Voltar

Desafios da alfabetização na pandemia

Com as aulas suspensas na pandemia, novos desafios surgiram para pais e professores: como fica a alfabetização no ensino em casa?

O conteúdo escolar está sendo passado para os estudantes de forma online. As crianças em processo de alfabetização precisam continuar o trabalho que estava sendo feito nas escolas. Diante das incertezas do momento, precisamos pensar em estratégias para dar continuidade ao processo de alfabetização no ensino em casa.

No entanto, é importante lembrar que as crianças aprendem o tempo todo e com o auxílio dos pais, a alfabetização pode prosseguir. Mesmo com as aulas online, os professores seguem propondo atividades para dar continuidade ao processo. Em casa, os pais podem auxiliar o desenvolvimento dos filhos. Saiba como, neste artigo.

A alfabetização no ensino em casa

As crianças que seguem tendo aulas online, seguramente recebem de seus professores atividades, dicas de jogos e brincadeiras para dar continuidade ao processo de alfabetização. Os pais podem auxiliar seus filhos a desenvolver essas tarefas, que geralmente, não são muito complexas.

Quando as crianças estão aprendendo a ler e escrever, situações da vida diária ajudam a concretizar esse aprendizado. Por exemplo, os pais podem incentivá-las a cozinhar, pedindo sua ajuda para ler as receitas. Podem ler histórias para o seu filho, mostrando palavras repetidas, ou que começam com a mesma letra, que rimam.

Um passeio de carro pode se transformar em uma brincadeira de leitura das placas. Enfim, essas pequenas ações incentivam o aprendizado e ajudam na aquisição da leitura e da escrita. O mais importante é estar atento às oportunidades que surgem na rotina da família e aproveitá-las para ajudar as crianças no processo de alfabetização.

Curso online para alfabetizadores

O Ministério da Educação (MEC) oferece aos alfabetizadores um curso online, que pode ser feito por professores, mas também pelos pais. Vale ressaltar, que embora o ensino da escrita e da leitura seja função da escola, os pais podem ajudar e essa ajuda é muito importante para o desenvolvimento da criança.

As atividades disponibilizadas no curso são voltadas para as crianças do 1.º e 2.º ano do ensino fundamental. No entanto, as crianças do 3.º ano podem usar esses conteúdos como reforço da aprendizagem.

A alfabetização na pandemia 

Existem dois fatores que são essenciais para uma boa alfabetização: um currículo claro, coerente e instruções sólidas.

A maioria das escolas de todo o mundo está aprendendo como lidar com os desafios que surgiram na pandemia, como o ensino em casa. Esses dois aspectos que citamos acima podem ajudar no aprendizado remoto. Dessa forma, as escolas precisam focar em um currículo claro e em instruções sólidas para garantir a continuidade da  alfabetização no ensino em casa. 

Apesar dos desafios e das preocupações de interromper um processo tão importante na vida de qualquer pessoa, é preciso focar no que é possível. Quando as escolas começaram a fechar e os professores estavam fazendo a transição do ensino presencial para o ensino online, o maior desafio era fazer com que os alunos comparecessem às aulas.

Agora, é preciso focar nas diretrizes de leitura e escrita para os alunos seguirem com o processo de alfabetização, em casa. Pensando nisso, preparamos algumas orientações que podem ajudar os pais nesse momento de pandemia. Confira!

Dicas para alfabetização no ensino em casa

  • Coloque na rotina de estudos do seu filho, um tempo para leitura diária, mesmo que seja feita com a sua ajuda. 
  • Incentive, da mesma forma, que todos os dias seus filhos escrevam algo, mesmo que somente as letras.

Sabemos que é um grande desafio dos pais conseguir que seus filhos cumpram essas tarefas, até porque a maioria deles tem que trabalhar e não tem muito tempo para ajudar.

Todos estamos sofrendo com o impacto sócio emocional do fechamento das escolas, por isso, os pais precisam também respeitar suas limitações.

Mesmo que o acesso a dispositivos e a conectividade não sejam problemas para a maioria dos jovens, as crianças precisam do apoio da família para se envolverem no aprendizado remoto. Os pais podem ajudar seus filhos a navegar nos dispositivo e na leitura do que está sendo pedido pelos professores. 

O COVID-19 nos atingiu fortemente de várias maneiras. Primeiro, pelo número de mortes causadas e as consequências de traumas que muitos sofreram por causa do vírus. As escolas estão tentando reinventar a maneira como ensinam, a fim de melhor servir as crianças, sem prejudicar a continuidade do processo de alfabetização.

Nesse sentido, os pais precisam se acalmar em relação às expectativas — que costumam ser altas na alfabetização — e fazer o que é possível. As crianças, como dissemos, aprendem o tempo todo e, mesmo longe das escolas e aprendendo de formas diferentes que estão habituadas, seguem se desenvolvendo.

Os desafios da alfabetização no ensino em casa são grandes, mas não impedem que o processo continue satisfatoriamente. 

Se tiver mais dicas para ajudar os pais nesse momento de pandemia, deixe nos comentários!

Referências:

DIONIZIO, Jheimilly Ane Fogaça. Raysa Zella de Souza. OS DESAFIOS DO PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO. Disponível em: https://educere.bruc.com.br/arquivo/pdf2017/27216_13769.pdf

https://tecnologia.educacional.com.br/mesa-educacional/em-tempos-de-isolamento-social-como-fica-a-alfabetizacao-das-criancas/

Você também pode se interessar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *