Voltar

Letramento e alfabetização: Entenda as diferenças

A alfabetização e o letramento são processos importantes que introduzem a criança no mundo da escrita e da leitura. Entenda as diferenças entre eles, neste artigo.

Aprender a ler, a escrever e a se comunicar através da língua e da escrita é fundamental para a inserção social. Dessa forma, o processo de alfabetização é sempre um momento muito aguardado pelos pais e um desafio para os professores.

No entanto, é importante ressaltar que uma criança alfabetizada não é necessariamente, letrada. Existem diferenças importantes entre esses dois conceitos e é preciso saber identificá-las para oferecer as oportunidades certas para a criança se desenvolver nos dois processos.

Pensando nisso, escrevemos este artigo para você compreender as diferenças entre letramento e alfabetização. Boa leitura!

Diferenças entre letramento e alfabetização

No Brasil, segundo a lei, o processo de alfabetização deve ocorrer nos dois primeiros anos do ensino fundamental. Os professores buscam as melhores metodologias para ajudar os alunos na aprendizagem das habilidades de leitura e escrita.

Antes de falarmos sobre atividades que favorecem ambos os processos, precisamos entender a diferença entre alfabetização e letramento. Embora façam parte de um mesmo processo, são conceitos diferentes. 

Alfabetização é o processo de aquisição de leitura, de técnicas e habilidades para a prática da leitura e da escrita. Quando a criança domina o sistema de escrita ela conquistou habilidades de codificação de fonemas em grafemas e de decodificação de grafemas em fonemas. Podemos dizer que ela está alfabetizada.

Já o letramento é um conjunto de práticas que dizem da capacidade de usar diferentes materiais escritos, ou seja, a habilidade de interpretar e aplicar a leitura e a escrita no cotidiano.

Dessa forma, o papel do professor é ser mediador desse conhecimento, desenvolvendo as habilidades de seus alunos.

Na alfabetização, a criança aprende a decodificar os elementos da escrita, o que não significa que ela será capaz de interpretar o contexto do que lê, por exemplo. Esse processo passa por etapas: como memorizar o alfabeto e reconhecer as letras e as sílabas.

O letramento é um processo de aprofundamento da alfabetização, pois não se trata apenas da decodificação da língua, mas da sua interpretação e domínio.

Um aluno alfabetizado, capaz de compreender uma história que lê e se expressar com clareza a respeito desse entendimento, é um indivíduo letrado. Portanto, a criança alfabetizada sabe ler e escrever e a letrada sabe usar a leitura e a escrita de acordo com as demandas sociais.

A criança letrada pode organizar discursos, interpretar textos e refletir sobre o que lê. Assim, podemos dizer que as principais diferenças entre alfabetização e letramento se relacionam com a qualidade de domínio e frequência do uso da leitura e escrita no cotidiano. Além da capacidade de interpretação e de lidar com as demandas sociais

Transformando um aluno alfabetizado em letrado

A criança entra em contato com a escrita antes mesmo de entrar na escola. No entanto, é importante ajudá-la a se inserir no mundo letrado, desenvolvendo a consciência fonológica e promovendo a aprendizagem das letras.

Inserir a criança no meio letrado, ajuda na alfabetização. Ao tornar a leitura e a escrita presentes nas atividades do dia a dia, pais e professores ajudam a criança a construir uma relação com o mundo das letras e da língua.

Dessa forma, alfabetizar sem inserir a criança no mundo da escrita e da leitura, no seu cotidiano, não irá torná-la letrada. Saber ler e escrever simplesmente, não significa que a criança tenha aprendido o som da palavra ou que a compreende em diferentes contextos.

A criança passa por fases na alfabetização até se tornar apta para ler e escrever. É muito importante respeitar o tempo de cada criança e prepará-las para ao aprendizado da decodificação, sem pular etapas. Dessa forma, pode ser alfabetizada e se tornar capaz de usar esse conhecimento em sua vida diária.

O professor pode ajudá-la nessa travessia, de passar de alfabetizada a letrada, usando recursos que fazem parte da vida dela, interpretando as histórias que lê, promovendo o contato com a musicalidade e ajudando-a em suas dificuldades.

Ainda que as diferenças entre alfabetização e letramento sejam sutis, é importante compreendê-las, porque afetam o desenvolvimento das crianças.

Ao planejar as atividades, o professor precisa ter clareza sobre as habilidades que quer trabalhar, se elas têm relação com o cotidiano dos alunos e, principalmente, se são capazes de desenvolver o vocabulário e a interpretação.

Atividades que favorecem esses processos são: leitura de histórias com debate, análise de textos de jornais e revistas, receitas culinárias e atividades lúdicas. Algumas ferramentas digitais ajudam na alfabetização e letramento, como livros, jogos e aplicativos.

Restou alguma dúvida sobre as diferenças entre alfabetização e letramento? Deixe nos comentários.

Referências:

MARTINS, Edson e Luana Cristine Spechela. A IMPORTÂNCIA DO LETRAMENTO NA ALFABETIZAÇÃO. Disponível em: http://www.opet.com.br/faculdade/revista-pedagogia/pdf/n3/6%20ARTIGO%20LUANA.pdf
GOULART, Cecília M. A.O conceito de letramento em questão: por uma perspectiva discursiva da alfabetização. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/bak/v9n2/a04v9n2.pdf

Você também pode se interessar...

8 respostas em “Letramento e alfabetização: Entenda as diferenças”

Como é difícil trabalhar o letramento dentro da escola quando se está numa instituição onde o ensino/ aprendizagem acontece de forma imperativa.

Boa tarde! Amei o artigo e é muito bom fazer esta diferenciação entre alfabetização e letramento porque muitos confundem. Foi bastante esclarecedor e não tenho dívida alguma. Você explicou de maneira simples e bastante objetiva, parabéns!

Boa noite, excelente o conteúdo do artigo, objetivo e esclarecedor. Material necessário para quem está atuando na área ou auxiliando o(a) filho(a) nesta fase tão importante da vida escolar.

Bom dia parabéns estou muito feliz de está tendo esses conhecimentos tão importante para a minha formação. Estou no último ano de Pedagogia e tuso está sendo importante para oeu
tema do meu TCC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *