Voltar

ETAPAS DE DESENVOLVIMENTO DA CONSCIÊNCIA FONOLÓGICA

Conhecendo e compreendendo as etapas do desenvolvimento da consciência fonológica, um alicerce para o processo de alfabetização.

Conhecendo e compreendendo as etapas do desenvolvimento da consciência fonológica, um alicerce para o processo de alfabetização.

A consciência fonológica é uma habilidade precursora da alfabetização. Ou seja, isso quer dizer que ela é uma competência que antecede o processo de alfabetização. Sendo assim, é o alicerce para a construção de um progresso bem-sucedido de leitura e escrita.

Do mesmo modo, a consciência fonológica é considerada uma habilidade metacognitiva. A metacognição é a consciência e automonitoramento do ato de aprender. Ou seja, é a capacidade de entender os caminhos percorridos para obter algum aprendizado, resolução, pensamento e estruturação cognitiva.

Por isso, a consciência fonológica é uma competência metacognitiva. Pois ela não é intuitiva. Dessa forma, a criança necessita de estímulos para desenvolver tal habilidade.

Além disso, a metalinguagem também compõe a consciência fonológica, pelo fato de que a criança precisa parar e raciocinar sobre a sonoridade das palavras que ela fala. Nesse contexto, nossa fala é composta por duas habilidades importantes: significado e sonoridade.

  • Quando falamos o nome de algum objeto, a exemplo “lápis”, sabemos que se trata de um objeto para escrita e desenho através do seu significado. A palavra “lápis” também tem sonoridade, algo importante, visto que só será possível aprender os sons das letras se antes prestarmos atenção aos sons das palavras que falamos.

ETAPAS DO DESENVOLVIMENTO DA CONSCIÊNCIA FONOLÓGICA

As etapas da consciência fonológica devem permear cerca de 5 habilidades:

1ª e 2ª – Rima e Aliteração:

Estas podem ser definidas como a consciência que consiste em reconhecer que duas ou mais palavras compartilham de um mesmo grupo sonoro.

A rima está presente no final da palavra. Exemplo de palavras que são desse mesmo grupo sonoro: balão, portão, natação, colchão.

A aliteração ocorre no começo da palavra. Exemplo de palavras que pertencem a esse mesmo grupo sonoro: bola, boneca, bolacha, borracha;

3ª – Consciência de palavras:

Se trata de perceber quantas palavras estão em uma frase e se elas estão fora de ordem. Nessa etapa, a criança deve compreender que, para uma frase fazer sentido, as palavras precisam seguir uma ordem. Dessa forma, a sequência das palavras interfere diretamente para que exista sentido na comunicação oral e escrita;

4ª – Consciência silábica:

Significa ter conhecimento de que as palavras são formadas por uma sequência de unidades fonológicas, isto é, cada vocábulo é formado por sílabas e cada sílaba possui um som específico. Com isso, a criança deve ter noção de que uma mesma sílaba pode aparecer em diferentes palavras, uma vez que as palavras são compostas pela junção das sílabas;

5ª – Consciência fonêmica:

É a etapa mais complexa da consciência fonológica, pois se trata da capacidade de identificar fonemas. Para o desenvolvimento da consciência fonêmica, é imprescindível que as etapas anteriores tenham sido desenvolvidas de maneira satisfatória. Por exemplo, o aluno, em seu cotidiano, não escuta o som do “r”, “t”, “n”, nem da maior parte das outras consoantes de forma isolada. Logo, ele necessita possuir uma boa percepção dos sons para distinguir esses fonemas presentes nas palavras.

COM QUAL IDADE A CRIANÇA DEVE COMEÇAR A DESENVOLVER ESSAS HABILIDADES?

A consciência fonológica pode ser desenvolvida desde a primeira infância. Para a criança desenvolver essas competências de maneira sistemática e estruturada, como uma forma de ensino e aprendizagem, é indicado que seja a partir dos 4 anos. Porém, no caso da consciência fonêmica, é adequado iniciá-la a partir dos 5 anos.


REFERÊNCIAS

FREITAS, Patrícia Martins de; CARDOSO, Thiago da Silva Gusmão; SIQUARA, Gustavo Marcelino. Desenvolvimento da consciência fonológica em crianças de 4 a 8 anos de idade: avaliação de habilidades de rima. Rev. psicopedag., São Paulo, v. 29, n. 88, p. 38-45, 2012. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84862012000100006&lng=pt&nrm=iso. Acesso em 17 jul. 2022.

Você sabe o que é consciência fonológica? 5 questões básicas. SAS Plataforma de Educação, 2021. Disponível em: https://blog.saseducacao.com.br/consciencia-fonologica/. Acesso em: 17 jul. 2022.

Você também pode se interessar...

35 respostas em “ETAPAS DE DESENVOLVIMENTO DA CONSCIÊNCIA FONOLÓGICA”

Gosto da forma sistemática e didática com que escrevem e explicam os conteúdos. Ter consciência das etapas do processo de alfabetização é um diferencial na prática pedagógica significativa.

Parabéns pelo trabalho de vocês. Suas dicas são excelentes. Sempre leio os artigos e me ajuda a compreender melhor o processo de alfabetização das crianças.

Olá, estou realmente muita satisfeita em conhecer e poder vivenciar novas aprendizagens apresentadas por vcs, de forma tão explícitas e reveladora ao mesmo tempo, obrigada.

Muito importante da forma como vocês estão passando informações sobre os conteúdos grata.

Os conteúdos aplicados são de mero reconhecimento do saber sempre nos enriquecendo. Obrigada à essa equipe maravilhosa.

Trabalho com criança do ensino infantil. mas nos dias de hoje está complicado. Todos os dia é uma mudança na forma de trabalhar, cada um diz uma coisa diferente depois desta BNCC.

Amei o artigo, concordo que quando a criança passa por esse processo de forma correta, não terá prejuízo posterior, pois ainda existe processo que usa nome de letra para ensinar as crianças e isso atrapalha muito, o desenvolvimento das crianças.

Dia bom!
Grata pelp artigo.
Trabalho com a consciência fonológica. Mas os detalhes do artigo ajudam muito para minha compreensão.

A criança trás consigo palavras formada sem noção do significado e da sonoridade de cada letras ou sílabas, este conteúdo é rico quando nós ensinar as etapas para alcançarmos o sucesso da leitura da criança

Parabéns Luciana Brites!! Gosto e admiro seu trabalho, clareza ao expor os conteúdos sobre alfabetização , de grande valia no processo de alfabetização, tive o prazer de participar de uma Palestra em minha cidade com seu saudoso esposo. BJS

Agradeço esses esclarecimentos! Sou professora de Sala de Recursos e já passei por várias situações ao longo da minha vida escolar. Sempre usei a música para estimular meus alunos, a oralidade e expressividade antes de tudo.

Boa tarde? que artigo suncito porém cheio de informações que o professor (a) necessita para compreender as dificuldades do educando no processo da construção da escrita e leitura.Devemos respeitar a etapa que cada um está inserido, deixando os mesmos vivenciar e descobrir as letras, os sons, e seus significados. Gratidão Professora Neuza Cândida!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *