo ele olha, é normal isso acontece?
Até escondemos o celular e colocamos apenas o som e ele olha mas quando chamamos normal ele tem essa marra para olhar, posso considerar que é possível que ele seja autista?

Olá Guilherme,
Primeiramente obrigada pela confiança!
Sem avaliação não podemos dar uma orientação precisa sobre caso.
Esse comportamento pode ser por muitos motivos diferentes. Temos muitos conteúdos que podem te ajudar a entender melhor isso. Acesse youtube.com/neurosabervideos.
Orientamos que procure um especialista pessoalmente para lhe dar melhores informações e orientação assertiva sobre caso do seu filho.

Meu bebê tem 1 ano e 2 meses, não atende pelo nome,não tem contato visual e ele falava com 8 meses papai,mama e água e balbuciava muito,agora não fala mais nada,ainda não fica em pé, ele nasceu com hidrocefalia,será por esse motivo que atrasou a fala ou pode ser autismo tbm? Meu esposo e meu primeiro filho são autista leves.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *