https://media.institutoneurosaber.com.br/2018/09/Retrocesso-Capes-afirma-que-orçamento-previsto-para-2019-só-paga-bolsas-até-agosto.jpg
COMPARTILHAR

O conselho superior da Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) divulgou uma nota para a Presidência da República, ao Ministério da Educação e toda a sociedade alertando sobre os possíveis riscos que a ciência brasileira corre.

O documento, divulgado na quinta-feira (2), chama a atenção para o perigo da manutenção do orçamento para o órgão, responsável pelo desenvolvimento da pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado) em todo o país. Além disso, a Capes também é incumbida de fomentar a formação de professores da educação básica, aperfeiçoando seus conhecimentos.

Essa nota pode afetar diretamente os pesquisadores, e nós da NeuroSaber, como disseminadores de conhecimentos científicos, emitimos aqui o nosso apoio aos pesquisadores e total indignação com tal medida. O Brasil, com isso, está prestes a assinar um retrocesso no sentido da ciência, e prejudicará profissionais, estudos e pesquisas de forma catastrófica. É lamentável e inaceitável!

O que isso significa na prática?

Caso o orçamento indicado para a Capes seja mantido  (o valor previsto para 2019 ao órgão é de R$ 3, 333 bilhões – uma cifra que ultrapassa R$ 500 milhões a menos do montante previsto para 2018 – que foi de R$ 3, 888), as pesquisas realizadas no Brasil podem sofrer um grande revés. Membros do conselho superior da Capes discutiram sobre o teto orçamentário previsto à instituição com base na LOA (Lei Orçamentária Anual).

De acordo com a Carta Aberta enviada, assinada pela SBPC (Sociedade Brasileira Para o Progresso da Ciência) e mais de 30 entidades, caso o orçamento) permaneça como está previsto, “os impactos serão muito graves para todos os Programas de Fomento da Capes, impossibilitando, inclusive, o pagamento integral de cerca de 200 mil bolsas a partir de agosto de 2019”.

Além disso, o documento ressalta a gravidade da situação quando alerta que “novos cortes em um orçamento já tão reduzido para ciência, tecnologia, inovação e educação terão consequências catastróficas para toda a estrutura de pesquisa no país”. A instituição alerta inclusive acerca dos impactos “para os setores empresariais que apostam em inovação, para a qualidade de vida da população e para o protagonismo internacional do país”.

O que o investimento em pesquisas tem a ver com a sociedade?

Quando se fala em investimentos na área científica, muita coisa está em jogo, incluindo as conquistas que a comunidade médica divulgam ao longo dos anos. Sem as pesquisas, equívocos e diagnósticos errôneos ainda estariam prejudicando a vida de muitos cidadãos.

Por meio de um estudo extremamente aprofundado e com o compromisso da seriedade, pesquisadores procuram encontrar respostas para questionamentos que afetam um nicho da biodiversidade, um grupo social ou a sociedade por completo.

As pesquisas com células-tronco, por exemplo, são responsáveis por grandes transformações na comunidade científica. Elas são células especiais, que têm a capacidade quase infinita de se multiplicar e “que podem se transformar em células especializadas, como neurônios, células do fígado ou mesmo um músculo cardíaco”, como afirma a professora Lygia da Veiga Pereira, do Instituto de Biociências da USP, em entrevista ao jornal da mesma instituição.

O que diz o Governo?

O presidente da república, Michel Temer, e os ministros da Educação e do Planejamento, Rossieli Soares e Estevão Colnago respectivamente, afirmaram que não haverá cortes orçamentários previsto à Capes. Temer advertiu que, na possibilidade de algum problema eventual, ele não deixará faltar.

Sociedade

A notícia de um corte no orçamento repercutiu negativamente entre cientistas, pesquisadores e sociedade em geral. Na sexta-feira, 3 de agosto, manifestantes foram ao vão livre do Masp protestar  em defesa do investimento na ciência. Nas redes sociais, vários internautas comentaram sobre os possíveis prejuízos que podem ser causados.

Links consultados:

http://agenciabrasil.ebc.com.br/educacao/noticia/2018-08/capes-diz-que-orcamento-previsto-para-2019-so-paga-bolsas-ate-agosto

https://educacao.uol.com.br/noticias/2018/08/02/capes-diz-que-so-tem-verba-para-bolsas-de-pos-graduacao-ate-agosto-de-2019.htm

https://www.facebook.com/notes/sbpc-sociedade-brasileira-para-o-progresso-da-ci%C3%AAncia/carta-aberta-ao-presidente-da-rep%C3%BAblica-em-defesa-da-capes/2294808000534910/

https://jornal.usp.br/radio-usp/radioagencia-usp/a-importancia-das-pesquisas-com-celulas-tronco/

https://g1.globo.com/educacao/noticia/2018/08/03/possibilidade-de-corte-no-orcamento-da-capes-faz-campanha-em-defesa-de-pesquisadores-viralizar-na-web.ghtml

COMPARTILHAR

2 2 Respostas

  1. A pesquisa gera desenvolvimento para o país e crescimento, sem ela não há produção de novos saberes para a construção de uma sociedade mais justa e igualitária para as novas gerações. É urgente mais investimentos em pesquisas nas área da Educação, Ciência e Tecnologia.

  2. Hi, just wanted to say, I liked this article. It was practical.
    Keep on posting!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *